Alexandre & Alexandra

11.12.13


Quando há uns dias debatíamos a diferença entre um nome datado e um nome feio, pensei na quantidade de nomes que eu considero bonitos mas que, de certa forma, tendo a colocar de lado apenas porque há algumas décadas houve uma geração que se deixou encantar por eles. 
Esquecendo a popularidade de Alexandra nos anos 70 e 80, e concentrando-me apenas no nome, acho-o tão interessante quanto Alexandre, um nome masculino que me agrada bastante. São dois nomes antigos, tradicionais, internacionais, aristocráticos, talvez um pouco compridos para os dias de hoje mas que, ainda assim, permitem o uso de uma série de diminutivos marcantes [tão marcantes que alguns até subiram de estatuto e se transformaram em nomes próprios, como Alex,  Aléxis, Alexa e Aléxia]. E, além de tudo isto, ainda têm um poderosíssimo significado, "defensor dos homens" ou "guerreiro defensor". 
Alexandre foi registado 370 vezes em Portugal durante o ano de 2012, o que lhe valeu a 37.ª posição do ranking, ao passo que Alexandra se ficou pelos 77 registos que, contudo, o colocaram na 70.ª posição do top feminino. Poderão não ter a popularidade de outrora, mas não podemos dizer que são nomes que já não se usam ou que não são contemporâneos. Todavia, não aprecio vê-los usados como segundo nome, porque foi assim que me habituei a vê-los e acho que dão origem a algumas combinações-cliché e, mesmo que até funcionem, parecem-me escolhas um pouquinho desinspiradas. 

40 comentários :

  1. Reconheço elegância ao nome tanto na sua versão masculina como feminina. Porém, como a Filipa referiu o facto de ser usado insistentemente como segundo nome retirou-lhe um certo "encanto". E concordo que a única forma de revitalizar estes clássicos segundos nomes é usá-los como primeiros.

    A propósito seria interessante lançar o desafio de pares perfeitos para os habituais segundos nomes (desconheço se já foi feito no blog). Na minha opinião acho que é um dilema com o qual os pais de debatem... Alexandre quê, Filipa quê, Miguel quê???

    ResponderEliminar
  2. Pessoalmente não gosto dos nomes! E tenho Alexandra no meu nome!!
    Mas pronto, como não tenho coragem de mudar o nome, vou vivendo com ele ;)

    ResponderEliminar
  3. Acho-os bonitos. Li em um determinado sítio que a versão portuguesa é Alexandro [alecsandro), e que Alexandre é a versão francesa (usada no Brasil). A forma feminina Alexandra, onde a letra x é pronunciada com som de cs e também ch, como na versão estrangeira, é motivo para as portadoras do nome não o apreciar.

    ResponderEliminar
  4. É o meu nome. Gosto da pronúncia [alecsandra], mesmo que o diga continuam pronunciando a letra x com som de ch como na versão estrangeira. Ainda bem que familiares e amigos me chamam de Aléxia [alecsia].

    ResponderEliminar
  5. O meu segundo nome... Eu acho bonito mas nao como a combinação que tenho :S lembro-me na escola haver umas quantas "Xanas" e eu não achava piada nenhuma. Prefiro Alexia ou Alex! Mas era moda...

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto de Alexandra para primeiro nome.
    Alexandre não gosto nada.

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de Alexandra como primeiro nome, mas sem diminutivos. Tenho preferência por nomes compridos.
    Já Alexandre não acho tanta piada, mas isso é por associar sempre nomes a pessoas que já conheço.
    Dou o meu viva a futuras mães que optem por Alexandra!

    ResponderEliminar
  8. @Alexandra

    Em Portugal sempre se leu [alechandre] e [alechandra]. Com som "cs" é inglês, quer-me parecer.

    ResponderEliminar
  9. Sendo eu Alexandra... Gostei deste post. :D

    ResponderEliminar
  10. eu adoro Alexandre e Alexandra conheço imensos Alexandres e Alexandas como primeiro nome:
    Alexandra Maria
    Alexandra Isabel

    Alexandre Miguel
    Alexandre Filipe

    ResponderEliminar
  11. Será que a informação de que Alexandre é a versão francesa e Alexandro a portuguesa procede? Alexandre me soa tão português... Acho que é porque sempre associo o nome ao Alexandre Herculano, rsrsrs.

