Quer aderir ao nosso Grupo Fechado no Facebook? Clique aqui!

Eli & Eloá

1.10.14


A onomástica e a religião andam tantas e tantas vezes de mãos dadas, pelo que, naturalmente, existem muitos nomes sagrados, de crenças diversas, que são usados como nomes próprios, tanto em Portugal, como pelo mundo fora. Na língua portuguesa existem nomes que são facilmente conotados com a religião, mas também estão à nossa disposição vários nomes cuja ligação não é assim tão evidente.
Parece-me ser o caso do masculino Eli e do feminino Eloá. Eli deverá ter origem em Eliel e Eloá deriva do hebraico Eloah; ambos significam "Deus".
Nenhum dos dois é comum no país [Eli foi registado quatro vezes em 2013 e Eloá apenas uma], mas Eloá é popular em S. Paulo e até subiu bastante no ranking dos nomes mais registados no Estado, já que em 2012, ocupava a 56.ª posição no ranking e em 2013 já estava na 37.ª posição, se contabilizarmos conjuntamente as grafias Eloá, Eloah, Eloa, Elloá e Heloá [embora este último já me pareça mais um anagrama do que outra coisa]. Segundo sei, o nome teve um grande impacto mediático há uns aninhos por causa de um caso de sequestro que culminou na morte da refém e não sei se isso terá contribuído para a popularidade ou se o nome já era muito usado anteriormente.
Tragédias à parte, acho que Eloá tem potencial para ser usado em Portugal, particularmente por quem gosta de nomes curtos e diferentes.

Aladino & Saladino

30.9.14


Aladino e Saladino são nomes de origem árabe e remetem para a fé; Aladino tem origem em alah ad-in, que significa "grandeza da féou "auge da religião" e Saladino tem origem em çalah ad-in e significa "pureza da fé" ou "paz através da fé". 
Historicamente, Saladino era o epíteto do primeiro Sultão do Egipto, que se chamava Ysuf, enquanto que Aladino estará para sempre associado à história de Aladino e a Lâmpada Mágica, retirada dos Contos das Mil e uma noites. Mas se Yasmin é hoje um nome muito popular, possivelmente devido à popularidade alcançada por Jasmine, do filme da Disney, Aladino não teve a mesma sorte e dificilmente terá. Diria até que escolher Aladino para um filho seria tão impensável quanto escolher Ali Baba, não vos parece? E já que falamos em Ali Baba, sabiam que na história ele é ajudado por Morgana? Nunca me tinha ocorrido, mas Morgana e Jasmina até combinam bem! 

- Filhos dos famosos -
Mateus, Eva, Giovanna e Charlotte


Nasceu o primeiro filho de Vera Kolodzig e Diogo Amaral e o nome escolhido foi Mateus. E nasceu uma pequena Eva, filha da atriz Rita Calçada Bastos. Lá por fora, nasceu a filha de Chelsea Clinton, Charlotte, e nasceu também Giovanna Marie, filha de Snooki, que tinha espantado as bloggers norte-americanas com com o bom gosto demonstrado pela escolha de Lorenzo Dominic como nome do primeiro filho. 

Nomes marcantes da década de 90

29.9.14


Sempre tive alguma dificuldade em apontar os nomes mais marcantes da década de 90, porque ficava sempre com a sensação de estar a misturar nomes dos anos 80 com nomes do início do século XXI mas, agora que tive oportunidade de ver os números oficias, percebi que a minha perspectiva não estava totalmente errada.


Masculinos

  • João
  • Pedro
  • Tiago
  • Diogo
  • André
  • José
  • Ricardo
  • Luís
  • Bruno
  • Miguel
  • Fábio
  • Rui
  • Daniel
  • Carlos
  • Nuno
  • Rúben
  • Paulo
  • David
  • Francisco
  • Hugo
  • Gonçalo
  • Rafael
  • Filipe
  • António
  • Jorge
  • Alexandre
  • Marco
  • Vítor
  • Rodrigo
  • Sérgio
  • Manuel
  • Eduardo
  • Nelson
  • Mário
  • Bernardo
  • Leandro
  • Kevin
  • Hélder
  • Fernando
  • Guilherme
  • Flávio
  • Cláudio
  • Joel
  • Henrique
  • Emanuel
  • Samuel
  • Renato
  • Tomás
  • Marcelo
  • Gabriel 



