Os nomes que detestamos...

25.7.13


Quando o Nomes e mais Nomes começou a ter mais visibilidade, decidi que evitaria o mais possível destacar nomes próprios pela negativa, optando antes por chamar a atenção de nomes esquecidos ou desconhecidos mas que seriam adequados para os dias de hoje. Como devem imaginar, seria bem mais simples escrever um post de três ou quatro linhas que apontassem os motivos para não usar determinado nome e isso traria um tráfego muito superior, já que nada rende mais visitas do que uma boa polémica, mas creio que isso apenas originaria muita confusão e insultos e disso quero distância. 
Contudo, entendo a vontade de explorar o assunto e, assim como assim, a silly season já chegou, por isso vamos lá exorcizar os nossos preconceitos. Olhando para o top 100 de nomes mais usados em Portugal em 2012, quais são os nomes que não usariam por serem "bimbos" ou associados às classes mais desfavorecidas? Eu não usaria Lisandro nem Jéssica. 

60 comentários :

  1. Não vale a pena tapar o sol com a peneira... O preconceito sobre os nomes existe, como existe sobre tudo... infelizmente.

    Respondendo à questão, primeiro quero referir que a minha ideia de bimbos não passa pelo facto de se os nomes são estrangeiros ou escritos com k e y, não passa de todo por aí! Acho mais bimbos certos nomes portugueses que outros estrangeirados.

    Masculinos:
    Santiago - no topo porque para mim ganha o prémio, o bimbo mais moderno de todos os tempos :P
    Leandro
    Rúben
    Carlos
    Paulo
    Jorge
    Micael
    Lisandro
    Kévim - este ganha o prémio de bimbo mais estranho - não é pelo facto de ser estrangeiro, aceito a versão Kevin, mas adaptações de nomes estrangeiros deste género...Por amor da santa né!!

    Femininos:
    Jéssica
    Soraia
    Tatiana
    Cláudia

    Da lista feminina os que não usaria por achar bimbos são muito menos, em contrapartida não usaria outros por achar demasiado associado às classes altas:

    Francisca
    Constança
    Carlota
    Carminho

    ResponderEliminar
  2. Os nomes do top100 que mais associo a classes mais desfavorecida são:
    -Santiago (este é transvelsalmente usado, mas acho "bimbo")
    -Diego
    -Leandro
    -Samuel
    -Enzo
    -Marco
    -Micael
    -Ângelo
    -Lisandro
    -Sandro
    -Kévim
    -Emanuel

    -Luana
    -Yara
    -Iara
    -Kyara
    -Soraia

    Claro que é uma visão pessoal, e que muito provavelmente estará errada em muitos dos casos. E se os pais gostam, pois que vão em frente... acredito que um nome influencia a vida de uma pessoa, mas não creio que a determine!

    ResponderEliminar
  3. Nomes que eu não usaria de certeza do top 100 e quando oiço torço o nariz, mesmo que só interiormente. Não sei se a definição de bimbo é a mais correcta. Acho que não sobretudo nomes que associo a modas, tanto de classes mais baixas como mais altas, com alguns casos de nomes que nunca gostei como por exemplo Jorge.

    Masculinos:
    Martim
    Santiago
    Salvador
    Isaac
    Enzo
    Jorge
    Ivan
    Cristiano
    Micael
    Ângelo
    Lisandro
    Sandro
    Noah
    Igor
    Kévim
    Luca
    Wilson

    Pela variedade dos nomes, claro que não os escolheria por razões diferentes. Existem outros nomes no top 100 que tb não escolhia, mas que percebo que as pessoas escolham.

    Feminino:
    Constança;
    Bruna;
    Yara e Iara;
    Benedita;
    Carlota;
    Miriam;
    Nicole;
    Érica e Erika;
    Jéssica;
    Soraia;
    Tatiana;
    Débora;
    Kyara;
    Mia;
    Kelly;
    Naiara.

    ResponderEliminar
  4. Leandro
    Diego
    Rúben
    Fábio
    Micael
    Joel
    Lisandro
    Igor
    Sandro

    Lara
    Luana
    Iris
    Bianca
    Ariana
    Leticia
    Bruna
    Daniela
    Yara
    Nuria
    Iara
    Rafaela
    Alicia
    Miriam
    Mara
    Nicole
    Érica
    Melissa
    Soraia
    Luna
    Tatiana
    Yasmin
    Irina
    Fabiana
    Kyara
    Kelly
    Ângela
    Naiara
    Isis
    Petra
    Larissa


    ResponderEliminar
  5. Santiago > concordo,se ha nome da moda mais parolo é este.
    Rodrigo > outro.
    Martim, Afonso, Tomás > começaram por ser elegantes,mas agora cheiram mal, ricos pobres ciganos, chineses, tudo usa.
    Lisandro, Sandro e Leandro
    Kevim
    Manuel, António > se forem meninos ricos são muito chiques, se forem meninos pobres já são feios (detesto nomes assim )
    Bruno e Nuno
    Dário e Márcio, Hélder

    Matilde, Leonor, Beatriz > começaram por ser elegantes,mas agora cheiram mal, ricos pobres ciganos, chineses, tudo usa.
    Benedita, Constança, Carlota > a bimbalhice dos ricos :)
    Vitória > um nome bonito a tornar-se bimbo de dia para dia principalmente usado como 2º nome, uma pena.
    Érica, Jéssica, Nicole, Tatiana > feios, simplesmente isso.
    Patrícia, Andreia, Ângela, Cláudia, Liliana > pessoas pobres mas de imaginação,há nomes que deviam ficar parados no tempo.