    ResponderEliminar
  12. Assim de repente, relativamente a segundos nomes para Alexandra e Alexandre, lembrei-de de alguns,que são de antigos colegas de escola:

    Alexandra Lucas
    Alexandre Filipe
    Alexandre Ricardo

    E, definitivamente, prefiro ambos como primeiro nome. Como segundo, talvez Maria Alexandra porque, lá está, Maria combina com tudo :)

    ResponderEliminar
  13. Acho nome de favelados... Não gosto!

    ResponderEliminar
  14. Mayara, vi a confirmação da pronúncia de meu nome, Alexandra [alecsandra], no sítio ciberduvidas. Como é sabido, a letra x representa vários fonemas. O nome Alexandra possui origem grega e a pronúncia guarda conformidade com a origem do nome, e como temos o som cs, este permanece na grafia aportuguesada. Aqui no Brasil, percebo que há uma rejeição pelo som cs, até pelas pessoas consideradas cultas, como pode ser observado na pronúncia de tóxico [tócsico], onde se ouve a pronúncia viciosa [tóchico].

    ResponderEliminar
  15. Oi! Meu nome é Aliane. Achei um dicionário de nomes muito antigo que constava meu nome. Nunca mais achei em nenhum lugar confiável. Segundo ente dicionário, meu nome seria a junção de Ali (árabe) com Ana (Hebraico) e teria sido registrado pela primeira vez na França no séc. XVI; por isso, terminado em E e não A. O significado seria elevada/sublime graça. Conseguirias mais informações? Bjs

    ResponderEliminar
  16. Mayara, faço minhas as palavras de Alexandra: a pronúncia do nome guarda conformidade com a origem. Sei o quanto que é complicado no Brasil ter nome que contenha a letra x. Meu nome, uma homenagem ao meu avô Máximo, que se origina do latim Maximus, cuja versão portuguesa é Máximo, com pronúncia [mássimu], dada a origem latina. No entanto, a pronúncia [máksimu] é a que se ouve. Meus pais solicitaram o registro com a grafia Mássimo (a versão italiana é a mesma, sem acento), mas recebo críticas quanto à grafia do nome; mesmo assim, acho melhor do que ouvir [máksimu].

    ResponderEliminar
  17. O ciberdúvidas é feito por pessoas, não é uma Bíblia. É sabido que muitas vezes dizem porcaria...

    Em Portugal ninguém diz "ks". Até o google diz "ch". http://translate.google.pt/#pt/en/alexandra

    Mas acho que cada qual pode dar ao nome a pronúncia que quiser, não é?

    ResponderEliminar
  18. Mas sim, em tóxico etc. diz-se ks.

    ResponderEliminar
  19. Por favor, escolha um pseudónimo para entrar na discussão.

    O problema é exatamente este, cada qual achar que pode dar a pronúncia mais bonita, mas que, no entanto, não guarda conformidade com a etimologia do nome. Entendi que a pessoa citou a fonte ciberduvida só a título de exemplo; quanto a Bíblia, esta não informa a pronúncia dos nomes que, por sua vez, têm origem no aramaico, hebraico e grego, cujas línguas não utilizam os caracteres latinos. Isto posto, os nomes foram transliterados para línguas diversas resultando em sons, por vezes distinto do original, mas nem por isso inventado, pois foram informados por pessoas que atuam na área.

    ResponderEliminar
  20. Acontece Anômalo, digo, Anónimo, que todas as palavras devem ser pronunciadas corretamente, inclusive os nomes próprios. O nome Félix, cuja pronúncia é [félis], atualmente pronunciado [féliks], é um horror!

    ResponderEliminar
  21. O X da questão é este:
    Com o som CH é CHique porque diz respeito a pronúncia francesa;
    Com o som cs/ks é brega porque diz respeito a pronúncia portuguesa.
    OBS: O google considera a versão francesa. Chique, não?