Já está mais do que comprovado que João é o nome masculino mais tradicional no país, então não seria de esperar outro resultado. Assim, é o quarteto que se segue que,  meu ver, define a década de 90: Pedro, Tiago, Diogo e André. De  resto, nota-se ainda uma grande influência dos nomes dos anos 80, como Ricardo, Bruno, Rui e Paulo, e já era possível encontrar os nomes que mais se usariam na década seguinte, com destaque para Rodrigo, Gonçalo e Tomás. 


Femininos

  • Ana
  • Joana
  • Maria
  • Inês
  • Sara
  • Catarina
  • Mariana
  • Daniela
  • Andreia
  • Diana
  • Patrícia
  • Cátia
  • Jéssica
  • Marta
  • Cláudia
  • Beatriz
  • Vanessa
  • Tânia
  • Rita
  • Carolina
  • Sofia
  • Filipa
  • Raquel
  • Liliana
  • Carla
  • Bárbara
  • Bruna
  • Adriana
  • Sandra
  • Cristiana
  • Tatiana
  • Susana
  • Alexandra
  • Carina
  • Mónica
  • Soraia
  • Márcia
  • Sónia
  • Vera
  • Margarida
  • Helena
  • Laura
  • Mafalda
  • Marisa
  • Marina
  • Vânia
  • Rute
  • Paula
  • Débora
  • Rafaela 

Ana e Maria também não constituem surpresas, mas saliente-se que, à semelhança do que aconteceu com João, Ana esteve na primeira posição do ranking entre 1990 e 1999 e só viria a perder a liderança em 2005. Desta forma, também consideraria que os nomes marcantes da década foram Joana, Inês, Sara, Catarina e Mariana. Gostava ainda de destacar a presença de Jéssica no top 15, porque não restam dúvidas de que foi a sua década mais forte, tendo conseguido alcançar a 13.ª posição do ranking em 1993, 1994, 1997, 1998! 

Conhecem pessoas nascidas neste período de tempo? Os nomes delas estão nesta lista? 

Nomes estrangeiros mais usados em Portugal
nos últimos 23 anos

26.9.14


Apesar dos constrangimentos impostos pela lista de nomes aprovados, têm sempre existido bebés portugueses que, à luz da lei, podem ser registados com nomes estrangeiros e alguns destes nomes, num dado momento entre 1990 e 2013, foram populares ao ponto de integrarem a lista de 150 nomes  mais registados em Portugal: 


Femininos

  • Anna
  • Chi
  • Cindy
  • Elodie
  • Emily
  • Emma
  • Isabella
  • Jennifer
  • Kelly
  • Laetitia
  • Melanie
  • Mélanie
  • Nathalie
  • Sandrine
  • Sophia
  • Sophie
  • Stephanie
  • Stéphanie 


Masculinos

  • Adrien
  • Adam
  • Alexander
  • Alexandru
  • Alexis
  • Anthony
  • Arthur
  • Brandon
  • Bryan
  • Chi
  • Chon
  • Christian
  • Christophe
  • Christopher
  • Dany
  • Dylan
  • Edson
  • Felipe
  • Gerson
  • Guillaume
  • Hou
  • Jason
  • Jonathan
  • Jordan
  • Joshua
  • Juan
  • Julien
  • Ka
  • Kelvin
  • Kevin
  • Kévin
  • Lorenzo
  • Martin
  • Mathieu
  • Mickael
  • Mickaël
  • Muhammad
  • Nicolas
  • Patrick
  • Philippe
  • Raphaël
  • Stefan
  • Stéphane
  • Steven
  • Thiago
  • Thomas
  • Tony
  • Weng
  • William


Conhecem algum jovem português que tenha algum destes nomes?

Leitura Recomendada - Onomástica Mirandesa

25.9.14

Foi hoje noticiado o primeiro registo de uma bebé portuguesa com um nome mirandês, desde o seu reconhecimento  como segunda língua oficial de Portugal. A bebé chama-se Lhuzie, que corresponde a Luzia. Espera-se que até ao final do ano seja lançado um Onomástico Mirandês, que poderá servir de base a pedidos de aprovação. 