    Obrigada Filipa. Gostei de fazer este "desabafo". lol

    ResponderEliminar
  6. Acho a associaçao de nomes a classes mais pobres ou a bimbos um pouco perigosa. Até porque a própria noção de bimbo é relativa e à nomes transvessais a tudo isso. Bimbo ou não bimbo, pobre ou rico, há nomes com os quais eu não simpatizo (ou porque associo a alguém que não gosto ou porque, simplesmente, não vou à bola com a sonoridade ou com a conjugação de letras)como:

    - Rute
    - Tânia
    - Soraia
    - Sílvia
    - Marisa
    - Cristina
    - Paula

    - Nuno
    - Rúben
    - Cláudio
    - Paulo
    - Rui
    - Aníbal

    Beijinhos a todos
    - Jorge

    ResponderEliminar
  7. Desculpem, Jorge faz parte da lista de que nao gosto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Quanto a "bimbos" não sei porque para mim é uma categoria nova mas os "nomes dos bairros" já foram todos destacados!

    ResponderEliminar
  9. Eu não usaria de certeza qualquer nome com K ou Y, a acrescentar, não utilizaria Iara, Jéssica, Tatiana, Fabiana,Luna, Luana, Leandro, Sandro, Santiago, Salvador, Afonso, Bernardo, Leonardo.

    ResponderEliminar
  10. Eu não gosto mesmo nada de nomes cheios de "y" e "k" e "w" (como Kevin, Yara, Kyara, Wilson e outros do género). Depois, há alguns que acho simplesmente feios: Fábio, Rúben, Tatiana, Vanessa, Jéssica, Bruna, Leandro, Sandro, Nicole e mais alguns que não me lembro. Finalmente, há alguns nomes que apesar de eu reconhecer que são bonitos, eu não poria num filho meu, como Martim, Diogo, Tiago,
    Tomás, Matilde, Beatriz. Estes últimos, não são nomes feios nem são bimbos, mas têm sido tão utilizados que estão vulgarizados e há muitos.

    E, rapidamente para responder à Mary que assina o primeiro post, quero só dizer que a ideia de bimbo não é igual para todos, claro. Como já escrevi por aqui, algures, tudo depende dos círculos onde nos movemos: há escolas onde um Rúben ou uma Soraia estariam completamente deslocados. Mas também há outras, onde um simples Manuel Maria, ou Lopo, ou Caetana, ou Maria do Carmo seriam motivo de chacota.

    ResponderEliminar
  11. Não concordo muito com a ideia de rotular certos nomes como "parolos", mas a realidade é que alguns soam a tal, pelo menos nos dias de hoje. Dentro deste grupo, na minha opinião, colocaria:

    Soraia
    Jéssica
    Bruna

    Lisandro



    Como já foi dito, também há aqueles nomes que até são bonitos e interessantes, mas que, de tão populares que se tornaram, perderam um bocadito a graça:

    Matilde
    Martim
    Leonor
    (etc...)

    ResponderEliminar
  12. Pela minha parte, tenho mais aversão a usar os 'nomes da moda' do que aqueles que possam ser associados a uma classe mais baixa. Não tenho filhos, mas se algum dia tiver estarão com certeza fora de hipótese todos os nomes presentes nos top 10 do ano anterior; acho que é uma desindividualização desnecessária ter 5 crianças na mesma turma com o mesmo nome.

    Para além dos nomes da moda, não usaria nenhuma 'aportuguezação' de nomes estrangeiros, como Kévim, nem um que fosse uma versão 'estrangeirada' de um nome português, como Diego.

    ResponderEliminar
  13. Quando penso nos nomes que não gosto, não são por me lembrarem as classes mais desfavorecidas, são por me parecerem bimbos (e considero muitos vips bimbos) ou por me soarem horrivelmente..
    Os que me lembro são:

    Femininos

    - Carlota
    - Carla
    - Constança
    - Sheila
    - Vanessa
    - Paula
    - Esmeralda
    - Frederica
    - Cátia
    - e quase todos terminados em -inda e -ina

    Masculinos:

    - Carlos
    - Paulo
    - Emanuel
    - e quase todos terminados em -indo , -ão e -ando.

    ResponderEliminar
  14. Um nome q com certeza não usaria em um filho seria Sebastião, fica na mesma categoria (pra mim) de Raimundo, Severino... e tbm tenho um pouco de aversão com nomes mto curto, Rui, Gil, Ivo.. estariam completamente fora da minha escolha.

    Nomes femininos sigo o mesmo pensamento, corto na hora nomes com 3 letras.. rs...

    ResponderEliminar
  15. Na minha opinião nomes parolos sao nomes mais que usados como Matilde, Leonor etc e tal! E claro também nomes que associo a parolitos, sendo eles de classe baixa ou alta pois há parolada por todo o lado.

    Ruben, Leandro, Micael, Angelo, Lisandro, Dário e Wilson.

    Matilde, Leonor, Luana, Letícia, Yara, Mara, Jéssica, Kyara, Kelly, Andreia, Angela e Erika.

    Os que nao gosto mesmo sao Ruben e Andreia :S

    ResponderEliminar
  16. Acho que fazia falta uma outra categoria, as dos nomes em desuso que muitas vezes passam de pais para filhos. Os meus vizinhos, que rondarão os 35 anos, resolveram dar os seus nomes aos filhos. Resultado: a menina tem um nome "normal" e até considerado elegante e o menino herdou um nome dos anos 70...

