Nomes femininos terminados em -ma

28.2.11



Um dos leitores do blog deixou o nome Ema na caixinha de sugestões. Gosto muito desse nome, acho-o delicado e feminino, e fico espantada por nunca se ter tornado muito popular em Portugal, principalmente a sul do rio Mondego. No Norte, a pronúncia mais aberta da letra E retira-lhe parte da graciosidade; Ima seria uma boa alternativa. Enquanto estava perdida neste pensamento, lembrei-me de registar outros nomes terminados em -ma:

  • Chema
  • Edma
  • Elisama
  • Elma
  • Fátima
  • Fiama
  • Gilma
  • Hilma
  • Ima
  • Iracema
  • Irma
  • Joelma
  • Mariema
  • Máxima
  • Naíma
  • Nelma
  • Noelma
  • Norma
  • Paloma
  • Salima
  • Salma
  • Selma
  • Telma
  • Velma
  • Vilma


Cada dia que passa, gosto mais do nome Máxima; e a actriz Salma Hayek escolheu para a sua filha o nome Valentina Paloma.

6 comentários :

  1. Esqueceram-se de Dilma. hihihihi

    ResponderEliminar
  2. Sempre que oiço comentários como "No norte a pronúncia aberta da letra E (...) etc", fico chocada com a falta de cultura dos portugueses. Passo a explicar; o norte não é o Porto, assim como o centro não é Leiria nem o sul Lisboa. Realmente no Grande Porto a pronúncia do "E" é aberta, mas eu sou do interior e digo Êma, assim como digo "Madalêna", "Filomêna", "Cârina" (e não Cárina), etc.

    O norte do país é vasto e variado, tem imensas pronúncias e tradições. Por favor, não meta od nortenhos todos no mesmo saco.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  3. Se o seu comentário não fosse tão arrogante, poderia ser valioso. Também eu moro no Norte e não no Porto.

    ResponderEliminar
  4. Lamento que tenha achado o meu comentário arrogante, de facto "arrogância" não era um sentimento que eu tinha quando o escrevi. O que eu sentia, sim, era irritação, por razões que me parecem óbvias.

    Se não é do Porto (ou do grande Porto) mais uma razão para não fazer o tipo de comentários acima referidos. Não sei qual a razão para nunca se ter apercebido da variedade de sotaques do norte onde vive, de certo terá as suas razões. E de certo que, nem que seja por lhe dar a conhecer essa variedade nortenha, o comentário lá terá tido o seu valor.

    No entanto parece-me que "arrogante" é o seu comentário, por não assumir o erro, não aceitar uma crítica, e partir imediatamente para os insultos.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. Repare: não tenho problema nenhum em aceitar erros, mas a meu ver, quando escrevo "No Norte, a pronúncia mais aberta da letra E retira-lhe parte da graciosidade" estou-me a referir a quem a tem. Mais nada.
    Quanto ao seu comentário, acusou-me de falta de cultura, quando poderia, de outra forma, ter acrescentado a mesma informação. Se isso não é arrogância, não sei o que é. Para mim, o assunto está encerrado.

    ResponderEliminar
  6. Dizer que o seu comentário revelou falta de cultura não é arrogância, é uma observação que correspondeu à realidade. O que revelou foi, de facto, falta de cultura. Senão foi o quê? Falta de preciosismo?

    Também não me quero prolongar neste assunto, especialmente quando esta discussão não traz nada de novo.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)