Catarina, obrigada pelo alerta! 

Alda

24.9.14


A minha família é enorme e não há grande repetição de nomes. Para além das habituais irmãs chamadas Marias e primas Anas, repetem-se apenas António, Álvaro e Luísa. Não vou mentir e dizer que adoro todos os nomes mas é inegável que o afecto que me liga aos meus familiares faz com que olhe para os nomes com muito mais doçura e benevolência. Não sei bem dizer se é o caso, mas gosto bastante de Alda, que é o nome de uma das minhas tias mais novas - tem 50 anos e o nome assenta-lhe como uma luva. 
Alda é um nome de origem germânica e significa "velha", mas parece ter-se difundido em Portugal através do francês Aude, que também poderá ter originado Audete. Aliás, a lista de nomes que se relacionam com Alda é extensa: o seu diminutivo originou Aldina e são ainda conhecidas as variantes Aldara e Aldora [que só é permitido em Portugal se for usado como segundo nome]. 
Apesar de ser um nome com alguma tradição no nosso país, a minha tia Alda é a única pessoa que conheço com este nome e, por isso, não o acho "antigo" [a nossa diferença de idades é de 20 anos] mas também não é o típico nome que associo à sua geração e, como tal, também não o acho retro. Até acho que poderia ser um par perfeito para alguns dos nomes que estão agora na moda mas, por norma, quem escolhe um nome muito popular para um primeiro filho, não irá escolher depois um que simplesmente não se regista nos dias de hoje. Ainda assim, enquanto pesquisava sobre ele, encontrei uma referência a uma poetisa angolana chamada Alda Lara e achei uma combinação interessante! Talvez entre Alice e Mafalda seja possível encontrar um espacinho para Alda? 

Filhos dos famosos - António & Tiago

23.9.14



Nasceu António, filho do ator José Wallenstein, que já era pai de Laura, e também nasceu Tiago, filho dos músicos Marisa Liz e Tiago Pais Dias. O menino junta-se assim à irmã Beatriz. 

Lá por fora, o Chef Curtis Stone foi pai de um menino e o nome escolhido foi Emerson Spencer, que vem fazer companhia ao irmão Hudson. Entretanto, continuo curiosa em relação ao nome da filha de Eva Mendez e Ryan Gosling porque tenho esperança que haja ali um toque latino! 

E agora uma notícia que sei que vai agradar a algumas leitoras: depois de ser pai de Matilde e Alice, o modelo Mário Franco vai novamente ser pai de uma menina que, ao que tudo indica, vai chamar-se Rosa! Ora aqui está um vianense cheio de pinta e que escolhe nomes fofos! 

Adamastor

22.9.14


Um dos meus episódios preferidos de "Os Lusíadas" é o que relata o encontro entre os navegadores e Gigante do Cabo das Tormentas, Adamastor. Esta figura mitológica não é exclusiva da obra de Camões, e foi citada por outros autores de renome e como não há coincidências, o nome parece ter origem no adjectivo grego adámastos, que significa "indomável". 
É curioso que quando estou a pensar no acto de nomear um bebé, não valorizo em demasia a questão dos significados mas, na literatura, a atenção a este tipo de pormenores delicia-me! 
Adamastor não é um nome apetecível para a atualidade, mas este blog não pode viver só de números de registos, a bem da minha sanidade mental. 

- Duelo de nomes -
Inês vs Joana

19.9.14


Inês Joana são dois dos nomes mais usados nas meninas portuguesas nos últimos quarenta anos mas continuam tão atuais que parece difícil de acreditar que até já se usavam nos tempo das Infantas
Joana conseguiu a proeza de ficar na segunda posição dos nomes mais registados em meninas, em Portugal, entre 1990 e 1994, só perdendo nessa altura para Ana [que, por sinal, só viria a abandonar a primeira posição em 2005]; hoje está na 12.ª posição, mas o número total de registos desde 1990 até hoje é de 49.857! Absolutamente brutal!
Inês, por outro lado, teve o seu melhor resultado entre 1998 e 2000, quando ocupou a 3.ª posição do mesmo ranking, estando hoje na 8.ª posição. E, surpresa das surpresas, ultrapassa Joana no número total de registos entre 1990 e 2013 - sim, são 51.561! 

