Mel: aprovado ou não como nome feminino?

21.5.12


Já falamos aqui disto muitas vezes, mas hoje trago uma informação que pode dar esperança a muita gente: no fórum De Mãe para Mãe, uma mamã anunciou que conseguiu registar a sua bebé com o nome Mel, no Hospital do Barreiro. Pelo que me foi informado, nenhum elemento do casal tem dupla nacionalidade e Mel foi mesmo usado como primeiro nome. Deixo aqui o link para quem quiser aceder e até tentar entrar em contacto com a mamã, para possíveis esclarecimentos. Não percebo nadinha de nada de leis, mas já ouvi dizer que há advogados muito competentes em Portugal... 

15 comentários :

  1. Acredito que se as pessoas fizerem barraco possam colocar o nome que quiserem. Não é admitido porque sei que desde essa data já houveram imensos pedidos para colocar esse nome em meninas que foram negados.
    Claro que se fores a funcionaria do registo e chegar lá alguém a fazer barraco e te falar de forma bruta e arrogante, para por um nome das duas uma ou chamas a Segurança/Policia ou cedes e registas o nome!
    Não me estou a ver chegar tão longe para colocar um nome a ponto de ser bruta, arrogante e fazer barraco. Não é preciso mais esclarecimentos depois do que li. Nem me parece que tenham andado advogados à mistura.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a opinião da Ana. Todavia acho que havendo histórias de portugueses que conseguiram registar com Mel torna-se mais difícil proibir...

    Conheço uma história, de um casal que tentou registar uma bebé como Constância em 2007 e no registo disseram que tinha de ser Constança. Mas os pais provaram que a bisavó da bebé era Constância e era portuguesa, então o registo aprovou...

    Provavelmente, se se conseguir provar que já nasceram Mel(s) meninas portuguesas, também se consiga registar...

    ResponderEliminar
  3. Só mais uma coisa... Não podemos/devemos acreditar em tudo o que lemos na internet. Acho estranho essa utilizadora do Fórum estar registada desde 22/10/2010 e só ter 5 mensagens, 3 das quais a falar do nome Mel e outras 2 insignificantes. Esse fórum normalmente as mães têm participação frequente, expõem as suas duvidas, não me parece que faça sentido que uma mãe se registe e só tenha 5 mensagens em 2 anos e 3 só para falar do nome da criança... sou utilizadora desse forum e infelizmente o que não faltam aí são nicks falsos e pessoas que se fazem passar por mães, histórias inventadas...Talvez por isso já não acredito em tudo que leio.
    Até pode ser verdade, mas se viesse de uma utilizadora credível estaria mais segura da veracidade assim não...

    ResponderEliminar
  4. Ups... Não era bem isso que eu queria dizer! Paz e amor é o meu lema!!! :D O que quis dizer é que, havendo um caso em que o nome foi aprovado, um advogado poderia fazer bom uso dessa informação!
    É bem verdade que nem tudo o que reluz é ouro, mas eu não tenho motivos para duvidar da informação que a senhora prestou...

    ResponderEliminar
  5. HEHE! Pois realmente não percebi isso, pensei que achava que a senhora recorreu a um advogado :D
    Mas como a Xoru disse nem é preciso, basta pedir à senhora que faça o favor de disponibilizar uma cópia do BI da filha e levar ao registo...Eles assim são obrigados a aprovar aquele nome!
    Eu também não tenho razões para duvidar da senhora, mas também não tenho razões para duvidar do IRN que tem sido muito determinado em NÃO aprovar o nome Mel em meninas. Não devem ser poucas as pessoas que chegam ao registo com esse nome.

    ResponderEliminar
  6. O Tiago Monteiro tem outra nacionalidade além da portuguesa? Os filhos que ele tem com a Diana Pereira chamam-se Mel e Noah.

    ResponderEliminar
  7. Paulo, já temos falado disso aqui no blog e já percorremos quase todas as teorias :)
    Mais recentemente, uma leitora que se identificou amiga de uma amiga da Diana afirmou que a pequenita se chama Maria Mel.

    http://nomesportugueses.blogspot.pt/2009/09/nome-do-cor-de-rosa-mel.html

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde
    Antes de mais parabéns pelo blog.
    Estou a escrever porque tenho andado numa "batalha" para tentar perceber se posso colocar Mel á minha filha.
    Eu estou grávida de um casal de gémeos, já tenho uma menina chamada Ema.
    Agora queria que esta menina se chamasse Mel, já contactei tudo e mais alguma coisa, e a resposta é sempre a mesma: MEL não pode ser usado numa menina como primeiro nome nem há nenhum registo de uma Mel, do sexo feminino, filha de pais portugueses. Todos os telefonemas que fiz deram a mesma resposta, acredito neles, e não vou insistir mais! Duvido por isso da veracidade da informação deste post.

