Nomes populares em 2016
- Os registos masculinos em análise -

6.1.17


Cheguei com algum atraso à notícia de que Santiago era o novo número 1 do ranking e aquilo que eu senti foi uma profunda vergonha alheia. Vergonha daquilo que li, vergonha daquilo que as pessoas se propõe a dizer sobre outras de quem não sabem rigorosamente nada e vergonha da falta generalizada de empatia. Mas o comportamento alheio nas redes sociais não é o mais importante aqui e vamos ao que interessa: fiquei muito contente por existir um novo líder do ranking masculino e estou ansiosa por perceber se Santiago conseguirá aguentar-se no topo durante uns aninhos, como aconteceu com Rodrigo. 

  • Depois de Santiago, a grande surpresa foi a entrada no top 10 de Lourenço! Já sabíamos que era um nome a ter em atenção a curto prazo, mas esta subida foi mesmo vertiginosa! A popularidade de Lourenço estendeu-se também ao recém aprovado Lorenzo, que já está na 62.ª posição! Quanto a Duarte, já tinha estado neste lote em 2014 e não surpreende, de todo. 
  • Guilherme deu um trambolhão, passando de 9.º para 14.º! 
  • Kevin & Bryan beneficiaram das recentes aprovações e retiraram registos às variantes Kévim e Brian. Face ao estupendo resultado de Kevin, fico a pensar como é que se pode dizer que Santiago não devia ser número 1 por não parecer português... 
  • Manel parece estar mesmo a convencer alguns pais menos conservadores! 
  • Matias não consegue aproximar-se dos registos de Mateus. Boas notícias! 
  • Jaime subiu sete posições, finalmente! 
  • Novas entradas: Elias, Isac, Raúl e, depois de vários anos a ameaçar, Romeu chegou ao top 100! Fico muito feliz por ver que foi o nome escolhido para 39 meninos, mas torço para que se mantenha nessa fasquia!

40 comentários :

  1. Tenho pena que Lourenço esteja a ficar tão popular... Adoro Matias e espero sinceramente que se mantenha na fasquia. Outro nome de que gosto bastante é Frederico e pensei que devido à subida do nome na versão feminina também fosse aumentar o número de Fredericos mas parece que esta versão não é do agrado dos portugueses, o que para mim é mais um ponto positivo! :)

    Filipa, conheci recentemente uma pequena Celeste, irmã de uma bebé Martina (não que seja relevante mas ambas nasceram fora do país), e de repente tive uma epifania e pareceu-me o nome perfeito, agora que Aurora também começa a ganhar algum destaque. Pode fazer um post sobre Celeste? :)

    ResponderEliminar
  2. Também tive muita vergonha alheia quando li os comentários ao post deste blog a anunciar que o top era composto por Santiago & Maria. Eu nem sequer gosto de Santiago, mas algumas pessoas são de um nível de preconceito e mesquinhez que dá pena.

    ResponderEliminar
  3. Muito contente pela subida de Kevin. Acho que tem potencial para um top 20.

    E concordo, muita falta de respeito pelas comentadoras que vêm para aqui ditar o que se deve chamar ou não aos nossos filhos, se é português, se não é, bla bla bla.

    ResponderEliminar
  4. Agora falta aprovarem Dylan, e vão ver como Dilan desaparece do mapa, tal como Kévim desapareceu

    ResponderEliminar
  5. Tal como a Filipa fiquei contente com esta mudança no topo da lista. Assisti ontem à noticia na SIC sobre os nomes mais populares junto com a minha familia, e ninguém soltou um "Santiago que piroso" ou "Santiago que nome tão pouco português", e isto vindo duma familia repleta de Joãos e Marias. Parece-me que esta revolta contra Santiago é exclusiva desta comunidade de nomes, e nesta comunidade, felizmente é apenas uma minoria que insiste em mostrar o deu desprezo cada vez que o nome é mencionado, muitas vezes faltando ao respeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se for aos comentários de sites como o Público, que também publicou esta notícia, verá que o desgosto com Santiago é geral...