Qual destes dois nomes gostam mais? Não se esqueçam de votar! 

Atualização - resultado da sondagem:


Pares Perfeitos
Júlia &...

18.9.14


Nos últimos quinze anos, foram registadas mais de 2 mil meninas com o nome Júlia em Portugal. O valor não é muito elevado face aos nomes que ocupam os primeiros lugares do ranking, mas parece-me bastante significativo. Por sugestão da Maria Pilar, hoje vou abordar os nomes que me parecem conjugar perfeitamente com Júlia.
Se o quisermos agrupar com um nome que tenha popularidade semelhante nos dias de hoje, as sugestões mais óbvias parecem ser os clássicos internacionais Laura, Alice, Camila Victória. Continuando com o mesmo critério, sugiro os masculinos Tomás, Henrique, Vicente e Matias

Se, por outro lado, olharmos preferirmos agrupar Júlia a outro nome de origem latina, as opções podem passar por Antónia, Augusta, Fábia, Fabíola, Flávia, Flora, Lívia, Lavínia, Lúcia, Marcela, Máxima ou Sabina e, no caso masculino, Caio, César, Fausto, Inácio, Lúcio, Marcelo, Mário, Octávio, Tito ou Victor.

Por fim, podemos optar por recuar até ao início do século XX, outra altura em que Júlia era popular e, dessa forma, faria sentido ponderar nomes como Amélia, Emília, Glória, Olívia ou Rosa. Para os meninos, Eduardo, Luís ou Artur. 

Quais seriam os vossos critérios e consequentes sugestões? 

Rui

16.9.14


No ano 2000, Rodrigo e Rui faziam parte do lote de vinte nomes masculinos mais registados em Portugal e, de forma um pouco surpreendente, separavam-nos, apenas, uns meros 87 registos. Rui ocupava a 16.ª posição e Rodrigo a 18.ª. Todos sabemos que hoje Rodrigo é popularíssimo [nos últimos 23 anos foi o único nome capaz de retirar João do 1.º lugar do ranking] e Rui tem estado em declínio, ocupando atualmente a 48.ª posição, depois de quase três décadas de grande popularidade. 
O motivo por que os comparo é de fácil explicação: Rui é o hipocorístico de Rodrigo e, como tal, estão intrinsecamente relacionados, significando governante ilustre
Conhecendo cada vez melhor as práticas de nomeação em Portugal, poderemos arriscar dizer que, dentro de alguns anos, a inversão ocorrerá uma vez mais, até porque não acredito que Rui vá cair em desuso. Para mim, é um nome muito interessante e apesar de entender os motivos que o tornam Rodrigo tão apelativo, este não faz parte da minha lista de nomes preferidos e se hoje tivesse de escolher entre estes dois, optaria por Rui. E até vou mais além: acho que Rui combina muito bem com vários nomes femininos usados atualmente. Sei que pode ser visto como demasiado colado aos anos 70 e 80 mas poderíamos dizer o mesmo de Pedro e Miguel e não é por isso que não continuam atuais. Acho que há nomes que merecem ver o seu uso prolongado no tempo e creio que é o caso de Rui.  Definitivamente, é mais um da minha lista de nomes clássicos contemporâneos. 


Evolução do uso dos nomes Rui e Rodrigo em Portugal




Nomes masculinos que deixaram de ser populares
em Portugal nos últimos anos

11.9.14



Ontem vimos as entradas na lista de nomes masculinos mais populares em Portugal desde 1990 e hoje vamos conhecer os nomes que deixaram de se usar com a mesma frequência e que, por isso, estão fora do top 100 atual. 

