Nome do dia: Concha

12.4.12


Como já tenho escrito, hoje em dia os nomes modernos são tendencialmente curtos, internacionais, ritmados  e associados à natureza. Concha preenche pelo menos dois destes requisitos na perfeição. 
Começou por ser um diminutivo usado pelos espanhóis para o nome Concépcion, que equivale em português a Conceição. Inevitavelmente, associamo-lo ao substantivo concha, que nos leva até ao mar (pelo que não se recomenda a quem tiver o apelido Vieira) e, mais figurativamente, aos peregrinos, por exemplo, dos Caminhos de Santiago (a concha é ainda um dos símbolos escolhidos pelo Papa Bento XVI para o seu brasão).
Acho que Concha se integra bem juntamente com nomes como Íris, Flor, Flora, Luz, Clara, Mar, Sol, Yasmin, mas peca pela pouca popularidade, que faz com que possa parecer "estranho". Em 2011 teve apenas oito registos e em 2014 teve 10, o que, num nome mais tradicional é muito positivo, mas num nome menos habitual pode levar a essa perda de credibilidade num adulto que a mamã Inês deixou no ar, no seu comentário.
Pessoalmente, gosto muito. Mas já ouvi reacções menos apaixonadas. E num país tão tradicional em relação aos nomes, é normal que as opiniões não sejam as mais desejadas. Aos meus olhos de "não-mãe-não-grávida", a solução parece-me fácil - Concha pode ser um segundo nome mesmo, mesmo, mesmo adorável! - mas sei que isso nem sempre vai ao encontro do gosto dos pais que, se gostam do nome, querem dar-lhe destaque.
Seria fácil dizer que não há problema nenhum com o nome (que não há!) e que o que interessa é que os pais gostem do nome (e é!), mas tenho lido noutros sítios coisas tão absurdas sobre nomes tão banais que sou obrigada a reconhecer que as brincadeiras menos inofensivas acabam por ser as das crianças, nos recreios.

____
Costumo ter alguma dificuldade em escrever textos sobre nomes modernos. Há sempre aquele aspeto de eu saber que grande parte desses nomes são tão antigos como os outros e de sentir necessidade de o frisar; além disso, é fácil cair na armadilha de dizer que é um nome que associamos a outra cultura, sem que isso pareça uma crítica negativa. Esforço-me para que não seja, mas reconheço que nem todas as pessoas referem "parece um nome brasileiro" como algo abonatório.
A esse respeito, convém lembrar que só porque nos familiarizamos com um nome através das novelas, não quer dizer que eles sejam propriedade exclusiva do Brasil (ex. Letícia) e, mesmo que fossem, não havia mal nenhum nisso. É verdade que ouvimos muitas referências a combinações mirabolantes, que comentamos com frequência o abuso gráfico mas, à parte disso, o conjunto de nomes mais populares no Brasil, e que são permitidos em Portugal, é tão interessante como o "nosso".


23 comentários :

  1. Concordo em absoluto. Resta-me dizer que ainda hoje ouvi Concha dito por uma criança a outra e adorei. Acho que, no caso, Concha é apelido, mas que soa bem, soa.
    Realmente é pena termos tantos preconceitos com os nomes, mas diz muito sobre a nossa (portuguesa) forma de ser (ou de parecer).

    ResponderEliminar
  2. Acho um nome bonito :) embora não o escolhesse para uma filha.

    Acho que é um nome com potencial, mas só será mais utilizado quando alguns "visionários" não tiverem medo de o escolher. Acho que se os pais gostam devem ir em frente... Por exemplo Santiago era um nome pouco ouvido, também havia muita gente que torcia o nariz... e acho que actualmente já é um nome bem aceite.

    Claro que concordo com a opinião da Filipa que como segundo nome é mais seguro. Mas se eu se gostasse muito de um nome ia querer que ele fosse o primeiro ;)

    ResponderEliminar
  3. Depois há outra coisa, já mais que uma vez ouvi dizer gostava muito do nome xpto, mas como era incomum escolhi Matilde, Leonor, Beatriz, etc. Ou seja muitos pais até são originais mas têm receio e depois as crianças têm todas nomes iguais.

    Como já contei aqui, a minha irmã dizia que estava indecisa entre Morgana e Matilde. E ficou Matilde. Se em 2007 o boom das Matildes não era tão perceptível, agora é uma coisa louca...

    ResponderEliminar
  4. Eu não desgosto, embora me remeta para "Conchita", o que me remete para personagem de novela latina...

    Mudando de assunto, estou grávida do meu primeiro filho e soube recentemente que vai ser uma menina :) Vai chamar-se Laura, que é o nome que amo desde sempre. No entanto, eu e o meu marido estamos a pensar juntar um segundo nome a Laura. Então tenho um pedido especial a fazer: é possível dar-me algumas sugestões (ou quem sabe fazer um postzinho :D) de nomes compostos começados com Laura? É que eu sozinha ainda não consegui encontrar nada que fizesse "clic" e me faça dizer "é este!", e já pesquisei um bom bocado... Muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  5. Concha também é o diminutivo de Constança muito principalmente nas classes altas....Deve ser por isso que não gosto muito ...Conheço "Conchas" Constanças que não abonam nada a favor do nome...
    Concha mesmo não conheço nenhuma...