      Eliminar
  6. Concordo Filipa, ridiculo o que certas "personagens" vêm para aqui falar sobre Santiago, atacando tudo e todos como desdém e prepotência, como se as escolhas delas fossem mais dignas. Dá mesmo vergonha alheia.

    Fico feliz por ver Santiago em número 1, e que venha outro nome daqui a pouco tempo liderar, gosto de ver mudanças rápidas no ranking, principalmente no topo da lista.

    ResponderEliminar
  7. Olá Filipa. Nem sempre comento o seu maravilhoso blog, mas leio sempre os seus posts.

    Eu como tenho nacionalidade dupla, com um nome estrangeiro, e não me sinto menos português por isso, também senti vergonha alheia ao ler certos comentários. É inacreditável o tamanho da ignorância, preconceito, pequenez de certas pessoas. Felizmente vivi num país onde todas as raízes e culturas são celebradas, onde ter um nome de origem estrangeira não é visto com desprezo mas sim como algo perfeitamente normal. Tenho pena que em Portugal ainda exista este sentimento quase de "bairrismo" sem sentido no que toca a nomes, normalmente estas pessoas são patriotas nestas coisas mas depois para outras são as primeiras a desdenhar sobre Portugal, e como somos maus, que não valemos nada, etc etc. Como já vivi em vários países, sei que é possível conciliar patriotismo com o abraçar de culturas e de nomes, e não somos menos português nem patriotas por isso. Os leitores que tanto criticam precisavam de deixar de serem tão preconceituosos e até maldosos nalguns casos, e abrirem os horizontes.

    Fico feliz por ver um novo nome em 1º. Espero que o mesmo suceda esta ano no ranking americano.

    ResponderEliminar
  8. No post aqui do blog não achei que houvesse falta de respeito, apenas uma pessoa a explicar que preferiria um nome mais tradicional como número 1. Nos comentários às notícias, sobretudo nas páginas do Facebook, é que foi uma vergonha!

    ResponderEliminar
  9. Subscrevo os comentários anteriores. E depois dizem que são as mães dos Santiagos que estão ofendidas (com razão), quando claramente não é o caso aqui. Há maneiras e maneiras de darmos a nossa opinião. Podem mostrar o vosso desagrado em relação a um nome, sobre ser pouco tradicional, etc, sem o apelidarem de "horroroso", "azeiteiro" ou "nome de pobre". Podem-no pensar, mas escrevê-lo é faltar ao respeito - duvido muito que o dissessem em público se alguém vos viesse apresentar um Santiago. Tenham mais respeito pelos outros e pelos gostos dos outros, tal como gostariam que tivessem pelas vossas escolhas e preferências.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas aqui também sempre se associou a "nomes de classes baixas" nomes tipo Érica, Tatiana, Marlene, Cátia, Natasha, etc... Santiago é um desses nomes no masculino, daí terem-se dado agora essas opiniões.

      Eliminar
    2. Gostava de ter feito print screen de alguns comentários que li. O que me incomodou não foi a avaliação feita ao nome. Para que fique claro, acho que toda a gente tem direito a não gostar e achar feio/parolo/demodé/de velho... Está na natureza humana categorizar, certo? O que me deixou perplexa foram as avaliações feitas a respeito de quem escolheu Santiago, sobretudo porque um nome que ultrapassou os 2 mil registos é transversal!

      Eliminar
  10. E sim, estava a falar no Facebook mais propriamente, não daqui.

    ResponderEliminar
  11. Parece-me que pelo tamanho do texto há menos coisas a salientar no top masculino.

    É de mim ou Lucas caiu? Surpreendida.