  • Adriano [1990-2003; 2005-2008]
  • Alberto [1993]
  • Alexis [1994-1999]
  • Anthony [1990-2002]
  • Armando [1993]
  • Celso [1991]
  • Chi [1996-1999]
  • Chon [1997; 1999]
  • Christophe [1990-1995]
  • Christopher [1990-1993]
  • Dany [1995-2001]
  • Dário [1991; 1992; 2012]
  • Davide [1990-1996]
  • Dylan [1994-2007]
  • Eric [1992; 2005; 2007; 2009; 2010]
  • Flávio [1990-2001]
  • Gilberto [1991]
  • Helder [1990-1998; 2000]
  • Hélder [1990-2012]
  • Hélio [1990]
  • Ismael [2008]
  • Jason [1994]
  • Jonathan [1990-1997]
  • Jordan [1993]
  • Julien [1990-1996]
  • Júlio [1991-2006; 2009]
  • Ka [1997]
  • Kévin [1990-1996]
  • Leonel [1990; 1999; 2001-2003]
  • Luciano [2007]
  • Marcelo [1990-2006; 2008; 2009]
  • Martin [2008]
  • Martinho [2011]
  • Matheus [2009-2011]
  • Michael [1990-2001]
  • Mickael [1990-1995; 2007]
  • Mickaël [1990]
  • Nicolas [1990-2002]
  • Patrick [1990-2002; 2004]
  • Philippe [1992]
  • Raúl [2002-2012]
  • Roberto [1990-2006]
  • Rodolfo [1994]
  • Rogério [1991; 1995]
  • Steven [1990-1994]
  • Telmo [1990-2011]
  • Thomas [1990-2008]
  • Tony [1990]
  • Válter [1990; 1991; 1997]
  • Victor [1990-2001; 2003-2012]

Alguns nomes deste lote não são permitidos cá e tudo leva a crer que foram usados por pais recém regressados a Portugal.


Nota: À frente de cada nome está o período durante o qual estiveram no top 100


Nomes portugueses
Top 100 masculino - desde quando?

10.9.14


Tal como pudemos constatar há uns dias relativamente aos nomes femininos, não há margem para dúvida: a maioria dos nomes populares masculinos de hoje já o são há mais de vinte anos. Para ser mais concreta, do top 100 atual, há 68 nomes que já estavam no top de 1990 e que não saíram até hoje [exceptuando os nomes seguidos de asterisco]. Ei-los: 



Do atual top 15, cujos nomes foram alvo de mais de mil registos em 2013, os únicos nomes que não eram populares em 1990 são MartimSantiago, o que demonstra bem a estabilidade que reina nos nomes masculinos. Há alterações nos níveis de popularidade, mas os nomes continuam a usar-se de forma intensa.

Contudo, houve nomes que estavam no top 100 em 1990 e que também estão em 2013 mas que, em determinada altura, se ausentaram. Falamos de Mauro, que saiu do top 100 em 2007, regressando imediatamente no ano a seguir, Álvaro, que esteve no top 100 entre 1990 e 1998, em 2000, 2004 2010, 2011, e 2013 e ainda César, que saiu do top 100 em 2008, regressando imediatamente no ano a seguir. 

E agora, vejamos os nomes que entraram para a lista dos cem mais populares durante a década de 90. Por baixo de cada nome, está a posição na qual ficaram em cada ano [e note-se que há anos que não estão mencionados porque não houve novas entradas]: 



Como podemos verificar, estes nomes gozam hoje de grande popularidade, como é o caso de Gustavo, Leonardo, Martim, Dinis e Lourenço. Curiosamente, Gustavo já tinha estado no top 100 em 1990, mas só estabilizou dois anos depois.
E reparemos em Leonardo, que em 1992 estava na 107.ª posição e no ano seguinte foi directamente para a 54.ª posição! Tentei perceber o que poderia ter contribuído para este fenómeno e deparei-me com duas referências que parecem fazer sentido: por um lado, Leonardo era o nome de um dos personagens centrais de Pedra sobre Pedra, novela brasileira que fez sucesso em Portugal em 1992 e, por outro, o nome estava em alta graças à dupla de cantores Leandro & Leonardo e ao seu hit "Temporal de amor". 

Note-se ainda que Bryan esteve no top 100 entre 1996 e 2000 mas saiu, regressando em 2002, 2004, 2005 e  2013. A mesma inconstância é visível em Alex, que esteve no top 100 em 1992, 1995 e 1996. Depois esteve entre 1998 e 2010, e em 2012 e 2013. 