    ResponderEliminar
  17. Acho nomes de bimbo os seguintes nomes masculinos: Leandro,Ângelo,Daniel,Miguel,José,Hugo,Carlos,Marco,Jorge,Antonio,Manuel,Emanuel,Cristiano
    Femininos: Jessica,Vanessa,Cláudia,Soraia,Cassandra,Cátia,Cristiana,Marlene.

    ResponderEliminar
  18. Há nomes que desgosto sem ter nenhuma razão em especial mas não os acho bimbos ou bairristas mas há outros que associo de imediato às classes menos favorecidas, mau gosto, bairros sociais e bimbalhada em geral.

    Masculinos: Diego, Sandro, Samuel, Rúben, Leandro, Micael, Ângelo, Lisandro, Dário, Fábio, Cristiano, Wilson,Enzo, Ivan,Noah,Igor, Kévim, Luca ou Lucas, Emanuel e todos os nomes com K e Y.

    Femininos: Cátia, Vanessa, Marlene, Sóraia, Marisa, Nádia, Vânia, Kyara, Iara, Lara, Ísis, Jéssica, Bruna, Luana, Ariana, Tatiana, Fabiana, Miriam,Nicole,Érica, Débora, Cláudia, Kelly, Naiara, Mónica, Liliana, Letícia, Mara e mais alguns do género.

    Nomes mais associados a classes mais abastadas mas que se tornaram corriqueiros porque toda a gente usa: Matilde, Madalena, Laura, Leonor, Martim, Santiago e Salvador.

    Nomes mais associados as classes abastadas mas que gosto e usaria sem problema: Constança, Carlota, Francisca, Frederica, Carminho, Rosarinho, Francisco, Frederico, Vasco, Manuel, António (Manuel e António estão em todas as classes), Bernardo e Henrique.

    ResponderEliminar
  19. Eu cá não usaria nenhum destes nomes.

    Masculino: Rúben, Carlos, Micael, Lisandro, Sandro, Raúl, Dário, Wilson.

    Feminino: Iara/Yara, Núria, Nicole, Melissa, Irina, Fabiana, Luciana, Naiara.

    ResponderEliminar
  20. Até gosto de Dário e não acho que Daniel seja bimbo. Muita gente está a exagerar um bocadinho... :)

    Sheila dita à portuguesa é muito parolo, sim. Jéssica percebo que achem, mas como tenho uma prima linda com esse nome, vejo doutra forma. Acho muito parolo é Leonor, Tomás, Salvador, Santiago, Matilde, pois apesar de dantes não serem vistos dessa forma, hoje são-no porque tudo o que é mamã, seja cabeleireira ou fabril, dá esses nomes. Não sei, acho uma falta de originalidade e querer ser "chique"; sei lá, não percebo como alguém acha nomes chiques, mas então agora é que não são mesmo. Até os sítios mais pobres devem estar cheios de Tomás e Leonor, que praga. :)



    Por último, acho Tatiana parolíssimo. Pior mesmo só Tatiana Vanessa (conheço uma).

    ResponderEliminar
  21. Então os nomes de que eu não gosto:
    Para rapaz:

    Rodrigo (nunca gostei do nome e desde que se tornou popular acho-o ainda mais insuportável)

    Leandro,Rúben, Isaac, Fábio ( acho horrível e é o nome do meu melhor amigo que é uma pessoa fantástica. Lá está o nome não define as pessoas),Renato, Enzo, Ivan, Cristiano, Micael, Kevin, Edgar, Lisandro, Nelson , Kévim (que raio de nome meu deus), Igor, Mauro, Dário, Márcio, Hélder, Wilson, Luciano. São os que acho mais "bimbos", há falta de melhor palavra.
    Depois há certos nomes "normais" de que simplesmente não gosto: Xavier,
    Jorge, Ivo, Mário

    Para rapariga:

    Mariana, Joana, Rita (passei a vida a ouvir tanto estes três nomes que acho que nunca seria capaz de os dar a uma filha)

    Luana, Bruna, Iara/Yara, Mara, Érica/Erika/ Erica, Jéssica, Juliana, Tatiana, Tânia, Vânia, Vanda, Fabiana, Kyara, Nádia, Soraia, Márcia, Luciana, Kelly, Andreia, Renata, Naiara, Cátia, Vanessa, Sheila são nomes que considero "bimbos".

    ResponderEliminar
  22. Bem, já foram ditos todos os nomes q acho bimbos n vale a pena repetir. Só lamento q hajam nomes q até são bonitos e tenham esse rotulo de bimbos, pode parecer contraditório mas acho estes nomes "bimbos" bonitos embora n os usasse:
    Samuel
    Isaac
    Noah
    Luana
    Íris
    Bianca
    Letícia
    Núria
    Melissa
    Irina
    Petra

    Embora compreenda e concorde q sejam vistos como bimbos, pq infelizmente são mt usados por pessoas bimbas, mas acho os nomes em si bonitos, e tenho uma certa pena q tenham esse rotulo!

    ResponderEliminar
  23. Por favor, alguém pode esclarecer o que significa bimbo? Alda, leitora brasileira que nada está entendendo..