    ResponderEliminar
  12. Bem, Filipa, pensei que se estava a referir ao meu comentário no outro post. Então ainda bem que não porque sinceramente eu acho que não fui mal educada com ninguém.
    Só porque acho mais bonito o que é português e preservar o que é português não faz de mim preconceituosa (esta é para a comentadora acima!)... As pessoas confundem o preferir nomes portugueses, com o preferir pessoas portuguesas! Tiram logo a conclusão que se eu não gosto de Santiago não gosto de espanhois, ou não gosto das pessoas que usam Santiago! Não meus caros, não! EU SÓ não gosto de Santiago , só isso mesmo!!!!
    Há tantos nomes estrangeiros de que gosto e torço sempre para que sejam permitidos os nomes que as pessoas gostam, desde que sejam normais!
    Sou obrigada a gostar de ver um nome estrangeiro no nº 1? Isso faz de mim má pessoa? Acho que não!
    Com isto também não estou a defender que João deva lá ficar eternamente, nesse dia, deixei claro que até é giro haver um nome moderno, mas que podia ser um bocadinho mais português, como por exemplo: Leonardo, Tomé, Romeu...

    Quanto a Santiago se manter, não acredito, pelo simples facto de que as pessoas vão começar a desistir de Santiago devido à tamanha popularidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Preconceito" é uma noção abrangente, não se limita a racismo ou xenofobia. Quando disse que o seu comentário foi preconceituoso foi no sentido de a Elle só achar bem que o nome mais adoptado em Portugal tenha origens portuguesas, senão não estamos a "preservar o que é português". Isto não é um preconceito? Não estamos colectivamente a deitar as nossas origens ao lixo só porque os pais que decidiram chamar Santiago aos filhos num determinado ano são mais que os que escolheram João ou António ou Manuel.


      "(...) acho ridículo um nome espanhol que nem em Espanha, nem no Chile, nem na Argentina, acho que só no México é nº1. Ridiculo! Se fosse um nome angolano, brasileiro, ainda vá. Mas Espanhol, é estúpido. Os Santiagos portugueses vão emigrar e vão pensar que são hispânicos! É muito mau!"

      É "muito mau" um português ir a um país estrangeiro e alguém assumir por instantes que ele é espanhol, pelos vistos. Credo, que horror! A tragédia... O seu patriotismo é uma coisa assim tão frágil, que se sinta tão ameaçado por uma coisinha insignificante destas?

      Elle, pode gostar do nome ou não (eu não gosto), está no seu direito. Mas não ache que as suas razões para não gostar são melhores que as do outros para gostarem.

      Eliminar
    2. Olhe, comentar no Blog dos Nomes é um pequeno passatempo semanal meu. Tenho uma vida muito preenchida. Acha que eu estou mesmo muito preocupada e a sentir-me ameaçada? Ai, vida. O problema é a maneira como cada um interpreta as palavras. Se em vez de escrever me visse falar, veria que não estou assim tão ralada.
      E sim, é mau. Nos EUA, por exemplo, um Santiago é hispânico e nem pensam outra coisa. É mau, no sentido de ser muito melhor ter um nome português. É só isso, eu acho melhor ter um nome português. Acho mais bonito. Teria mais orgulho. E sim é patriotismo, mas não é preconceito.
      Mas...Quer chamar preconceito? Força, chame para aí. Hoje em dia qualquer opinião que a gente dê na internet, quem não gosta vem logo com a história do preconceito, não tenho paciência. Leve lá a bicicleta. TENHO PRECONCEITO COM SANTIAGO.
      Pronto espero que esteja feliz e aliviada.
      Ah! Mas eu não vou parar de dar a minha opinião sobre Santiago, ou outro qualquer, portanto se se sente incomodada, quando vir o meu nome não leia.