Avancemos na cronologia:



No período compreendido entre 2001 e 2008, chegaram ao top 100 mais nomes que alcançaram bastante sucesso, nomeadamente Santiago, Salvador, Diego e Vicente, que estão presentes hoje em dia no top 30. Ressalve-se que Sebastião esteve  no top 100 em 2001, mas apenas consolidou o estatuto de top 100  a partir de 2003.
Depois de conhecermos as entradas da década de 90, a maioria destes encaixa na busca de nomes antigos portugueses mas Lisandro parece "destoar". Neste caso, creio que será obrigatória a referência ao futebolista Lisandro Lopez, que jogou no F.C. Porto entre 2005 e 2009, e que teve a sua época áurea em 2007/2008.

E, finalmente, debrucemo-nos sobre as entradas mais recentes, que revelam que a tendência pela procura de nomes antigos parece estar a desvanecer-se. Será que isto significa que se esgotaram os nomes mais tradicionais que poderiam constituir alternativas viáveis aos antigos que estão no top 10?



Curiosamente, três destas entradas são de habituées do top 100: 
Gil esteve em 1990, 1991, 1993, 1994, 1998, 2005, 2006, 2008; William esteve no top 100 em 1998, 2000, 2001 e 2005 e Wilson esteve entre 1990 e 2001; em 2004, 2007 e regressou em 2010, estabilizando até hoje. 


[Análise elaborada com base em dados fornecidos pelo IRN]


Nomes femininos que deixaram de ser populares
em Portugal nos últimos anos

9.9.14


Já vimos que, entre 1990 e 2013, não houve grandes alterações no que respeita aos nomes que têm integrado o top 100 mas a verdade é que, ao longo dos anos, alguns nomes acabaram por perder popularidade e deixaram de estar presentes na lista de nomes mais usados em Portugal, tais como:


  • Carina [1990-2010]
  • Carla [1990-2010]
  • Cassandra [1997; 1998]
  • Cátia [1990-2010]
  • Célia [1990-1993]
  • Cindy [1990-1998]
  • Cíntia [2001; 2003]
  • Cristina [1990-2007; 2009; 2010]
  • Denise [1990; 1992]
  • Doriana [2011]
  • Eliana [1990; 1993-1995; 2000-2002; 2004; 2006-2010]
  • Elisa [1990; 1991; 1997; 2003]
  • Elisabete [1990-1997]
  • Elodie [1990-1996]
  • Elsa [1990-1995; 1997]
  • Fátima [1990-2007]
  • Fernanda [1990]
  • Flávia [1990-2005]
  • Isa [1993; 1994]
  • Jennifer [1990-1994]
  • Leila [1990]
  • Liliana [1990-2012]
  • Lisandra [1995]
  • Magda [1990; 1992-1995]
  • Márcia [1990-2010]
  • Marina [1990-2008; 2010]
  • Marisa [1990-2008; 2010]
  • Marlene [1990-2000]
  • Micaela [1990-2009]
  • Mónica [1990-2011]
  • Natacha [1991; 1994; 1997; 2000; 2007; 2009]
  • Neuza [1990-1992; 1996; 1998-2000]
  • Paula [1990-2005; 2008; 2009]
  • Rosa [1990-1996; 1999; 2001]
  • Rute  [1990-2007]
  • Sabrina [1990-1994; 1996; 1997; 2000-2007]
  • Safira [2012]
  • Sandra [1990-2005]
  • Sandrina [1990]
  • Sarah [1999-2010]
  • Sílvia [1990-2001; 2003-2005]
  • Solange [1990-1996]
  • Sónia [1990-2003; 2006]
  • Stéphanie [1990-1995]
  • Susana [1990-2010]
  • Tânia [1990-2009]
  • Telma [1990-2003; 2008]
  • Vanessa [1990-2009; 2011]
  • Vânia [1990-2005]
  • Verónica [1990-2007; 2009; 2011]
  • Viviana [1998-2000; 2002]
  • Viviane [2011]
  • Weng [1997-1999]


Não imaginava de todo que fosse encontrar Elisa neste lote e surpreende-me que em 2003 tenham sido registadas 74 meninas com este nome! Elisa tem surgido associado a ao reaparecimento de Amélia, mas a verdade é que, afinal, está num percurso descendente e não ascendente, como cheguei a ponderar!