    ResponderEliminar
  24. Na verdade acho um bocado chocante que estes "nomes que detestamos" sejam tão directamente associados a classes baixas, logo, bimbos. Na verdade (e perdoem-me a sinceridade) o que me parece uma atitude bimba é excluir um nome para dar a um filho por se considerar que é típico de classe baixa.
    Há muitas razões para não se gostar de nomes, se calhar na maioria instintivas e difíceis de atribuir uma razão racional. Pessoalmente poderia dizer que não gosto de nomes "demasiado usados"; mas se calhar não gostar não é o melhor termo - não será mais enjoar? Se não fossem tão usados se calhar gostava. Não gosto de nomes cheios de y, w, k, não por causa de quem eventualmente os use mas acho visualmente feia a grafia. O aportuguesamento de nomes estrangeiros também acho bastante feio. Depois existem nomes que se calhar associo a pessoas de idade e simultaneamente não gosto da sonoridade, por isso seriam impensáveis para um filho. Os nomes que dei aos meus filhos, de certeza são partihados por pessoas de classe baixa, por pessoas de classe média e por pessoas de classe alta. Devo dizer que nas minhas escolhas esse factor me foi perfeitamente indiferente.

    ResponderEliminar
  25. Ah, e os nomes associados a figuras religiosas e à religião não gosto também por não ser uma pessoa religiosa, logo penso não fazerem sentido (para mim) para nomes próprios dos meus filhos.
    Então não gosto:
    Santiago, Salvador, Bernardo, Leandro, Rúben, Matias, Carlos, Isaac, Fábio, Ivan, Sebastião, Cristiano, Micael, Kevin, Lisandro, Sandro, Nelson, Igor, Kévim, Benjamim, Raúl, Emanuel, Márcio, William, Wilson.
    (Note-se que se estivéssemos em Inglaterra consideraria William um nome bonito... ou se tivesse pais ingleses... talvez manias, mas cada um tem direito às suas). Kévim ganha o prémio do pior.
    Meninas: Bianca, Letícia, Bruna, Yara, Núria, Iara, Benedita, Vitória, Alícia, Nicole, Jéssica, Melissa, Soraia, Victória, Tatiana, Débora, Fabiana, Kyara, Mélanie, Kelly, Erika, Safira, Larissa. O pior, talvez Jéssica. Mas menos destacado que o pior masculino.

    ResponderEliminar
  26. A minha lista" Não, obrigada":

    - Nomes "supostamente" classe alta:
    Carlota
    Caetana
    Francisca
    Frederica
    Vitória
    Martim
    Tomás

    - Nomes "supostamente" artísticos com Maria:
    Maria + nome masculimo - ex: Maria Gil, Maria David, Maria Manuel

    Maria + substantivo/adjectivo "etéreo" - ex: Maria Alecrim, Maria Saudade

    - Nomes religiosos de forma literal:
    Salvador
    Santiago

    - Nomes desactualizados:
    Rute, Soraia, Bruna, Patrícia, Andreia, Tatiana, Vanessa, Cátia
    Carina, Sandra, Débora, Tânia, Vânia, Rubén, Fábio, Márcio, Marco

    - Nomes- diminutivos, estrangeiros aportuguesados, etc
    Mel
    Noah/Noa
    Mia
    Yara/Iara
    Lia
    Jéssica
    Enzo, Kenzo, Diego
    Sheila
    Aléxia, Aléxis

    Há mau gosto e nomes bimbos em todo o lado. E depois há as modas. Não vejo problema nenhum uma Sandra andar na casa dos 30 anos, ou Patrícia, Andreia, etc, esses nomes em 2013 é que me parecem fora de moda. Para mim uma Carlota Maria ou uma Maria Francisca está ao nível de uma Cátia Vanessa. :)


    ResponderEliminar
  27. Concordo com a Brites.
    Agora, ao ler estes comentários, até fiquei confusa sobre o real significado de bimbo/parolo... Eu apenas discriminei nomes que "detesto" pq era o titulo do Post, mas a maior parte respondeu à segunda parte dos nomes que detesta relacionados com as classes mais pobres. Eu gosto de alguns poucos nomes muito associados a essas classes, gostava era de saber se as pessoas detestam MESMO pelo som do nome, ou se é por serem nomes populares, ou por serem associados a certa classe(baixa ou alta), porque são coisas completamente diferentes. Talvez seria interessante uns posts com as perguntas : Quais os nomes que gosta e não gosta associados a classes mais desfavorecidas? e a mesma pergunta em relação às classes altas ;)

    ResponderEliminar
  28. Acho que cada uma de nós poderia apresentar diversos motivos para não gostar dos nomes que indicamos mas a verdade é que, salvo algumas excepções, os nomes do top 100 mais rejeitados tendem a repetir-se.

    À partida, nenhuma de nós dirá que não usará determinado nome porque é nome de pobre. Diremos apenas que não é o nosso estilo, que não nos identificamos com eles. Mas não é o nosso estilo porquê? :)Isso é que depois é difícil de verbalizar e acaba por reduzir-se a questão ao "nome bimbo" ou "nome de pobre"...

    ResponderEliminar
  29. Acho que tem razão Filipa, é mais o não conseguir explicar o porque de não gostar. Eu, querendo ou não associo as Rutes, Marlenes, Cátias,Tatianas, Vanessas... Às cantoras e cantores pimba e por consequência as classes mais baixas que são maioritariamente os apreciadores desse género musical. E não é possível ignorar que são efectivamente (com raras excepções)nomes mais predominantes nessas classes sociais. Eu nunca usaria porque não gosto da sonoridades e da associação que faço e acima de tudo porque aprecio mais os nomes mais clássico e religiosos.