    ResponderEliminar
  22. Bem, escolho um pseudónimo se me apetecer, não acha? E anómalo é a sua tio, ó eugénico.

    A pronúncia em qualquer lado de Portugal é /alechandre/ e /alechandra/. O x tem múltipla valência: /ks/, /ss/, /ch/ e /z/. Em lado algum diz que Alexandre se deve pronunciar /aleksandre/ só porque no grego é assim que se pronuncia. Se fôssemos por aí, César era /kézar/ e Júlio era /iúlio/. Se aí para as terras p'ra lá do equador dizem outra coisa, não sei nem me interessa. Em Portugal é /alechandra/.

    ResponderEliminar
  23. ALÉM DO MAIS, em francês, Alexandre pronuncia-se /aleKSandre/. Alguém enganou bem a Alexandra.

    ResponderEliminar
  24. Agora você trocou os acentos, digo, as grafias, digo, os sons, enfim, presta atenção 'ofendidinho':
    Alexandre e Alexandra = som ch (versão francesa).
    Alexandro e Alexandra = som ks (versão portuguesa).

    ResponderEliminar
  25. Santa paciência.

    Está errado.

    Em francês nenhum x é pronunciado /ch/, é /ks/.

    Assim,

    Alexandre/Alexandra em francês: /ks/
    Alexandre/Alexandra/Alexandrino/Alexandrina em português: /ch/

    Alexandre não é menos português que Alexandra. Aliás, nunca conheci nenhum Alexandro, e só sei que existe porque está na lista oficial. Não me pronuncio sobre a pronúncia do mesmo, mas por analogia com Alexandre e Alexandra...

    ResponderEliminar
  26. Outra, quem disse para você escolher um pseudônimo foi Ciro, digo, Sofia, enfim não foi o Anômalo, digo, Anónimo 2.

    ResponderEliminar
  27. Se o nome Alexandro está na lista oficial, então?

    ResponderEliminar
  28. Que conversa da treta, claro que Alexandre se pronuncia Al(e)chandr(e), em Portugal com os ee emudecidos, como em francês, mas não é KS.

    ResponderEliminar
  29. A lista oficial não diz como se pronunciam os nomes. Alexandre também está na lista oficial.

    ResponderEliminar
  30. Brasileiro, 12 anos, com ajuda de minha vó, tenho a informar:
    A forma masculina e a forma feminina de determinado nome, dificilmente é aceita numa mesma época. Além disso os nomes Alexandre e Alexandra ainda apresentam particularidades, aqui neste gigantesco Brasil. De início apresentaram-se com as grafias Alexandra e Alexandro, e pronúncias aleksandra e aleksandro.
    A forma feminina foi plenamente aceita por décadas, assim como a forma reduzida Sandra. Quando isso ocorre, a forma masculina não obtém êxito (alguns poucos registros neste país imenso).
    Depois começaram os registros da forma masculina Alexandre, com a letra x = ch, a qual foi totalmente aceita, inclusive toda Alexandra (aleksandra) passou a ter um irmão Alexandre (ch).
    Posteriormente a forma feminina sofreu alteração na pronúncia, passando o x a ter som ch. Foi nessa época que surgiram os registros de grafias Aleksandra, Alecsandra e até Alexsandra solicitadas pelos pais que já tinham se acostumado com a pronúncia que estava em vigor. Enfim, as Alexandras, que são aleksandras, passam pelo vexame de ouvir uma pronúncia diferente de seu próprio nome.
    Quanto a pronúncia ch, relativa à forma feminina, não vou arriscar a língua responsável por receio de incorrer em erro e de ser crucificado pelos Anónimos de plantão, como ocorreu com Alexandra.
    OBS: O ciberduvidas não é pocilga, por isso os Anónimos não encontram espaço.