      Eliminar
    3. Pode dar a opinião uma vez, não precisa de repetir 500 vezes sempre que se fala no nome. É chato e entediante para quem lê o blog

      Eliminar
  13. Que bom gosto e que bons exemplos. Santiago Kevin e Bryan são mesmo os nomes estrangeiros mais lindos a face da terra. Problema nao é nomes estrangeiros
    É Mau gosto e não é por não terem por onde escolher. Kevin e Bryan são fora de moda onde originaram lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kevin e Bryan são nomes clássicos. São fora de moda? Talvez, junto com Charles, Thomas e Robert. Mas todos continuam no top 100 americano, portanto os americanos continuam a usá-los. Pelos vistos sim, existe muita gente que os acha lindos. A sua opinião é irrelevante.

      Eliminar
    2. Tá a comparar Kevin a Charles ???? Lolol clássicos??? Só porque estão no top 100... entao Sérgio e Tatiana são clássicos em Portugal estão no top 100... anedota
      Kevin e Bryan estão np top americano mas são parolos e datados para a maioria deles claro há quem use como ha quem use Sérgio e Tatiana em Portugal .. nao sao clássicos por isso sao bem diferentes de Carlos
      A minha opinião fosse irrelevante não comentava tao incomodada ignorava! Pois lol

      Eliminar
    3. São apelidados de clássicos da nova geração, sim. Eu moro nos EU, sei do que falo mais que você que só sabe mandar bitaites sem sentido.

      Eliminar
    4. Sabe a origem de Kevin? A unica diferença é que Charles é mais popular desde há mais tempo, Kevin é tão ou mais antigo, não deixa de ser um nome irlandês muito antigo cheio de raízes interessantes que felizmente não se manteve sobrepopular durante séculos como o entendiante Charles. Mais uma vez, clássicos para vocês só mesmo os de origem germânica ou latina... menos, muito menos.

      Eliminar
  14. Kevin e Brian são mesmo nomes fora da moda nos países anglo-saxões. Não percebo a popularidade em Portugal com tanto nomes europeus muito mais lindos.
    Gostei de ver a entrada de Romeu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kevin continua no top100 americano... já é um clássico

      Eliminar
    2. Pois nem eu mas parece que temos que adorar a parolice senão os parolos ficam ofendidos

      Eliminar
    3. Anónimo das 22:31 - tal e qual!

      Eliminar
  15. Pois eu não sou fã de Kevin e Bryan, acho que há nomes estrangeiros mais bonitos. Sempre pensei que Noah fosse ter mais sucesso em Portugal, afinal é popular em inúmeros países, é moderno, actual. Afinal nunca subiu muito, Kevin e Bryan não consigo perceber precisamente porque são nomes completamente démodé, têm muito pouco de moderno...

    ResponderEliminar
  16. Lourenço subiu muito por causa do caso Lourenço Salvador

    ResponderEliminar
  17. Filipa sabe porque que deixaram de mostrar os compostos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da última vez que pedi acesso a esses dados, parei o processo no momento em que me foi pedido um valor monetário muito substancial :(

      Eliminar
  18. - Santiago foi uma (boa) surpresa e fez alterar o pódio já tão previsível. Só por isso, merece reconhecimento. Eu, pessoalmente, gosto muito! E prefiro ver um Santiago a mudar "isto," do que um Manuel ou um António - nomes muito "à portuguesa" mas que, sinceramente, não teriam tanto impacto num Top 10;
    - Adoro Lourenço! Aliás, tenho uma Leonor e uma Luísa e sempre disse que se vier um menino, será Lourenço! Mesmo quando estava grávida, Lourenço era sempre uma opção em aberto;
    - Duarte também é um dos meus nomes preferidos (a par com Dinis);
    - Guilherme nunca foi dos que gostasse muito, mas confesso que, ultimamente, tenho simpatizado mais (se calhar, por já não ouvir tantos "Guis" como há uns anos);
    - Kevin e Bryan nem entram nas minhas listas de nomes a considerar. Demasiado estrangeiro! Não prefiro clássicos como Fernando ou António, mas estes são mesmo os que nem olho, não têm a minha atenção. Assim como Ema, Mia, etc. no feminino;
    - Não tenho nada a dizer quanto a Manel, mas este gosto pelas alcunhas não deixa de ser curioso. Nas férias de Verão, conheci em Paris uma família portuguesa também lá de férias, com uma Bia e fiquei surpreendida;
    - Mateus e Matias, dois nomes que A-D-O-R-O! Talvez prefira Mateus, mas Matias não fica muito atrás;
    - Jaime "não me aquece nem me arrefece";
    - Romeu é aquele nome que acho que nunca terei coragem de colocar num filho, apesar de gostar mesmo, mesmo muito! Shakespeare não podia ter escolhido outro nomes? Caraças para a Julieta que se foi logo apaixonar por um Romeu, ahaha!
    Espero que esses 39 gostem muito dos nomes deles, porque são realmente muito bonitos!

