Fernanda - a mesma língua mas grandes diferenças

5.3.11


Não é a primeira vez que o refiro: uma grande porção dos visitantes deste blog são brasileiros. E a caixinha de sugestões reflecte isso mesmo, com a presença de nomes como Nicolly ou Mirella. Curiosamente, o nome que mais facilmente reconheço como sugerido por um leitor brasileiro é Fernanda.
É a versão feminina e marcadamente latina do germânico Ferdinand; significa algo como "guerreira destemida". É um trissílabo longo, de 8 letras, reconhecido em todo  o mundo (e bem o podemos agradecer aos Abba).

Fernando é um nome com muita tradição em Portugal - quanto mais não fosse, tivemos o grande Fernando Pessoa. E um rei com esse nome. Só nas Páginas Brancas existem 43.982 registos residenciais com Fernando. E 12.941 Fernandas (um número muito menos expressivo talvez devido ao hábito de as contas serem enviadas em nome do pater familias). Estes números não correspondem de maneira nenhuma a estatísticas muito credíveis, mas dão-nos uma pequena ideia da popularidade do nome por estas bandas. 

De acordo com o ranking não oficial elaborado pelo Baby Center Brasil, Maria Fernanda ocupa o 43.º lugar e Fernanda o 45.º. Tem de equivaler a muitos bebés. Só no site do Ego, dedicado às celebridades brasileiras, encontrei nas primeiras três páginas 10 referências diferentes: Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Fernanda Lima, Fernanda Pontes, Fernanda Rodrigues, Fernanda Paes Leme, Fernanda Souza, Fernanda Motta, Fernanda Vasconcellos, Fernanda Tavares... Exceptuando a primeira e a segunda (mãe e filha) as restantes andam na casa dos 20, 30 anos. 

Não é que não existam em Portugal "Fernandas" mediáticas - veja-se Fernanda Serrano, Fernanda Freitas, Fernanda de Oliveira Ribeiro - mas são mulheres na casa dos 40 anos... Fernanda já não é nome de bebé em Portugal há uns anos, tal como Manuela (7.º lugar no mesmo ranking do BCB).

Conhecem alguma pequenita com algum destes nomes? O charme destes nomes poderá ser explicado pelos diminutivos adoptados no Brasil, Fê e Manu? Será que Manuela poderá beneficiar da recente moda de Isabela?

5 comentários :

  1. Fernanda e um nome realmente muito lindo ! conheco fernandas de todas as idades, e acho que e um estilo mais clássico e bem diferente de Nicole ou Mirela. nao entendo pq aqui no brasil e tao usado ja ai em portugal percebo que quase nao existem Fernanda's estou enganada?

    ResponderEliminar
  2. Gabriela, está certíssima, Fernanda praticamente não se ouve em crianças. Agora com dados oficiais é mais fácil de comprovar: em 2011, foram registadas 10 (dez!)meninas com o nome Fernanda (pelo menos como primeiro nome).

    ResponderEliminar
  3. E dessas 10 meninas, calculo que algumas sejam filhas de brasileiros... A verdade é que aqui em Portugal já ouvi bebés Fernandas, mas filhas de brasileiros (eu moro perto da maior comunidade de brasileiros de Portugal).

    Só uma curiosidade, devido a no Brasil se puder pôr qualquer nome. Hoje estava nos correios e estava um brasileiro à minha frente, ia enviar uma encomenda para o Brasil. Então lá teve ele de telefonar para o Brasil para perguntar como se escrevia o nome da pessoa. Então do lado de lá, lá lhe soletraram o nome que pelo que eu percebi era qualquer coisa como Reginildson...

    ResponderEliminar
  4. Filipa, parabéns pelo post, Fernanda provavelmente vai ser o nome de minha filhinha : ) , por ser um nome do qual a escrita não causa duvidas, não o relaciono a nenhuma faixa etária, conheço Fernandas já senhoras, Fernandas bebes... tem apelidos muito fofos e o considero bem elegante. o que realmente nao consigo entender, e que mesmo portugal e o brasil tendo a mesma língua não sei por qual razão o nome Fernanda tao comum, esta fora dos mais utilizados pelas mamães de hoje em portugal sera que e considerado nome de velha? muito masculinizado já que Fernando esta na lista dos mais usados? perde para os nomes mais modernos? Filipa, talvez você pudesse me tirar esta duvida!

    ResponderEliminar
  5. Clarissa, acho que não é uma questão de masculinização do nome - para mim, é tão normal Fernando como Fernanda - mas simplesmente caiu em desuso.
    Depois de 1970, houve uma mudança muito acentuada no estilo de nomes atribuídos aos bebés portugueses e aqueles que se usavam muito até então, foram desaparecendo, como Conceição, Deolinda, etc...

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)