Quem diria...

6.8.15


Estava a conversar com o meu marido a propósito das minhas listas de nomes favoritos de A a Z - sim, ele demonstra o mínimo interesse pela temática e até tem um estilo interessante - quando me apercebi de que o único nome masculino que ambos adoramos não é muito fácil de combinar com um segundo nome! De repente, a minha maior certeza em relação aos nomes desvaneceu-se e dou por mim a pensar na hipótese de vir a ter um filho sem um nome composto... E o pior é que até estou a lidar bem com a ideia! 

Já vos aconteceu algo deste género?

14 comentários :

  1. Sempre tivemos claro que os nossos filhos não teriam um nome composto.

    Por outro lado, essa era a única coisa em que concordávamos à partida. Foi tão difícil escolher, temos estilos tão diferentes... os nomes dos miúdos são bonitos, e hoje acho que são a cara de cada um deles, mas não são a primeira escolha nem do pai nem da mãe.

    ResponderEliminar
  2. Eu nunca teria um Joao e aqui esta ele! 😀

    ResponderEliminar
  3. Agora a Filipa vai nos matar a todos de curiosidade se não disser que nome é esse...até pode ser que ajudemos a formar um nome composto bonito!

    ResponderEliminar
  4. Eu e o meu namorado estamos em total sintonia em relação aos nomes (pretendemos ter filhos para o ano) :) gostamos dos mesmos e temos ambos a certeza de que só terão um nome próprio e um apelido de cada um de nós. E já temos 2 nomes de menino e 2 nomes de menina que ambos adoramos e já nos fomos habituando a falar deles, por isso, quando chegar o momento, vai ser super fácil escolher :)

    ResponderEliminar
  5. anónimo, só por curiosidade quais é que são os quatro nomes de que estão a falar?

    ResponderEliminar
  6. Sim, aconteceu-me... ao acrescentar um segundo nome, corríamos o risco de atribuirmos ao nosso filho um nome mais inclinado para o vulgar ou então para o snob, pelo que optamos apenas por um, já por si comprido e forte.
    O segundo nome só faz mesmo, mesmo falta na hora de ralhar... Chamar os filhos pelos dois nomes reforça a autoridade!!!

    ResponderEliminar
  7. Corrijam-se se estiver errada mas a moda nos últimos anos é colocar os nomes compostos na fogueira! Agora é um único nome, que é mais elegante. Ainda bem que sou contra modas. Ou melhor: eu vejo "modas" mais para a frente, ehehehe.

    ResponderEliminar
  8. Maria (2.12): o seu filho chama-se Frederico?

    ResponderEliminar
  9. Para repreender crianças de nome único basta chamá-la por um diminutivo. Depois, ao se usar o nome completo, a "autoridade" está implícita :)

    Fred - tudo bem
    Frederico - as coisas não estão bem

    Mas a "moda" também diz que pessoas que gostam de colocar nomes únicos aos filhos, não desejam que estes possam ser diminuidos

    ResponderEliminar
  10. Eu vejo vantagens em ter nome composto (falo por experiência própria). Dois nomes sempre possibilitam à pessoa escolher o que preferir, e quando se quer um nome incomum (eu nunca daria um primeiro nome popular), um segundo nome - mais usado - ajuda a que o primeiro seja bem recebido.
    Já ponderei abdicar desta mania dos compostos, porque tenho segundo nome para uns mas não para outros. E para mim é mais importante a harmonia entre irmãos do que ter composto. No entanto, o ideal para mim seria: 2 nomes próprios + 3 apelidos, por isso ia fazer um esforço para conseguir bons compostos, com nomes que ambos gostássemos e significassem algo de bom para nós. Tenho a certeza que, no meio de tantos nomes, um deles é aquele que encaixa na perfeição com o nome que queremos ;)

    ResponderEliminar
  11. Anónimo 7 de agosto de 2015 às 23:57, os nomes de que mais gostamos são: Olívia & Elvira e Fausto & Edgar :) mas, ainda assim, gosto mais dos das meninas que dos meninos! Olívia é mesmo o meu nome preferido :)

    Mariana

    ResponderEliminar
  12. Não acredito nisso!!
    A Filipa responde a toda a gente que pede compostos e está a dizer que para o seu filho não vai conseguir combinar um segundo nome?!
    Em casa de ferreiro espeto de pau??
    Não pode ser. Não faça tal coisa.

    ResponderEliminar
  13. Já sim e o fiz. Hoje não colocaria nenhum outro nome para compôr o nome escolhido ao meu filho. é fácil de se imaginar a ideia de usar apenas um nome, quando vai se acostumando com algo, este algo faz-nos torná-lo mais familiar.

    ResponderEliminar
  14. Podes pôr Xavier Maria! Ele ia adorar!!! :) Nenhuma das nossas escolhas está nos teus favoritos... Oooohhhh :(

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)