    ResponderEliminar
  30. Muitos nomes aqui ditos não escolheria, mas não por serem ligados às classes desfavorecidas mas por não gostar deles.
    Nunca deixaria de usar um nome apenas por estar ligado a isso, se caso gostasse muito do nome.
    Pior que nomes de classes desfavorecidas, acho que são os nomes com um certo ar de riqueza, como já foram referidos alguns, salientando Carlota, Caetana, Maria Francisca, Manuel Maria, António Maria, Dinis Maria (...)
    As pessoas dos bairros sociais podem ser pobres ou bimbas mas ao menos não se fazem de maiores e nunca vamos encontrar lá nenhum desses nomes.
    Há outras pessoas pobres, que são os pobres disfarçados, e uma das maneiras de disfarce é os nomes que dão aos filhos. Aquelas pessoas que dentro de casa comem atum e salsichas e fora de casa comem sushi, se é que me faço entender! Pois que para mim essas (e os nomes que usam), são bem mais bimbas que os pobres dos bairros sociais, que esses são o que são, e pronto!
    MIL vezes uma Iara do que uma Carlota!

    ResponderEliminar
  31. Não entendo a agressividade geral quanto aos nomes considerados mais chiques. As pessoas acham determinado nome chique mas se alguém o escolhe, é quase um crime. Então se a pessoa é pobre, não pode gostar de Carlota. Está condenada a ter uma Iara, pronto! Mais: para (determinada, graças a Deus...) opinião pública, quem escolhe determinados nomes está sempre condenado. Se é rico, é porque se está a armar em bom; se é pobre é porque se está a pôr em bicos dos pés. E nem lhes passa pela cabeça que os pais simplesmente GOSTEM de certos nomes. Não! É só para se armarem...O mais engraçado é que as pessoas verdadeiramente chiques, usam nomes sempre muito clássicos e simples, nomes que vêm desde o primórdio da História de Portugal. Francisca era um nome muito comum no tempo das minhas avós e perfeitamente transversal. Mas agora, as pessoas ficam absolutamente transtornadas se veem uma família mais humilde com uma miúda Francisca . Portanto, concluo que quem critica é que fomenta verdadeiramente o elitismo. Acham Jéssica e Tatiana feios, mas acham mais "honesto" que os pobres os usem. Porque uma pessoa humilde não pode fugir à mediocridade reinante e ter bom gosto. Tanto julgamento, tanto preconceito!...

    ResponderEliminar
  32. Teresa, concordo em parte com o que escreveu, mas se não reparou há aqui muita mais agressividade quanto aos nomes "pobres".
    Eu gosto de diversidade, e não gosto que nas classes mais altas, ou no chamado Jet7, a escolha se limite a uns 10 nomes... e acho que isso tem muito que se lhe diga.

    ResponderEliminar
  33. Teresa, tem toda a razão, o preconceito não é só feroz em relação aos nomes de pobres, é também muito acentuado em relação aos nomes dos ricos - aliás, a utilização dos "nomes bem" por alguém da classe média é até visto como pretensioso.
    Mas continuo a bater na mesma tecla: acho mais ofensivo ser acusado de escolher/ter um nome parolo ou de pobre, do que escolher/ter um nome de rico...

    ResponderEliminar
  34. Pois, isso mesmo, o meu post foi em desagrado desse preconceito, precisamente. No fundo, que o critério de escolha de um nome tenha como fundamento a riqueza ou a pobreza a que ele possa ser associado. Ayé porque como isso é dinâmico o que é agora já não é amanhã. Mas claro que será pior ouvir ou pressentir "chamas-te assim? és menino pobre..." do que "chamas-te assim? és menino rico..."

    ResponderEliminar
  35. Por acaso não acho que os nomes chiques sejam poucos. Até porque acho que as pessoas verdadeiramente chiques escolhem nomes simples. Quer nome mais chique que António Maria? Ou Maria do Carmo? E no entanto, há alguma coisa de complicado neste nomes, tão banais, tão portugueses, tão antigos? Para mim, as coisas são simples: as pessoas chiques, ou "bem" (não digo ricas, porque a aristocracia nem sempre está associada ao dinheiro) defendem-se sempre com os nomes tradicionais e/ou de pendor religioso, com mais Marias ou menos Marias à mistura. Depois há, de facto, pessoas mais humildes, que se caracterizam por um gosto pouco refinado, que acham que quantos mais "K" e "Y" puserem nos nomes, mais modernas ficam. São pessoas que, regra geral vão buscar inspiração nos nomes usados no Brasil onde, como sabemos, "vale tudo". E depois, há um conjunto de pessoas que podem não ser aristocratas nem morar na Quinta da Marinha, mas têm bom gosto e gostam dos nomes do primeiro grupo. Porque é que se tem de partir do princípio que isto é pretensiosismo? Não pode ser só bom gosto? Não pode ser só um desejo (perfeitamente legítimo, diga-se) de que os seus filhos venham a ter um nome que os dignifique e que não os embarace no futuro?
    Este preconceito, quanto aos nomes considerados chiques é muito pior do que o preconceito quanto aos nomes considerados parolos, porque estratifica as pessoas de forma cruel. Se a duquesa de Bragança, num assomo de loucura, resolvesse ter uma filha Jéssica, as pessoas não ligavam bóia, mas se uma pessoa modesta resolver ter uma filha Maria Francisca, como a filha da Duquesa, fica logo rotulada de pretensiosa que vive acima das suas possibilidades.