    ResponderEliminar
  31. Prezados,
    infelizmente nos últimos dias tem ocorrido um acirramento de ânimos nos comentários, de sorte que parece que qualquer pensar diferente é entendido como agressão pessoal. Creio que qualquer informação (mesmo que dela discordemos) é útil, pois se trata de um fórum de discussão. Contudo, a conversa tem sempre que se manter em alto nível, sem ofensas pessoais ou desmerecimento do conhecimento alheio (repiso, mesmo que dele discordemos).
    Sempre tive imenso prazer em ler os comentários, mas nos últimos dias, dada a quantidade de comentários desagradáveis (às vezes, raivosos) e brigas desnecessárias, tenho considerado enfadonho visitar o blog.
    Espero que logo voltemos a elevar o nível da discussão.
    Atenciosamente

    ResponderEliminar
  32. Calma, gente.

    Em Portugal é verdade que se pronunciam ambos "ch", não sei se já não foi assim.

    Alexandre se calhar é usado de mais como segundo nome. Alexandra sofre um pouco por ser algo datado.

    ResponderEliminar
  33. Alexandro... Não consigo. :-)

    ResponderEliminar
  34. Bem, que confusão :(
    Não tenho conhecimentos suficientes para entrar nesta discussão sobre a evolução linguística - nem sequer é algo que me interesse muito e não é o ângulo que escolhi para este blog - posso apenas reforçar a ideia de que, em Portugal, Alexandre e Alexandra dizem-se "Alechandre" e "Alechandra".

    E no seguimento do pertinente comentário da Alda, faço um apelo ao bom senso, porque não tenho vontade de apagar comentários, mas também não gosto de ler insultos.

    ResponderEliminar
  35. As pessoas passam-se mesmo! É que já nem é dar opinião, é faltar ao respeito! Enfim...

    Gosto de Alexandra como 1º nome e conheço uma pequenina que é apenas Alexandra e acho que fica mesmo bem :)
    Alexandre já não gosto tanto. Conheci muitos nos tempos de escola e todos Alexandres de segundo nome.

    ResponderEliminar
  36. De brasileiro para brasileiros.
    O X da questão é este:

    Brasileiros, se liguem!

    Até Portugal está percebendo a necessidade de incluir na lista oficial as versões estrangeiras Alexandre, Diego, Elena, etc.
    A consulta ao ciberduvidas é tão somente para conhecer a etimologia do nome. Para efetuar o registro, escolham a versão dos países ricos.

    Perceberam agora porque o Brasil nunca criou lista oficial?
    Nossos dirigentes são antenados!

    ResponderEliminar
  37. Nem Alexandra, nem Aleksandra...Para mim bonito é mesmo Alessandra!

    ResponderEliminar
  38. Olá! Sou portuguesa, tenho 36 anos e é com muito orgulho que me chamo Alexandra! Aliás, gosto tanto do meu nome que, se um dia tiver uma segunda filha (a primeira é Eduarda) quero que este seja o seu segundo nome. O primeiro é que é mais dificil, mas queriamos um nome curto, como Sofia ou Raquel. Sugestões?
    Já agora, cá em Portugal o meu nome é e sempre foi lido como Alechandra, de norte a sul, do interior ao litoral, e o mesmo se passa com Alexandre. Alexandro nunca ouvi. Não quer dizer que não exista, mas se sim, é muito, muito raro. Penso que este tipo de variação deve ser muito mais comum no Brazil, um país maior e com uma maior abertura a nomes diferentes ou invulgares. Os únicos Alecsandros ou Alessandros que conheci na vida são, aliás, Brasileiros.
    Obrigada por aumentarem o meu conhecimento acerca deste nome que adoro e aguardo sugestões de nomes para uma menina.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  39. Ps- Desculpem ter escrito mal Brasil (escrevi com z) mas sou professora de Inglês e por vezes a grafia inglesa sai sem pensar. ;-)

    ResponderEliminar
  40. tipo eu nao gosto nada do meu nome em portugues, mas tipo adoro quando me chamam de Alejandra (em espanhol) fica uma beca mais cool. mas na ver dade todos me chamam de "Xana" e quase niguem sabe o meu verdadeiro nome! tipo é que eu nao me indentefico nada com o seu significado

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)