    Agora só precisava de uma ajuda(ou duas), porque continuo a querer o nome Mel, como 2º nome está completamente fora de questão. Sendo assim as hipóteses são Melina, Melinda ou Melissa

    Qual dos 3 gosta mais?
    E já agora se não for pedir demais, preciso de sugestões para o nome do menino sendo que as irmãs serão Ema & Mel.
    Obrigada

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Sandra!
    Antes de mais, parabéns pelos gémeos, acho o máximo :D
    Lamento mesmo que não possa usar o nome que tanto queria para a sua filha :( Desde o momento que escrevi esse post, a lista de nomes aprovados já foi actualizada duas vezes sem que Mel sofresse alterações e por isso já tinha sérias dúvidas sobre esta informação, mas deixei ficar o post porque poderá haver algum interessado que tenha contactos no dito hospital e consiga confirmar se é verdade ou não.

    Quanto aos nomes indicados, a minha preferência recai sobre Melissa mas devo dizer-lhe que tenho recebido algum feedback negativo a propósito do nome, que aponta para uma vulgarização do mesmo.
    Também gosto bastante de Melina e acho que se enquadra muito bem junto das Carolinas e Madalenas; a acrescentar a isso, acho que é o mais próximo do estilo de Ema.

    Para o nome do menino, estas são as minhas sugestões:

    Gil
    Artur
    Jaime
    Luís
    Nuno
    Tomé
    Matias
    Samuel
    Benjamim
    Marcelo

    ResponderEliminar
  10. Obrigada, depois de pensarmos já está escolhido será Melina.
    O que foi mais dificil foi o nome para o menino, nenhuma dessas sugestões nos "encheu as medidas".
    Como nós temos queda para nomes não admitidos, um nome que gostámos muito é Gael - não é possível.

    Será Lévi.

    ResponderEliminar
  11. Sandra, obrigada por ter regressado para nos contar as novidades - acho que são escolhas muito acertadas! Muitas felicidades! :)

    ResponderEliminar
  12. Sandra gostaria que voltasse para saber se voltou a lutar e se tentou que a sua filha se chamasse Mel.
    Isto porque há anos que decidi que a minha filha se chamaria Mel. E agora quando engravidei e vi que não é aceite fiquei chocada! No entanto há aqui um pormenor que eu preciso de confirmar ainda. O meu marido é brasileiro. Por isso acho que posso. Já enviei email para o IRN e espero resposta.
    o que me faz chegar a uma conclusão: teria que ser com o meu marido. Há anos que já existe a Mel na minha vida no plano espiritual. Estou com ele há um ano e se de facto eu puder chamar-lhe de Mel, é porque só teria de vir agora o meu primeiro filho.

    ResponderEliminar
  13. Se tem pai estrangeiro pode :) tem é que passar pela papelada e (se calhar) pagar algum dinheiro...

    ResponderEliminar
  14. Eu quero ver quem me vai proibir de pôr o nome que quero á minha filha. quer dizer se for um estrangeiro qualquer pode pôr nomes que nem sequer se consegue entender mas um portugues pôr o nome que quer já não pode?! Deve de ser verdade!!! Se temos Tiago Monteiro e Diana Pereira ambos portugueses sem qualquer outra naturalidade a porém á filha mais nova, em 2008, Mel como nome próprio sem mais qualquer outra distinção então eu lá quero ver qual vai ser a desculpa quando eu for registar a minha filha.

    ResponderEliminar
  15. Boa noite! Eu tenho três filhas, sendo que a mais velha chama-se Melissa, pois à 18 anos atrás, não nos foi permitido colocar o nome Mel. Melânia estava fora de questão e Melissa foi a nossa escolha, apesar de toda a gente lhe chamar Mel. Mas também gosto muito do nome Melissa!
    As manas são Margarida e Maria, ou seja, com as mais novas foi muito mais simples, claro!

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)