Pequena reflexão sobre as Lys Viiktóryas

21.3.12

Nunca é demais referir que nada me move contra o casal Luciana Abreu e Yannick Djaló e que, como é absolutamente evidente, eles são livres de dar às filhas o nome que bem entenderem. 
Só lamento que, numa altura em que se ouve tanto falar do Acordo Ortográfico e num momento em que nós nos questionamos (e nos tentamos sensibilizar) sobre a aprovação ou não das letras menos convencionais nos nomes próprios portugueses, estas escolhas do casal apenas sirvam para agudizar o preconceito de que a utilização do Y, K ou W são sinal de mau gosto... 

10 comentários :

  1. É engraçado que o que mais me faz confusão nos nomes não são os k nem os y, são mesmo aqueles dois ii juntos, porque não estou a ver em que lingua ou em que país é que se usa 2 ii juntos

    ResponderEliminar
  2. Penso que ninguém pensará que algo move a Filipa contra o casal Luciana/Djaló. Este é um blog que trata de nomes, estranho seria se não comentasse os nomes de bebés mais badalados no nosso país nos últimos tempos. Não me parece que a utilização das letras Y, W ou K seja sinal de mau gosto, a combinação nos nomes das bebés é que é, no mínimo, invulgar. Não podemos esquecer que, enquanto figuras públicas, que o são, a Luciana e o Djaló expõem, por opção própria, os filhos aos media. Poderiam optar por não o fazer, poderiam não revelar o nome das meninas, por exemplo.

    ResponderEliminar
  3. Acho que ninguém estranhou mais o nome Lyonce do k eu, até hoje ñ o acho bonito, mas qdo vi a menina achei mesmo k ela tem cara de Lyonce :)Acho k agora o k me impressiona é mesmo a grafia errada e exagerada...

    ResponderEliminar
  4. Em relação ao comentário da acmsp, da grafia exagerada, vi mesmo há pouco a capa do correio da amanhã... e lá está escrito Lyannii... pronto acho que nunca ninguém saberá afinal como se escreve o nome das miúdas... quem sabe e no registo até está Vitória :P

    ResponderEliminar
  5. É a eterna questão do gosto, que distingue as pessoas e ainda bem. Se todos fossem como eu, que mudo de ideias a toda a hora e não largo os clássicos, mas admiro nomes fresquinhos e românticos, pouco tínhamos a comentar. Claro que nem a Ana Filipa nem nenhum dos seguidores do fórum tem nada contra o casal, nem pelas suas escolhas. É bom haver diversidade e "discussão" saudável sobre os gostos.

    ResponderEliminar
  6. Luciana Abreu afirmou que não percebe a polémica que se criou em volta do nome que escolheu para as suas filhas: "Lyonce é um nome super simples e a minha filha passou a ser um fenómeno; a Lyannii vai pelo mesmo caminho. Optámos por algo diferente".

    Para ela, pelos vistos, os nomes são simples, diferentes porque escritos de forma diferente, mas simples na pronuncia, acho que é isso que ela acha.
    Não tem noção que a polémica é pela forma como são escritos!

    ResponderEliminar
  7. Lyonce e Lyanni, para o bem e para o mal, são nomes inventados, pelo que acho que ninguém os pode acusar de estragar a ortografia. O pior é que Vitória, para além de ser um nome próprio, é uma palavra da língua portuguesa. Escrever "Viiktórya" é como escrever "kadeyra" ou "tekladu" - um erro ortográfico, pura e simplesmente.

    (Curiosamente, agora começou a moda de usar "Victória", à Inglesa, o que para mim é um contra-senso. Terá sido inspirado pelas meninas Abreu Djaló?)

    ResponderEliminar
  8. Aqui no blog, tento alternar as grafias tanto de Victória / Vitória, como Vítor / Víctor, porque ambas são aprovadas; talvez tenha mais tendência para usar o C exatamente para diferenciar do substantivo...

    ResponderEliminar
  9. Eu também prefiro com o C, mas já antes da polémica dos nomes da Lucy ;) Não sei bem porquê, mas agora que penso nisso provavelmente é mesmo pelo que a Filipa referiu: para diferenciar do substantivo.. (:

    ResponderEliminar
  10. bom blog. Eu amo o seu post. Continue a fazer o bem.
    Wholesale jewelry

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)