Ângela

27.4.17


O meu fascínio pelos nomes portugueses leva-me a uma procura incessante por nomes que ainda não fazem parte da minha base de dados. Infelizmente, já é raro encontrar nomes novos, sobretudo que possam ser minimamente apelativos para os dias de hoje. Por outro lado, apesar de estar muito familiarizada com os nomes mais usados pelos portugueses noutros séculos, nunca deixo de me impressionar quando encontro alguns em listas dos séculos XVI ou XVII, porque me parecem demasiado frescos para serem usados por senhores e senhoras de trajes medievais. 
Um exemplo flagrante é Ângela. Para mim, Ângela é e sempre será um nome muito jovial e, até, moderno. Pensar que era um dos nomes mais usados em 1650, parece quase impossível mas, a verdade, é que, nesse tempo, uma Ângela podia ser irmã de uma Jerónima e de uma Joana, de um Bento ou de um Francisco!
Olhando para uma época mais recente, Ângela ganhou fulgor a partir de 1960 e, em 1996, ainda estava no top 50 de nomes femininos mais registados em Portugal, com 284 registos. Desde então, usa-se cada vez menos e em 2016 foi escolhido apenas para 25 meninas. Esta perda de popularidade poderá fazer com que entre para o lote dos nomes datados mas, na minha opinião, Ângela continua a ser uma opção interessante, sobretudo para quem quer um nome bastante enraizado na sociedade portuguesa, mas internacional, e para os que procuram afastar-se dos nomes da moda, mas que também não querem optar por nomes demasiado invulgares. 
E já que falamos em Ângela, há outro nome que também se encontra muito em documentos antigos, mas que talvez seja mais difícil de agradar: Angélica. Pessoalmente, prefiro Ângela, que considero mais suave e delicado; além disso, na minha ordem de preferências, Angélica também perde para Angelina, que faz mais o meu estilo. 
O  que acham destes três nomes? Qual deles preferem? Sabiam que Ângela era tão popular na época medieval? Acham-no apelativo ou consideram-no demodé?

12 comentários :

  1. conheço apenas uma Angela, com 18 anos. não gosto do nome e ainda menos de Angélica e Angelina.

    ResponderEliminar
  2. Olá e parabéns pelo blog! Ainda ontem pesquisei aqui o nome Ângela! Carlota Ângela ou Carlota Josefina(C Joaquina é muito associado com a rainha...)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ângela Carlota, para mim.
      Carlota Joaquina, talvez seja um pouco associado à rainha, mas para mim isso não tem nenhum mal.

      Eliminar
  3. Ângela só conheço uma jovem. Não gosto muito do nome... Entre Ângela, Angélica e Angelina, o que gosto mais é Angelina (Em pequena tinha um livro, "Angelina, A Bailarina", que adorava). Contudo, ultimamente tenho vindo a aperciar mais a sonoridade de Angélica (desde que fiquei obcecada com a banda sonora do Hamilton, em que as três irmãs chamam-se Peggy (Margaret), Eliza e Angélica).

    ResponderEliminar
  4. Adoro o nome, para mim é um nome que nunca passa da época, como Laura. Combina perfeitamente com crianças e com a idade adulta. Também tenho-as na minha família em 4 gerações e cai bem com todas elas. Também está no topo das minhas preferências. E, também tem a vantagem de ter grafia internacional.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlota e Ângela também são nomes de mulheres da minha família. Uma nem conheci...Ângela, Angelina, Ângélica parece que têm uma doçura. Entre os 3 Angelina será o mais Internacional por não ter acentos. A Carlota Ângela ou Ângela Carlota (não tinha pensado nessa possibilidade) é o nome que estamos a escolher para a personagem de um quadro que foi pintado pela minha mãe. Nesse quadro a moça é alta, elegante, concentrada, toca viola portuguesa e está a ensinar uma aluna. "Parece-nos" Carlota, Ângela ou Josefina

      Eliminar
    2. Ah! Aí tem a ver com o que a cara parece mais, uma vez que já há um rosto o nosso olhar é que decide para que lado está inclinado.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Como é que me esqueci de referir algo tão importante! A minha Mãe é Ângela :)

      Eliminar
  6. O meu nome é Ângela e ADORO-O. Não o trocava por nada. O que gosto mais é conhecer muito poucas.. Acho o nome muito usual fica bem em qualquer idade. Não fazia ideia que era tão popular na era medieval.. Parabéns pelo blogue Filipa.





    ResponderEliminar
  7. Não gosto nada de Ângela, acho muito datado da época das Vânias, das Cláudias e das Veras. Dos três o que mais gosto é Angélica sem dúvida mas mesmo assim não é um nome q me diga muito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois são precisamente esses nomes que eu tanto gosto. Ângela, Patrícia, Cláudia, Lurdes, Vânia, Laura...e não os troco.
      Maria era um nome que toda a gente odiava. Quando eu andava na secundária as Marias odiavam ser tratadas por este nome, e agora andam aí em força, isto é tudo uma questão de épocas, os nomes são como as modas, vão e mais anos depois regressam.

      Eliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)