    ResponderEliminar
  19. Filipa, a lista do IRN foi atualizada.

    ResponderEliminar
  20. Primeiras impressões em relação à lista dos nomes masculinos atribuídos em 2016:

    - Sobre o novo número um, Santiago, já me pronunciei no "post" dedicado ao Top 10, mas direi apenas mais duas coisas na esperança de que o assunto morra aqui: em primeiro lugar, Santiago é um nome português sim senhor e com uma notável associação militar aos primeiros capítulos da história de Portugal. Factos são factos, não dá para debater. E em segundo lugar, ainda que cada um tenha direito às suas prioridades no que toca à escolha de nomes, escrever que Santiago é nome "azeiteiro" e/ou de pobre" a torto e a direito nas redes sociais é de péssimo gosto e só pode ser entendido como uma provocação.
    E pronto, era isto.

    - Sobre Lourenço, o que dizer, a não ser perguntar se se tratará do Santiago 2.0?

    - Guilherme, para mim, nunca saturou muito, pelo que acho que pode manter um número de resgistos confortável no futuro.

    - Matias está a manter-se numa fasquia que me agrada bastante! =D

    - Filipa, lá estão os nomes que discutimos aqui há uns meses a crescer! E Tomé é uma alternativa cada vez mais apetecível a Tomás - é bem possível que o Miguel Valle tenha dado uma ajuda...

    - Mais uma vez, Henrique, Jaime e Artur estão demasiado altos para o meu gosto! Tenho mesmo de arranjar a tal caixinha ultra-secreta...

    - E por falar nisso... Ufa! Lopo está em segurança, com apenas 3 registos. Já Fernão, nem vê-lo... Não está presente (urra!) ou sou eu que não o consigo encontrar? XD Por outro lado, estou a adorar os Caios...

    ResponderEliminar
  21. No dia 17 de Outubro nasceu o meu querido Guilherme! Fico contente por ser um nome menos "da moda". Nunca foi o meu favorito, mas por exclusão de partes descobrimos que Seria perfeito para o nosso bebé. :) Aprecio que haja diversidade no top dos nome,João será sempre um dos preferidos de muitos é agora chegou a vez de Santiago. No quarto da maternidade estavam os seguintes bebés: Gil, Mateus, Santiago e o meu Guilherme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos parabéns Dora! :) As maiores felicidades para a família! Um beijinho!

      Eliminar
  22. Do top 50:

    ADORO: Francisco (mas não poria a um filho meu por ser demasiado comum), Matias, Tiago, André, Samuel, Isaac.

    Não gosto mesmo: Santiago, Vicente, Salvador, Lucas.

    ResponderEliminar
  23. O nosso vizinho continua a pisar forte...!Pão bimbo,iogurtes danone para as nossas criançinhas,lojas Zara,Corte Inglés,e agora Santiago!Que povinho sem personalidade nem carácter!
    Não é preconceito,é portugal(p mínusculo)dos pequeninos.Nem Dom Sebastião nos poderia salvar!Vejam se eles escolhem nomes portugueses...Tristeza!!

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)