Filhos dos famosos 2018 - Carolina

28.3.18


Nasceu Carolina, filha de Carolina Patrocínio e Gonçalo Uva, que já eram pais de Diana e Frederica.
Não estava nada à espera desta escolha!

14 comentários :

  1. Também não estava nada à espera. Mas ela parece ser tão descontraída que já deve ter chegado aquele ponto em que qualquer nome serve, vai já o nome da mãe e não se pensa mais no assunto. Por outro lado, como estavam na expectativa de ter um menino pensaram em colocar o nome do pai, como saiu uma menina decidiram manter a mesma linha de pensamento, talvez seja isso. De qualquer das formas é um nome bonito.

    ResponderEliminar
  2. Bem, eu não estava à espera por ser o nome da mãe e ser a terceira menina...
    Quanto ao nome em si, adoro e acho que combina bem com os das irmãs. :)

    ResponderEliminar
  3. Também não estava nada á espera! No entanto, é uma escolha elegante, doce e sobretudo significativa.

    ResponderEliminar
  4. Por acaso se fosse menino estava à espera que fosse Gonçalo como o pai, mas sendo menina não achava que fosse Carolina.

    ResponderEliminar
  5. Ainda estou de boca aberta!! Carolina??

    Nem acredito!
    A meu ver, falta de originalidade e segundo combina com Frederica e Diana mas não gosto de Carolina

    ResponderEliminar
  6. Onde é que as Patrocínio escondem os meninos?

    ResponderEliminar
  7. Achei uma escolha um pouco estranha... Faz-me alguma confusão uma filha herdar o nome da mãe e as outras não. Além disso, eu não gostaria dos possíveis mal entendidos que advêm de ter várias pessoas com o mesmo nome na mesma casa. Também fiquei um bocado desiludida porque estava com esperança que o terceiro nome viesse decifrar o quebra-cabeças que os outros dois representam, mas a escolha de Carolina parece uma negação de escolha. Ou então, como alguém referiu acima, é tudo muito descontraído e não há grande critério. Aliás, lembro-me sempre de um comentário que li por aqui a especular que Diana foi escolhido pelo pai e Frederica pela mãe. Se calhar é tudo assim um bocado aleatório! Quanto ao nome em si, é daqueles que são tão comuns que já nem consigo avaliar bem de forma isenta, mas é bonito.

    ResponderEliminar
  8. Que a Carolina estava grávida de uma menina, já estava à espera porque acreditava que a coincidência ia bater à porta, novamente. Mas realmente, não estava à espera da escolha. Não que ache que fica mal, até porque Diana, Frederica e Carolina soa-me bem, mas não sou adepta dos nomes dos pais passarem para os filhos. Só se houver uma razão muito forte, mas ainda assim (...) Além disso, Carolina é tão comum, comparativamente com os nomes das irmãs. E devido à popularidade, não o consigo adjetivar. Só me lembro das dezenas de Carolinas que conheço...
    Assim sendo, o clã Patrocínio já conta com a Diana, a Pureza, a Frederica, a Alice e a Carolina, juntamente com o Mateus. Felicidades!

    ResponderEliminar
  9. A bebe ser outra menina, com isso eu ja contava, agora a escolha do nome deixou-me totalmente boquiaberta. Fui completamente apanhada de surpresa, achei q tal como Frederica, o nome deste bebe tambem seria diferente e fora do comum, totalmente o contrario de Carolina, que eu até acho um nome bonito mas esta tao usado. Para alem disso passar os nomes de geracao em geracao e algo q eu abomino. Mas o importante e q os papas gostem, e e so isso importa. Muitas felicidades para a familia.

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que é menina, assim é menos um rapaz com o mesmo nome do pai no mundo: falta de originalidade e personalidade, e até um pouco de egocentrismo esta prática que 99% recai sobre rapazes.

    ResponderEliminar
  11. Estava à espera de mais originalidade na escolha do nome. Nunca imaginei que ficasse com o nome da mãe.

    ResponderEliminar
  12. Estava à espera de ser surpreendida mais uma vez com a escolha do nome do bebé. Frederica na altura pareceu-me muito fora da caixa e gostei! Desta vez realmente fiquei surpreendida, pois confesso que não esperava que a menina ficasse com o nome da mãe. Mas peca pela falta de originalidade. Não gosto mesmo que os filhos fiquem com os nomes dos pais. Com tanto nome bonito no mundo não entendo e parece-me uma escolha narcisista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim também me parece narcisista!

      Eliminar
  13. Compreendo perfeitamente a escolha do nome da bebé ser igual ao da mãe. No meu caso foi algo inconsciente escolher o meu segundo nome para ser o nome próprio da minha filha, sendo esse o nome com o qual eu mais me identifico. E à medida que ela cresce tem-se revelado muito parecida a mim, pelo menos na personalidade: Mini-Me :) Portanto a escolha foi mais que certa! Pai e mãe sempre sabem mais sobre o seu bebé do que ninguém. Que Deus abençoe esta e todas as crianças deste mundo

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)