    ResponderEliminar
  36. A diferença das classes sociais, muitas vezes não está nos nomes que usam, mas sim na maneira como os usam.
    Se dum lado podemos ter uma Leonor Patricia ou Diogo André, nas classes mais altas teriamos uma Maria Leonor e um Diogo Maria.

    Os nomes chiques e bimbos até podem ser os mesmos, depende da perspectiva.

    ResponderEliminar
  37. Teresa, vai-me desculpar mas se existe preconceito aqui, é igual para os dois lados... Não faz sentido nenhum agora dizer que é mais preconceituoso chamar a certos nomes, nomes de rico... do que nomes de pobre e parolos a outros.
    Senão permita-me pegar no seu texto e fazer umas alterações...

    «Não entendo a agressividade geral quanto aos nomes considerados mais pobres. As pessoas acham determinado nome pobre e se alguém o escolhe, é quase um crime. Então se a pessoa é rica, não pode gostar de Iara. Está condenada a ter uma Carlota, pronto! Mais: para (determinada, graças a Deus...) opinião pública, quem escolhe determinados nomes está sempre condenado. E nem lhes passa pela cabeça que os pais simplesmente GOSTEM de certos nomes. Não! É só porque são bimbos e parolos...O mais engraçado é que as pessoas pobres, também usam nomes muito clássicos e simples. Mas agora, as pessoas ficam absolutamente transtornadas se veem uma família mais fina com uma miúda Iara. Portanto, concluo que quem critica é que fomenta verdadeiramente o elitismo. Acham Carlota e Francisca chiques, e acham mais "apropriado" que a classe média/alta usem esse tipo de nomes. Porque uma pessoa rica não pode fugir à grandiosidade reinante e ter bom gosto. Tanto julgamento, tanto preconceito!...

    Este preconceito, quanto aos nomes considerados pobres é muito pior do que o preconceito quanto aos nomes considerados ricos, porque estratifica as pessoas de forma cruel. Se a Luciana Abreu, num assomo de bom gosto, resolvesse ter uma filha Maria, as pessoas não ligavam bóia, mas se uma pessoa rica e fina resolver ter uma filha Lyonce Viiktórya, como a filha da Luciana Abreu, fica logo rotulada de bimba e parola.»

    Conclusão:
    Há quem não goste de nomes de pobre e quem não goste de nomes de rico e o preconceito é exactamente o mesmo, simplesmente porque o preconceito não se mede... Ai tu tens mais preconceito que eu... Disparate... Após mais de duas dezenas de comentários a mandar abaixo nomes de pobre, tudo muito calmo, vem um a mandar abaixo nomes de rico e caiu o carmo e a trindade.
    O que é que é o verdadeiro preconceito afinal?
    Cada um tire as suas conclusões, a minha abordagem a este interessante tema, fica por aqui :)

    ResponderEliminar
  38. Caro anónimo das 13.26, está a esquecer-se duma coisa muito simples: é mais vulgar encontrar uma família modesta com um nome chique do que uma família aristocrata com uma Tatiana Vanessa. O exemplo que eu dei da duquesa de Bragança é uma hipótese no limite do surrealista, pois ela NUNCA poria a uma sua filha, o nome de Jéssica ou Soraia Carina. Já o contrário é mais vulgar pois parece-me que todos nós conhecemos famílias de condição humilde com Afonsos e Franciscas.
    E são esses que você criticou no seu primeiro post, como se por serem pobres não pudessem gostar dum nome de rico: ao advogar essa política mesquinha de "cada macaco no seu galho", está instalado um fosso intransponível entre nós. Bem vê, eu sou bastante mais democrática e inspirada na sua última frase, eu digo: MIL vezes um António Maria pobre do que um Kevin, seja ele rico ou pobre.

    ResponderEliminar
  39. Para mim é mais fácil dizer os que acho que não estão associados a nenhuma classe social em particular ou a chiqueza e parolice em demasia (abomino uns e outros de igual modo):
    (Da lista)
    João
    Francisco
    Miguel
    Diogo
    Tiago
    Guilherme
    Pedro
    Gabriel
    Rafael
    David
    Lucas
    Salvador
    André
    Henrique
    Eduardo
    Luís
    José
    Mateus
    Ricardo
    Filipe
    Hugo
    Xavier
    Artur
    Renato
    Tomé
    Valentim
    Jaime
    Benjamim
    Raúl
    Emanuel
    Gaspar

    Maria
    Mariana
    Ana
    Inês
    Carolina
    Margarida
    Sofia
    Joana
    Diana
    Rita
    Laura
    Sara
    Alice
    Eva
    Catarina
    Clara
    Gabriela
    Marta
    Camila
    Filipa
    Bárbara
    Ema
    Raquel
    Helena
    Luísa
    Júlia
    Teresa
    Lia
    Isabel
    Juliana
    Eduarda
    Alexandra
    Mia
    Vera
    Anita
    Violeta
    Valentina
    Salomé
    Lorena
    Isabela
    Aline
    Safira
    Flor

    ... Para mim são estes (e outros que não estão na lista) os nomes mais bonitos que existem, livres de rótulos , bonitos, alguns elegantes mas não demasiado chiques ou conotados, outros simples mas não feios (a beleza da simplicidade...sempre!), outros mais incomuns, mas não a roçar o piroso.
    Tudo resto, dispenso.

