29 de Fevereiro de 2012

Filhos dos famosos internacionais - Samuel

Para mim, era o nome mais esperado do ano e foi, verdadeiramente, uma surpresa, pela simplicidade da escolha da Jennifer Garner e do Ben Affleck, depois de dois nomes femininos muito longe dos primeiros lugares do ranking norte-americano. Samuel está no top 50 desde 1987, no top 30 desde 1996 e em 2010 foi 24.º. 
O nome é muito bonito, temo-lo referido aqui muitas vezes, e encaixa perfeitamente no nome dos pais mas, mas com honestidade, acho que fica um pouquinho à quem do nome das irmãs. Nunca se esperaria um nome excêntrico, mas acho que hoje todas as pessoas que adoram nomes fizeram beicinho. É fofinho, mas... 
Regressando a Samuel, que não fiquem dúvidas a quem me lê e está a ponderar usá-lo: é uma excelente escolha!

19 comentários:

Dora disse...

Gostei muito, pois acho o nome Samuel muito bonito. Em relação aos nomes das irmãs é menos invulgar, sem dúvida, mas talvez os papás tenham sido mais "poéticos" na escolhas das meninas e mais tradicionais com ele, talvez por uma questão de gosto. Eu continuo a achar que os nomes femininos são muito mais interessantes e as escolhas no masculino mais dificeis. Eu adoro o casal Jen/Ben e para mim era a expectativa do nome do bebé do ano e não fiquei decepcionada!

Alexandra ML disse...

Eu gosto. Conheço um Samuel da minha idade, assim irreverente e todo para a frente. Para mim o nome puxa um pouco isso, porque ele é a única referência que tenho (:

CCC disse...

Eu fiquei desiludida, não pelo nome mas por ser só um nome!
Porque raio dão 3 nomes a uma filha 2 a outra e só 1 a outro?
Eu agiria igual com todos os filhos... Não entendo bem esta lógica deles. A primeira filha tem o 2º nome da mãe e o 3º não tem 2º nome.
A 2ª filha tem um 2º e 3º nome que nem sequer são nomes de familia, e que para mim é dos 3 o mais bonito!
Apesar de não gostar de Seraphina...Mas Seraphina Rose Elizabeth é outra coisa. Esforçaram-se mais para o nome da 2ª filha que para os outros 2.

Sophie disse...

bem conheço uma pessoa que vai adorar isso...nunca gostei de Samuel acho mt pesado mas adoro o nome da 1ª.

Helena disse...

Finalmente tiveram bom gosto. Isto de tentar ser original, muitas vezes dá mau resultado: Seraphina Rose Elizabeth é pavoroso; Violet Anne não é muito melhor, são nomes que não ligam.
Samuel está aprovadíssimo.

Uella disse...

O que posso dizer? Adorei,amei foi uma excelente escolha e está aprovadissimo!

Infanta Filipa disse...

O meu pensamento segue a linha do da Dora: é mais fácil ousar com os nomes femininos e ponto final!
CCC, também aprecio mais coerência nos nomes de irmãos, porque tendo a vê-los como um conjunto mas, como provavelmente eles serão apenas a Vi, a Sera e o Sam, acaba por ser indiferente (e já agora, o que acha da repetição da consoante?)
Helena, eu não aprecio Seraphina, mas com outro nome terminado em Ina, acho a combinação abcIna Rose Elizabeth bastante delicada!

CCC disse...

Sim, sim, a repetição da consoante S também me faz comichão mas nem disse porque posso parecer demasiado implicativa!
Eu escolheria nomes com consoantes diferentes ou então todos com a mesma consoante.
Até porque assim, Sera e Sam combinam na perfeição mas destoam muito de Vi.
Ah e este bebé é Garner Affleck, enquanto as irmãs são só Affleck!
Vá-se lá entender

Infanta Filipa disse...

Pelo que tenho lido, Garner, o "maiden-name" da mãe é o "segundo nome" do bebé... Nunca vou entender o ponto de vista machista dos americanos em relação aos apelidos.

Sónia disse...

Já que falam nisso, alguém me pode explicar porque é que nos USA quando a mulher adopta o apelido do marido fica sem o seu? É obrigatório? Eles não podem ficar com os apelidos de nascimento e com o novo?

É que sinceramente, eu nunca ficaria com apelido de marido, embora também não seja contra quem o faça, mas ficar com o dele e perder os meus apelidos de nascimento é algo que eu não entendo mesmo...

CCC disse...

É obrigatório mesmo. Por isso é que a Katie Holmes não quis ficar com o apelido Cruise, mesmo tendo casado. Ela continua a ser Holmes, e a filha deles é só Cruise. É mesmo machismo!!!
Os mais normais são a Jolie e o Pitt, que não sendo casados, os filhos chamam-se Jolie-Pitt (e têm todos 2 nomes compostos!). Haja alguém normal.

Sónia disse...

Bem, eles devem achar normal assim...

Mas sim não compreendo, a pessoa perder assim os seus apelidos, perder a ligação aos seus pais faz-me confusão... para mim nome que é nome tem de ter apelido de mãe e de pai, pronto basta um de cada, mas tem de ter :P

Alexandra ML disse...

