Pelaio
- Decifrando a lista do IRN -

8.2.17


Se dedicarmos algum tempo a leitura de textos relativos ao período medieval português, é quase garantido que nos vamos cruzar com o nome Paio, que está na origem do patronímico Pais. Também está relacionado com Sampaio, através da figura de São Paio que, de acordo com José Pedro Machado, no seu Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, "nos textos em latim bárbaro, aparece com frequência Sancto Pelágio". Paio será, então, a forma popular de Pelágio, com origem em Pelagius, que significa do alto mar ou, por analogia, marinho e marinheiro. E é assim que, segundo o autor, chegamos a Pelaio, um "intermédio" entre o português Paio e Pelágio. 

E falando em Pelágio... Tiramos-lhe uma letrinha e ficamos com plágio. E que coisa feia é pegar no trabalho alheio e apresentá-lo na íntegra, orgulhosamente, como sendo nosso! Quando criei este blog, não inventei a roda e é clarinho como água que o tema não se esgota no Nomes e mais Nomes. Mas seis anos depois, sei que dei ao meu blog um cunho inconfundível. Não seria mais enriquecedor trilhar o próprio caminho, ao invés de se limitar a ser um eco do que aqui se faz? Mais digno era, com toda a certeza, já que pegar deliberadamente nos meus conteúdo e reproduzi-los é apenas fácil. E muito vergonhoso.  

1 comentário :

  1. Obrigada pelos comentários, foram lidos com toda a atenção e entre alguns sorrisos :)

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)