    ResponderEliminar
  40. Realmente eu concordo com a Teresa. Isto têm muito que se lhe diga, acima tanto mencionei nomes ditos chiques, como associados a classes mais baixas.

    Dos nomes ditos chiques, há alguns que não gosto mesmo, Constança, Carlota, Benedita, Martim. Há outros que gosto, mas que não usaria porque estão muito batidos.

    Por acaso não concordo nada com a ideia que uma pessoa de classe média/média baixa quando escolhe o nome Francisca para uma filha esteja a ser pretensiosa. Acho o nome Francisca muito bonito e não o associo a nenhuma classe em especial, para mim está ao nível de Carolina, Teresa, etc., nomes que sempre ouvi entre todas as pessoas.

    Além do mais, na verdade as pessoas quando escolhem o nome dos filhos nem sequer pensam se é nome de pobre, rico, etc. Digo isto porque a maioria das pessoas que conheço escolhem nomes que estão na moda, porque são os nomes que ouvem em todo o lado. E muitas vezes as pessoas nem têm noção disso.

    E isto é tão verdade que quando perguntava aos meus pais porque me chamaram Sónia, a resposta era sempre porque gostavamos. E gostavam basicamente porque estava na moda e havia imensas Sónias.

    ResponderEliminar
  41. Eu não sei onde é que eu disse que os pobres não podem escolher nomes de rico... Eu disse que eles, no geral, NÃO ESCOLHEM! Essa é a grande diferença! Mas PODEM, claro!!! E é pena que não escolham, porque senão eu queria ver em que categoria estava Carlota e Francisca agora! lol!!
    O que eu detesto são os falsos ricos que além de outras coisas, usam os nomes dos filhos para parecerem mais..
    Porque os pobres quando escolhem nomes dos filhos é porque gostam dos nomes, gostam dos Y e dos K acham aquilo bonito, e os falsos ricos, são aqueles que pensam assim "vou escolher um nome de rico, para parecer rico" e depois escolhem por ex. Carlota...sim eu não gosto de Carlota, é parolo e associo aos falsos ricos ou aos ricos com mau gosto.
    Eu sou preconceituosa sim,mas para com os falsos ricos, não só em nomes. Em tudo. Sim. Detesto a falsidade. Prefiro a humildade. Detesto a exuberância, prefiro a simplicidade.
    Não gosto de nomes chiques e de ricos, não gosto e pronto. Tenho tanto direito como vocês que não gostam de nomes de pobres, acho. E simplesmente não concordo que seja acusada de ser mais preconceituosa que vocês! Hipocrisia.
    Mas deixo a questão no ar, para reflexão, porque é que uma pessoa que não gosta de nomes de rico, é mais atacada que uma que não gosta de nomes de pobre. Mais uma vez cada um tira as suas conclusões e depois verá ou não onde está o maior preconceito.
    É melhor ficar por aqui por respeito à autora do blog que não quer polémicas, não vou mesmo alongar mais. Se quiser, Teresa, leve a bicicleta porque eu não a quero! :D :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  42. Eu simplesmente detesto os nomes: Carla, Cristina, Cátia, Susana, Paula, Paulina, Guida, Carina, Micaela, Soraia, Carlota...
    Edgar, Humberto, Igor, Ivan, Rodolfo, Rúben, Alfredo, Gregório,...etc

    ResponderEliminar
  43. Não gosto de Isaac e Simão.
    Nem dos Marianas, Adrianas, Lucianas, Tatianas...

    ResponderEliminar
  44. Caro anónimo das 13.26, nem polémica nem bicicleta. Campeonatos diferentes...

    ResponderEliminar
  45. Anónimo deixe lá não se explique serviu a carapuça a alguém!! kkkkkkkkk

    ResponderEliminar
  46. Seria Incapaz de usar Mia, Lia, Liz, Luz, Flor, Mel, Jasmim, Noa, Noah...

    ResponderEliminar
  47. Xinapá! Assim é que eu gosto*** Ideias e mais ideias,confrontos de ideias, Parabéns Filipa! Muito bom.

    Quanto a mim, concordo que há nomes "bimbos"/parolos em qualquer estrato social. O meu Rei da parolice é, sem dúvida, Rúben. Porque regra geral nem os próprios pais sabem dizer o nome... Quando oiço a mãe dizer " ai o meu "Rúbanee", até se me faz pele de galinha (e olhem que são quase todas!)Simplesmente pavoroso e acho que este é uma escolha consensual para a maioria dos que aqui deixaram testemunho. A minha Rainha da parolice é.... Constança! Porquê? Sejam ricos sejam pobres, hão de ter sempre uma Tan(s)a lá em casa. E quem é que quer ser Tansa? Tansinha então... (é suuper beeem).
    As listas seriam intermináveis, porque muitas vezes as pessoas confundem os nomes que não gostam, com os que são feios e com os que são tão maus, tão maus que nem há forma de classificar.
    Sei lá, eu não gosto de Rafael nem Gabriel, nem de qualquer nome acabado em "el", mas isso é embirração minha, não me parece que sejam "bimbos" por isso. Asdrúbal, Secundino e Aníbal para mim, são feios, mas não são "bimbos". Bimbos para mim são as Lyonces Viktóryias, Cátias Carinas, Tatianas Vanessas, Micaelas, Jéssicas, e por aí fora. Luna, Nina, Matildes Estrelas e Afonsos Luas ou Luzes, ou Maria do Alecrim, do Poejo e da Azeitona, enfim, é demasiada imaginação para mim. Respeito imenso quem goste, mas por uma questão de lógica não consigo compreender porque é que alguém se pode chamar Maria Cereja e não se pode chamar Maria Abacaxi, se a minha preferência fosse por esse fruto. É ridículo Maria Abacaxi? Maria do Pêssego? Porque não Afonso Papaia? ou Pedro Banana? Mas Cereja e Romã já pode, que é fofinho... Enfim. Incongruências.
    Só para terminar, e isto só mesmo a título pessoal, eu que até gosto de dois nomes próprios não consigo deixar de achar mesmo "bimbas" algumas combinações dos anos 70/80 (onde eu própria me incluo!) É o Cajó, o Cabé, o Camané, a Marilu... Ai tantos Miguel Ângelo, tantos Jorge Manuel, Fábio André, tantas Carlas Alexandras, Cátias Vanessas, Sónias Paulas, Susanas Cristinas...