Isto dos nomes é sempre controverso (quantas vezes já falámos disto aqui..?)
Por exemplo, a minha afilhada e a irmã têm apenas um nome, dois apelidos da mãe e apenas um do pai (que nem é o último dele, porque era Medo e ela conseguir dissuadi-lo a porem outro). Depende muito de casal para casal, e acho que nós não somos ninguém para julgar o caso de fora. Temos as nossas opiniões, mas os filhos são de cada um e quando chegar a nossa vez havemos de decidir também como fazer..!

Eu também não percebo quando me dizem que se uma filha é Maria as outras também têm de ser. Porque sim, mesmo que ninguém saiba sequer que o Maria ali está. Mas é uma tradição de tal forma enraizada em Portugal que claramente há imensas pessoas a discordar de mim.
Tenho uma amiga (só) Mafalda cuja irmã é Ana Filipa. Pronto, uma tem um nome, a outra tem dois, porque eram os nomes de que os pais gostavam e que na altura achavam que encaixava na bebé que iria nascer (:

Mas é só a minha opinião, não me mandem pedras (brincadeirinha)! Pode não fazer sentido para alguns, mas é como eu vejo as coisas ;)

Quanto a isso de nos EUA o apelido masculino "engolir" o feminino.. No comments!

Sónia disse...

Bem eu quando digo que acho que deve ter apelido de mãe e de pai, não acho que tenha de ser obrigatoriamente o último... Por exemplo, os apelidos da minha mãe eram "de Oliveira Jacinto" e eu sempre reclamei por ela me ter posto o Jacinto, em vez do Oliveira... que eu adoro o apelido Oliveira... Por mim, a ordem dos apelidos, o número de nomes próprios, tanto faz... desde que tenha um apelido da mãe e outro do pai :P

Infanta Filipa disse...

Alexandra, eu também não acho que se uma filha é Maria as outras também têm de ser; e até acho normal escolher-se Rodrigo e João Pedro, por exemplo; agora, quando há um Rodrigo Sebastião, um Lourenço Salvador e um Rui, a diferença salta demasiado à vista :)

Alexa ML disse...

Sim, nesses caso sim! Mas não acho que seja o que acontece nos irmãos Garner-Affleck ;) Ok que o nome da Seraphina é muito grande comparado com o dos irmãos, mas eu não acho que estejam de todo em conflito.

Em relação aos apelidos lembrei-me de outro caso (que acho que já falei até). Conheço três irmãs cujos nomes se compõem assim:
Mais velha: [primeiro nome] [segundo nome] [apelido pai] - o pai ao registá-la achou que não precisava do apelido da mãe. Foi proibido de ir registar crianças futuras.
Do meio: [primeiro nome] [segundo nome] [apelido mãe] [apelido pai] - foi lá a mãe, o habitual. O seu segundo nome é o primeiro da mãe.
Mais nova: [primeiro nome] [apelido mãe] e/de [apelido pai] - tinham combinado que não ia levar segundo nome porque não gostavam de combinação nenhuma, mas a mãe ao registá-la achou que devia pôr um e/de (sinceramente não me lembro qual foi) entre os dois apelidos. Só contou ao resto das pessoas na altura do baptizado da miúda (8 meses depois) e foi tremendamente gozada pela ideia!

3 pessoas que apesar de irmãs e de partilharem os apelidos, a "composição" dos nomes varia, e muito!

[Outra coisa que não tem nada a ver com o post: vou passar a assinar assim, Alexa ML. Finalmente descobri como posso usar a minha conta Google sem que tenha de aparecer o meu nome e apelido que está no correio electrónico. Incomoda-me um bocadinho deixar "por aí" o meu rasto, nesta rede em que cada vez mais todos podem 'meter o bedelho' no que andamos a fazer ;) ]

CCC disse...

Eu não julgo, eu opino.
Cada qual com a sua ideia mas PARA MIM não é normal dar 1 nome a um filho, 2 a outro e 3 a outro... Nem tão pouco a mulher perder os seus apelidos se quiser ter o do marido...
Não me importa que X ou Y façam assim, além da Jennifer e do Ben...EU (falo por MIM ) não gosto!

acmsp disse...

Eu acho k os nomes formam um conjunto k faz sentido...qto aos apelidos, posso dizer k somos 7 irmãos e filhos dos mesmos pais e temos apelidos diferentes, uns pk nasceram no estrangeiro onde era obrigatorio o ultimo nome do pai ser o ultimo nome da criança, os k nasceram em portugal k ficaram com o nome do pai, mas ñ o ultimo nome, pk o pai ñ gostava...e entretanto os k tinham o ultimo nome do pai alguns decidiram mudar o nome..portanto é uma confusão lol, mas todos temos um nome do pai e outro da mãe..

Alexa ML disse...

Isso sim é variedade! (:
A mãe de uma amiga minha não tem o mesmo apelido que o resto dos irmãos todos (porque também foi o pai a ir registá-la e lembrou-se de inventar e variar um pouco). De maneira que essa minha amiga tem um apelido que mais nenhum dos outros primos tem. Ela como era das mais novas, os primos gozavam dizendo que ela não pertencia à família, e a desgraçada acreditava!