Alberto

25.6.14


Não me parece tarefa fácil encontrar um pequeno Alberto em Portugal nos dias de hoje. No ano passado, foram apenas registados seis meninos com este primeiro nome, mas o número torna-se mais expressivo quando olhamos para a lista de segundos nomes e, nesse caso, foram registados 49, com destaque para as combinações mais clássicas Carlos Alberto e Luís Alberto. Pergunto-me se parte destes meninos não serão Alberto por homenagem ao pais ou avô, uma vez que é um nome muito comum nas gerações anteriores ao 25 de Abril.
O nome tem origem no germânico Adalberht - que também origina Adalberto e significa "nobre brilhante". Apesar de já se usar até então, tornou-se bem mais popular depois do casamento da Rainha Vitória de Inglaterra, em 1840, com o príncipe Alberto, seu primo alemão. Poderia citar bastantes portugueses chamados Alberto mas o meu preferido é sem sombra de dúvidas o heterónimo pessoano Alberto Caeiro. 
Alberto tem uma versão feminina praticamente idêntica - Alberta - mas em Portugal sempre foi mais comum o uso de Albertina. Quanto a diminutivos, conheço Bertos [Berto é aprovado como nome próprio] e Bertinhos, mas nem todos eles são Albertos e, se olharmos para a lista de aprovados, é fácil encontrar outros nomes masculinos terminados em -berto: 


  • Adalberto
  • Arisberto
  • Dragoberto
  • Felisberto
  • Gerberto
  • Gilberto
  • Guadalberto
  • Herberto
  • Heriberto
  • Hildeberto
  • Huberto
  • Humberto
  • Leoberto
  • Norberto
  • Odeberto
  • Ramberto
  • Rigoberto
  • Roberto


Acham que Alberto deixará de se ouvir por completo, como a maioria destes nomes ou pensam que poderá regressar? 


21 comentários :

  1. Como a Filipa escreveu, acredito que Alberto seja um nome escolhido para homenagear familiares.
    Em algumas aldeias do interior ainda se continua a dar este nome, mas tratando a criança por Berto.
    Penso que será, sim, um nome que cairá em desuso, daqui a uns anos.

    ResponderEliminar
  2. Filipa, tenho uma questão.
    Há vários nomes que não são antigos mas que estão fora de moda (penso eu).
    Falo dos nomes associados aos anos 70 e 80.
    Ainda nascem Cláudias, Fábios, Vanessas, Cátias, Veras, Dários, Patrícias, Márcios, e outros parecidos? Soam-me todos a nomes de moda de uma época.
    Haverá hipótese de daqui a uns 30 ou 40 anos olharmos para esses nomes como "nova moda"? Como agora fazemos com nomes "antigos"?

    Em relação ao nome Alberto, não é um nome que considere bonito. COnsidero até bastante pesado. Penso que acabará por desaparecer.

    ResponderEliminar
  3. Falo em relação a Portugal. No Brasil não sei qual é a aceitação desses nomes que referi no comentário anterior.

    ResponderEliminar
  4. O meu pai é Carlos Alberto, e o nosso último nome é Lamberto, o que muitas vezes faz com que me chamem "Rafael Alberto"

    ResponderEliminar
  5. Na aldeia da minha avó (dou este exemplo porque conheço bem) há muito o hábito de dar aos bebés os nomes dos padrinhos, dos pais, dos tios ou dos avós. O que mais se encontra por lá são Manuéis filhos de Manuéis, Josés filhos de Josés, "Bertos" filhos de Albertos, Antónios filhos de Antónios...
    É uma prática muito comum. Só há uma meia dúzia de anos é que os nomes masculinos começaram a "desenvolver" lá na aldeia, e essa modalidade tem vindo a sofrer um decréscimo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece o mesmo nas classes altas em que nomes como Manuel,António,José e até Joaquim passam de geraçao para geração e são condiderados nomes clássicos e finos.

      Eliminar
    2. Mas de facto,porquê é que Alberto ainda não entra nessa lista distintiva,não saberei explicar...

      Eliminar
  6. Na minha família há 3 Albertos: avô, pai e filho, sendo que o filho anda por volta dos 17 anos, e chamamos-lhe só Beto, não Berto :)

    ResponderEliminar
  7. A mim não me parece nada "pesado". Aliás, para mim está na lista de clássicos e intemporais.

    Conheço um pequeno Carlos Alberto...

    Gosto das combinações tradicionais como: António Alberto, Carlos Alberto, José Alberto, João Alberto...

    E sim, imaginaria um pequeno com esse nome e não me causaria qualquer estranheza ainda que compreenda que atualmente soe a nome de fundo do baú.

    Além disso, tem a seu favor o facto de ser internacional.

    Mas acredito que cairá no esquecimento como caíram outros que agora estão na moda e daqui a umas décadas ressurja das cinzas.

    ResponderEliminar
  8. Gosto de Alberto, e acho que um bebé Alberto seria uma fofura :)
    (mas dispensava a alcunha de Berto...)

    ResponderEliminar
  9. Não é muito comum, mas não me parece que seja um nome que vai desaparecer. Estes é daqueles nomes que é mais bonito o original que o diminutivo.

    ResponderEliminar
  10. Tenho dois amores chamados Alberto: meu avô e meu pai(Luiz Alberto) pra mim foi uma imensa alegria ver aqui esse nome citado. Talvez só não coloque esse nome porque já tem dois na minha família, que amo de paixão. Mas é um nome lindo, atemporal, bem másculo e cheio de qualidades

    ResponderEliminar
  11. Eu não consigo gostar do nome Alberto.
    No entanto, acredito que pode ser um dos nomes que daqui a umas décadas volte em altas. É facilmente reconhecido no estrangeiro e é fácil de escrever, uma vez que não tem acentos nem cedilhas.

    ResponderEliminar
  12. Gosto de nomes considerados antigos, e já que os femininos estão a pouco e pouco a serem usados novamente, acho que os masculinos também o podem ser.
    Consigo imaginar um bebé Alberto, da mesma forma que imagino um Joaguim, mas gosto muito mais do primeiro do que do segundo, apesar de Joaquim ser muito mais comum em crianças.
    Agrupo Alberto a nomes como Amélia e Olívia, que apesar de se ouvirem pouco nas gerações mais novas, acho que têm capacidade para se tornarem mais usáveis.

    ResponderEliminar
  13. Ah, esqueci de dizer, no Brasil a alcunha de Alberto é Beto ou Betinho, o último é a alcunha do meu avô

    ResponderEliminar
  14. Aqui no Brasil o apelido (alcunha) é Beto. Todos os Robertos, Albertos, etc, são chamados de Beto. Interessante a diferença!

    ResponderEliminar
  15. Aqui no Brasil o apelido (alcunha) é Beto. Todos os Robertos, Albertos, etc, são chamados de Beto. Interessante a diferença!

    ResponderEliminar
  16. Sou portuguesa e por aqui o diminutivo de Alberto, Roberto, Humberto, é sempre Beto.

    São nomes perfeitamente usáveis e, na minha opinião, com potencial para serem recuperados por pessoas que gostam de nomes menos usados e ainda assim fáceis de escrever, dizer e reconhecer.

    ResponderEliminar
  17. Conheço um Alberto, português, com 3 anos. Ele é tratado por toda a gente por Alberto ou, muito raramente, por Al. Ninguém o trata por Berto ou Beto.

    ResponderEliminar
  18. Acho Lindo e para homenagear meu sogro vai se chamar Alberto Neto se menina Giovanna Maria lindo nome.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)