    ResponderEliminar
  6. Se fosse há uns tempos diria que me era indiferente, até se calhar que me soava estranho aos ouvidos, mas já há uns meses que acompanho um (+/- baby) blog cuja piquena mais nova de 4 se chama Concha. Foi entrando no ouvido, e agora gosto, e muito! (:

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigada pelo esclarecimento, adorei! Entretanto eu e o pai continuamos "às turras" para saber quem acaba por levar a melhor. Eu estou cada vez mais convencida de que Concha é o nome que quero dar à minha filha mas o pai e grande parte da família estão mais inclinados para Madalena... também gosto, embora não tenha nem de longe o mesmo significado que o nome Concha já despertou no meu subconsciente. Também não queremos um segundo nome, portanto, ou será Concha ou será Madalena :) Mais uma vez obrigada.

    ResponderEliminar
  8. Ontem a propósito de uma reportagem na MAC entrevistaram uma mãe que tinha dado à luz dois meninos gémeos. Ambos tinham nomes muito pouco comuns: Estevão e Caetano. Pessoalmente não os colocaria nos meus filhos mas no geral até lhes acho piada por serem diferentes. O que é que a Infanta Filipa acha destes nomes?

    ResponderEliminar
  9. Eu nunca tinha ouvido o nome Concha antes de conhecer este blog e foi uma agradável surpresa! Acho um nome muito querido, usaria sem qualquer problema! E difícil agradar a todos por isso deve-se ir com o coração e não ligar tanto ao que os outros podem pensar.... E se os miúdos quiserem brincar com o nome de alguém irão faze-lo seja um nome mais sujeito a trocadilhos ou um tão simples como Ana! A minha irmã chama-se Ana e ouviu muitas vezes: oh Aninhas aninhas ou não aninhas?? :)

    ResponderEliminar
  10. não gosto de Concha, tvz pq não ecuto com mta frequência...

    Tenho duas amigas grávidas, terão meninas.. uma chamará Fernanda e a outra Helenita.
    Amei os nomes :)

    ResponderEliminar
  11. Anónimo, em relação a Estevão e Caetano, já tinha comentado a respeito e partilhamos a mesma opinião:

    http://www.nomesportugueses.blogspot.pt/2012/04/nomes-nas-noticias.html

    Uma vez mais, também subscrevo inteiramente a ideia de que todos os nomes são permeáveis a brincadeiras maldosas de crianças...

    Patrícia, a bebé será mesmo Helenita? :D

    ResponderEliminar
  12. Concha é um nome com imenso carácter, Madalena é um nome mais neutro e compreendo que a família o aceite melhor. Deve ser uma escolha difícil, pois são nomes muito diferentes uns dos outros. Comecei a olhar com outros olhos para Concha desde que comecei a ouvir Sancha, (sons semelhantes)que primeiro me parecia estranho e que depois se foi tornando mais especial. A minha opinião sincera é que tanto um como outro são bonitos. Concha é poético e Madalena é um nome delicado.
    Normalmente não gosto de segundos nomes, mas Concha poderá ser um excelente segundo nome!

    ResponderEliminar
  13. Será sim Helenita, a mãe chama-se Helena. Esse nome tem ficado cada vez mais frequente aqui no BR, já o escutei umas 3 vezes e inclusive teve uma participante no Big Brother Brasil chamada Elenita q acho q divulgou ainda mais o nome.

    ResponderEliminar
  14. Elenita, que escolha curiosa :D No mesmo sentido, aqui em Portugal foram registadas 30 Anitas durante o ano de 2011...

    ResponderEliminar
  15. Pensava que Concha era pura e simplesmente o diminutivo de Constança. Conheço Constança's cujo diminutivo é Conchinha.

    ResponderEliminar
  16. Eu tenho uma Concha, já com 20meses. Já era uma paixão antiga. Estou novamente grávida. Será Caetana ou Sancha se for menina, e Lourenço ou Estévão se for menino. Sempre tive um fascínio por nomes fortes, incomuns, com personalidade.

    Adoro Bendedita e Violeta, mas o meu marido é categórico no seu "NÃO!"

    ResponderEliminar
  17. Carmo, parabéns pela escolha :D Também gosto muito da lista de nomes para o segundo bebé... Concha & Violeta era verdadeiramente adorável hehe

    ResponderEliminar
  18. OLá!
    estou grávida da minha segunda filha que se chamará ( já a chamamos) Concha! A nossa primeira menina chama-se Violeta! achei piada ao ler os comentários aqui colocados que há uma mãe com gostos muito semelhantes. Já desabafei com a Infanta Filipa sobre as reacções que temos tido ao nome: boas e menos boas. já vi que não pessoas indiferentes. NUnca pensei que Concha despertasse tanta animosidade ou carinho. é incrível. seja como for estamos mesmo decididos e a nossa Conchinha é já um amor ( mesmo na barriga)

    ResponderEliminar
  19. Vou ter uma menina.Vai chamar-se Maria Constança,mas a família acha muito forte para uma bebé, agora já tenho alternativa,será Concha que é um diminutivo lindo e doce.

    ResponderEliminar
  20. O meu nome preferido para rapariga é mesmo Concha, sou bióloga e colecionadora de conchas (guilty) :)

    ResponderEliminar
  21. No blogue Cacomãe, a Ana (a bloguer) tem três filhas cujos nomes iniciam por C: a Carlota (7 anos), a Concha (4 anos, tratada carinhosamente por Conchinha) e a Caetana (3 anos). São três irmãs maravilhosas e, apesar de inicialmente, só gostar de Carlota, agora adoro Concha e Caetana não me é indiferente.
    Acho Conchinha um diminutivo muito querido, assim como Carminho, Rosarinho, Clarinha, etc. e a Conchinha desse blogue é uma criança linda e com um sorriso malandro, mas muito querido!

    ResponderEliminar
  22. Acho lindo. Mas aqui no Brasil não teria coragem.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)