Duelo de nomes - Íris vs Yara

em 01/03/19


Nos primórdios deste blog, Íris e Iara eram a grande tendência no que dizia respeito a nomes modernos, curtos e relativamente invulgares. Pouco depois, os portugueses renderam-se a Yara - que, agora, é a variante mais registada, enquanto que Iara perde dezenas de registos a cada ano que acaba. Acho que, entretanto, o factor novidade já passou e qualquer pessoa que se movimente entre crianças está familiarizado com qualquer um deles. São dois dos nomes mais diferentes desta geração e tenho sempre a impressão de que as meninas devem adorar estes nomes! 
E vocês, o que é que pensam de Iris & Yara? Qual é o vosso preferido? Não deixem de votar!

Atualização - resultado da sondagem

15 comentários:

  1. Gosto da sonoridade dos dois nomes, mas prefiro e voto em Íris, porque é um nome mais português. Iara, tanto quanto sei, é um nome indígena brasileiro. Não sou muito fã de portugueses usarem nomes indígenas brasileiros, acho que não faz sentido e que roça a apropriação cultural.

    Acho que Íris é uma boa alternativa ao nome Inês. Aliás, já vi uma pessoa chamada Maria Íris e achei uma variação interessante da combinação popular Maria Inês (que é o meu nome).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse ponto da apropriação cultural é bastante complexo e interessante. Vi pessoas recentemente a discutir esse tópico por causa do uso do nome Cohen no Nameberry.

      Eliminar
    2. Interessante, Carolina, não sabia dessa polémica com o nome Cohen. No outro dia vi um comentário aqui no blog que achei muito relevante, a defender a existência da lista de nomes permitidos e proibidos em Portugal como forma de salvaguardar nomes estrangeiros contra a apropriação cultural por parte dos portugueses.

      Eliminar
    3. Que coisa mais ridicula desculpem lá... nomes são nomes.

      Eliminar
    4. Yara é também um nome árabe, muito utilizado na Anatólia e no Médio Oriente. A questão da apropriação cultural de nomes em Portugal é bastante discutível, tendo em conta que a maioria dos nomes que se intitulam de "portugueses" não têm raízes em Portugal, nem sequer antes de Portugal ser um reino independente...logo, na minha opinião não faz sentido dizer que utilizar o nome Iara seja apropriação cultural , Íris também não é português, é grego. Além disso existe uma ligação entre Portugal e o Brasil, com impacto na sociedade relevante, não seria o caso se por exemplo os portugueses começassem a dar nomes coreanos aos filhos...

      Eliminar
    5. Sim, é verdade que não há nomes 100% portugueses, mas Íris não é só um nome próprio, é também um nome comum em português (referindo-se a uma parte do olho, ou a uma pedra preciosa, entre outras coisas). Nesse sentido, sendo um "nome literal", tem uma maior tradição/presença em Portugal, faz parte do nosso léxico. Por outro lado, claro que há uma ligação entre Portugal e o Brasil, mas não diria que a relação entre Portugal e os povos indígenas brasileiros foi e é propriamente pacífica e harmoniosa, por isso não sei até que ponto podemos reclamar a herança cultural deles como adjacente à nossa. Com isto não estou a dizer que acho errado usar nomes de outras culturas, já que é uma discussão complexa, mas eu, pessoalmente, sentir-me-ia reticente e evitaria fazê-lo.

      Eliminar
    6. Concordo que é uma discussão bastante complexa, e não acho que possamos de todo, reclamar a herança cultural indígena brasileira como nossa, apenas que nesta questão dos nomes, a cultura indígena acabou por se misturar com a portuguesa no Brasil e com o tempo em portugal, tal como acontece, com a herança africana no que diz respeito a algumas palavras, que não são nomes próprios mas que já estão enraizadas na sociedade (fixe, kota, etc.). Penso que é possível diferenciar o uso de nomes que pertencem a culturas que tiveram/têm um impacto em portugal, com o uso de outros que não têm nenhuma ligação com a cultura portuguesa. Obviamente, a escolha é pessoal, mas deve ser sempre informada quanto origem do nome, de maneira a evitar constrangimentos e até alguma arrogância...

      Eliminar
  2. Não gosto particularmente de nenhum dos dois. Enquanto que internacionalmente acho Yara mais interessante, em Portugal e se tivesse de escolher entre os dois, optaria por Íris. É simples, feminino e dá compostos bem queridos!

    ResponderEliminar
  3. Não sou especialmente fã de nenhum, mas votei em Íris. Acho-o mais delicado.
    De Iara não gosto.

    ResponderEliminar
  4. Nenhum dos dois me cativa. Votei em Iara, talvez porque já o conheço à mais tempo. Mas não são nomes que entrem na lista dos meus preferidos.

    ResponderEliminar
  5. Não gosto em especial de nenhum deles, mas se calhar, na minha opinião, é a sonoridade de Iara a que ganha.

    ResponderEliminar
  6. Acho ambos os nomes lindíssimos, e apesar de serem curtos têm ambos forte significado, por isso, acredito serem cada vez mais populares.

    ResponderEliminar
  7. Porquê Yara e não Iara?

    ResponderEliminar
  8. Nenhum dos dois faz o meu género e não são nomes que escolheria para uma filha minha, sinceramente. Voto em Íris porque foi o nome escolhido por uma prima em segundo-grau para a sua bebé, logo já pertence à família.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)