Rosarinho

5.7.14


Rosarinho é o diminutivo do nome próprio Rosário e pode ser registado desde 2006. Tem origem no latim Rosarium e significa "colar de Rosas" ou "Roseiral". 
O que pensam de Rosarinho? Olham-no com mais simpatia agora que Carminho está tão na moda e tão bem-visto? Na minha opinião, é uma boa alternativa e o facto de estar relacionado com o nome Rosa dá-lhe um encanto ainda maior! Neste momento é pouco usado e só foi registado em sete meninas durante o ano de 2013. O composto Maria do Rosário é relativamente comum em Portugal! 


20 comentários :

  1. A minha mãe chama-se Rosário e eu, quando era pequena, não gostava nada desse nome, achava feio e estranho. Principalmente porque as mães dos meus amiguinhos da escola tinham todas nomes "normais" (Ana, Teresa, Júlia....). Mas depois, conforme fui crescendo fui começando a gostar, porque era um nome diferente.
    Rosarinho acho muito bonito, até porque é o nome que chamam à minha mãe. =)
    Já conheci algumas Rosários pequeninas (a quem se chama Rosarinho) e acho que fica amoroso.

    ResponderEliminar
  2. Não, nem pensar...
    Acho muito mais prudente, e elegante Maria do Rosário. Ou Maria do Carmo. E depois podem à vontade chamar Rosarinho e Carminho quando são crianças, mas quando chegarem à idade adulta têm um nome decente e à altura!
    Registar Rosarinho é um autêntico disparate! Mas é só a minha opinião!!

    ResponderEliminar
  3. Eu tambem prefiro Rosario e Carmo em vez das versões Rosarinho e Carminho.

    ResponderEliminar
  4. Não acho que seja um bom nome.
    É impronunciável noutras línguas, nem os espanhóis sabem dizer.

    ResponderEliminar
  5. Prefiro Rosarinho a Rosa. Soa-me bem.

    ResponderEliminar
  6. Rosarinho vai ser o nome da filha do Simão Morgado

    ResponderEliminar
  7. É fofinho para uma personagem de um livro. Para uma menina a sério, que depois se vai tornar numa mulher de verdade (com emprego e todas essas coisas chatas), já não tem a mesma piada.

    ResponderEliminar
  8. Não costumo gostar quando diminutivos viram nomes próprios, salvo algumas excepções. No caso de Rosarinho acho que é preferível a criança chamar-se Maria do Rosário, por exemplo, e poder ser tratada das três maneiras, Maria do Rosário, só Rosário ou Rosarinho, porque acabaria por ter um maior leque de opções. Enquanto criança ou adolescente pode preferir que a tratem por Rosarinho, mas quando crescer pode dar preferência ao composto Maria do Rosário, talvez por ser um pouco mais "sério".

    ResponderEliminar
  9. Prefiro Rosário (sem Maria, mesmo) a Rosarinho.

    ResponderEliminar
  10. Como já referiram em comentários anteriores, Rosarinho pode ser sempre utilizado em ambiente familiar e com amigos. Não o usaria. E concordo com o autor do comentário anterior, também gosto mais de Rosário só sem a previsível junção do "Maria do" que o torna mais "pesado"

    ResponderEliminar
  11. Não sou fã de Rosário e muito menos de Rosarinho como nome, mas como apelido/alcunha para uma Maria do Rosário fica bonitinho.
    Mesmo assim, prefiro mil vezes Rosa.

    ResponderEliminar
  12. Não sou fã de Rosário e muito menos de Rosarinho como nome, mas como apelido/alcunha para uma Maria do Rosário fica bonitinho.
    Mesmo assim, prefiro mil vezes Rosa.

    ResponderEliminar
  13. Aqui no Brasil, só conheço o nome Rosário formando composto com Maria (Maria do Rosário). O nome em si é masculino, mas por tratar-se de um dos títulos de Nossa Senhora é usado juntamente com o nome Maria e, por isso, torna-se feminino. Pelo fato de ser usado para menina, além da forma diminutiva Rosarinho, também temos a forma familiar Rosarinha; porém essas formas não constam nos registros das brasileiras. Como nome próprio o nome Rosário é dissociado do nome Rosa, embora etimologicamente tenham tudo que ver.

    ResponderEliminar
  14. Não gosto, tal como não gosto de Carminho. Acho até nomes quase que pretensiosos e um pouco ridículos para uma mulher adulta... Enfim, são gostos!

    ResponderEliminar
  15. Não gosto, tal como não gosto de Carminho. Acho até nomes quase que pretensiosos e um pouco ridículos para uma mulher adulta... Enfim, são gostos!

    ResponderEliminar
  16. Moro no Brasil há quase vinte anos e, só uma Maria do Rosário.E não gosto , também não gosto de Carminho, Leire e Belém.
    (nomes femininos), e dos nomes masculinos de que nãogosto são:

    Simão
    Fernão
    Lopo
    Pepe
    Indro

    ResponderEliminar
  17. *Eu quis dizer que só ví uma Maria do Rosário na minha vida

    ResponderEliminar
  18. Há uma novela na TVI que tem uma adolescente que se chama Rosário, por vezes o pai chama-la Maria do Rosário. Nunca ouvi Rosarinho, talvez se ela fosse uma criança.
    Eu acho que se os pais pensarem na filha vão optar por Maria do Rosário...Se pensarem só neles vão optar por Rosarinho. É que para os pais os filhos são sempre bebés, sempre pequeninos, sempre inhos e inhas, e os pais costumam ter dificuldade em pensar nos filhos enquanto adultos, independentes, crescidos. Provavelmente custa muito imaginar a filhinha chamada Maria do Rosário, parece um nome tão "sério"...Rosarinho é mais querido, coitadinha, ela é pequenina e vai ser sempre?! Ou não....
    A autora do Blog da Carlota repensou o nome e afinal é Maria do Carmo. Na altura em que anunciou o nome ela disse que seria mesmo Carminho, e depois algumas pessoas alertaram para o facto de não ser um nome adequado a uma adulta. Provavelmente isso fê-la pensar e acabou por mudar a decisão inicial. Acho que foi uma decisão sensata .

    ResponderEliminar
  19. Liliana, não sabia que a menina afinal se chamava Maria do Carmo... Eu não simpatizo muito com o composto, mas compreendo perfeitamente as reservas face aos nomes que são diminutivos, eu também teria relutância em usar!

    ResponderEliminar
  20. Num comentário anterior disse que preferia Maria do Rosário, porque era mais "sério". Afinal a pessoa não fica criança para sempre, e Rosarinho, quando se é adulta, pode parecer um pouco infantil. Achava eu há algum tempo, mas ultimamente tenho visto Rosarinho com outros olhos, e hoje adoro-o tanto como nome próprio que é dos meus nomes preferidos, depois de Rosa e Emília.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)