    Ai!!! Que bom poder desabafar! lol

    ResponderEliminar
  48. Nomes que não gosto (top 50 - 2012)

    Masculinos:
    1. Rodrigo
    2. João
    3. Afonso
    4. Francisco
    5. Gabriel
    6. Santiago
    7. Rafael
    8. Duarte
    9. David
    10. Dinis
    11. Gustavo
    12. Simão
    13. Lucas
    14. Daniel
    15. André
    16. António
    17. Vasco
    18. Lourenço
    19. Manuel
    20. Henrique
    21. Vicente
    22. Leandro
    23. Eduardo
    24. Luís
    25. Alexandre
    26. Rúben ("bimbo")
    27. Mateus
    28. Nuno
    29. Hugo
    30. Rui
    31. Carlos

    Femininos:
    1. Matilde
    2. Leonor
    3. Mariana
    4. Beatriz
    5. Ana
    7. Laura
    8. Francisca (odeio este nome)
    9. Mafalda
    10. Íris
    11. Eva
    12. Gabriela
    13. Letícia
    14. Bruna
    15. Daniela
    16. Rafaela
    17. Vitória
    18. Júlia

    ResponderEliminar
  49. Eu e o meu marido não estamos a chegar a nenhum acordo!
    O nosso problema é que gostamos muito dos nossos primeiros nomes: Rita e Gonçalo e nao arranjamos nomes que gostemos mais que estes. Então em corrida estão:
    André, Pedro, Francisco ou Bernardo
    Raquel, Catarina ou Margaria

    Daqui a uns dias temos de cortar uma das listas.

    Eu preferia manter Rita ou Gonçalo, mas futuramente seria uma complicação...

    ResponderEliminar
  50. Rita e Gonçalo são nomes que continuam muito actuais, por isso é bastante compreensível! É uma opinião muito pessoal, mas eu não sou a maior fã de filhos com nomes dos pais... Quanto às listas, gosto muito de todos os nomes! :)

    ResponderEliminar
  51. Rita é um nome que não gosto, conheço inúmeras ao longo da vida, com todas as idades, desde idosas a crianças.~
    Sóraia ou Cátia Vanessa é um nome que identifico com o tal conceito de bimbo. Rúben e que tais, idem.

    ResponderEliminar
  52. Eu nao gosto nada de Veronica, Monica, Mafalda....por conhecer pessoas de quem nao gosto se chamarem assim...

    ResponderEliminar
  53. Nomes que eu não usaria
    - Benedita
    - Carlota
    - Eduarda
    - Fabiana
    - Francisca
    - Luana
    - Luciana
    - Matilde
    - Micaela
    - Mónica
    - Neuza
    - Olívia
    - Rafaela
    - Solange
    - Vanessa

    Rapaz
    - Alexandre
    - Cristiano
    - Eduardo
    - Frederico
    - Gabriel
    - Ivan
    - Juliano
    - Leandro
    - Lucas
    - Máximo
    - NUNO
    - Renato

    ResponderEliminar

  54. Eu odeio qualquer nome cheio de K's, Y's, L's e H's desnecessários, principalmente em meninas. Acho uma frescurada da p.o.r.r.a e uma breguice sem tamanho.
    Ja eliminando isso, esses são os nomes que eu realmente detesto, apesar de sua alta popularidade aqui nas terras brazucas...
    Piás: Bruno, David, Cauã/ê, Lorenzo/Enzo, Vitor, Benjamin, Lucca, Antonio...
    Gurias: Julia, Isabela, Jessica (estou pasma com tantas pessoas que tambem odeiam Jessica aqui nos comentários,inclusive a dona do blog! Eu achava que era a unica q detestava esse nome!) Giovanna, Sara/h (sim, nao gosto, podem me matar) Larissa (nome da minha melhor amiga, mas nao gosto do nome hahahah) Camila, Emanuela, Natália.
    Alem disso, eu geralmente tenho preconceito com nomes que começam com "D" e "R". São minhas iniciais menos favoritas ever!! Dulce e Rosa são os unicos nomes com essas iniciais que se salvam pra mim.
    Por falar nisso, o blog possui algum post/discussão sobre letras de alfabeto favoritas e menos favoritas para nomes? Pensando nisso agora, eu acho um tema divertido a ser discutido! :)

    ResponderEliminar
  55. O que vocês acham do nome Isabelle?

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)