Mário

8.3.13


Apesar da minha paixão por nomes compridos e fortes, também aprecio muito os nomes discretos. Já tenho falado aqui de alguns e hoje chegou o dia de Mário,  que deriva do latim "marius" e significa "relativo ao deus Marte". Antes mesmo de começar a escrever, tentei pensar na quantidade de Mários que conheço pessoalmente e concluí que não são muitos. Brinquei, em pequenita, com o meu vizinho Márinho mas, depois disso, tive de esperar quase quinze anos para conhecer outro. Contudo, depois, pensando nos Mários espalhados pelo país, percebi que é um nome muito marcante na nossa sociedade e que, a meu ver, tem tudo para nos encantar, outra vez. E digo "outra vez" porque, por curiosidade, espreitei os dados do SPIE, que indicam que, até 1979, Mário se manteve bem acima dos 500 registos, sendo o seu melhor resultado no ano de 1962, com 1463 registos. É ou não é muito Mário? Nos últimos anos, contudo, o nome ouve-se muito menos. Em 2011, ainda ultrapassou a barreira dos cem registos - teve 107, para ser mais precisa - e em 2012, ficou-se pelos 94. Honestamente? Acho que são números bastante mais positivos do que poderia prever, já que os nomes mais procurados para meninos são tão diferentes deste simples e recatado Mário. E retomando a ideia de que está na altura de o olharmos com mais carinho, lembro que a partir de 1970, Mário foi, de certa forma, substituído por Marco, o que fez com que não ficasse conotado como "nome dos anos 80". Acham usável ou não?

9 comentários :

  1. Não gosto nada de Mário mas Marco então, ainda gosto menos.

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito, é transversal a todas as classes sociais e idades (conheço Mários pobres, ricos, velhos, novos, brancos e mulatos)e fica bem como primeiro ou como segundo nome. Márinho é que não, por favor! :)

    E já agora Filipa, uma sugestão, já que a Kate se descaiu e que provavelmente está grávida duma menina, que tal um post sobre o possível nome da princesinha?

    ResponderEliminar
  3. Isto das associaçoes é tramado! lol Associo sempre Mário ao Super Mário dos videogames "It´s me! Maaario!" Só conheci pessoalmente um Mário na vida, não é um nome que goste muito mas não acho feio!

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito, mas sou suspeita, é o nome de um dos meus filhos (é um dos 94 nascidos em 2012) e um nome de família. A esmagadora maioria das pessoas que conheço não gosta nada.

    Toda a gente me fala no super Mário. Nunca tal me tinha ocorrido... Também me falam no Mário Soares, vá.

    Para mim é nome de poetas. Benedetti, Sá Carneiro, Cesariny, Dionísio.

    Também gosto de Marco, mas prefiro Marcos, porque - lá está - é o nome de um dos meus poetas preferidos, Marcos Ana.

    É muito interessante como as nossas referências, gostos e vivências condicionam as associações que fazemos a determinados nomes. Acontece-me muitas vezes ler comentários aqui e pensar que acho coisas completamente diferentes acerca de certos nomes do que as outras pessoas (um bom exemplo é Catarina que, para a maioria, é um nome forte, de rainha, do mesmo tipo de Francisca ou Margarida; para mim é o típico nome das filhas de militantes contra a ditadura do Estado Novo; metade das filhas de amigos dos meus pais chamam-se assim por causa da Catarina Eufémia).

    ResponderEliminar
  5. Não é dos meus favoritos, mas é perfeitamente usável. Nunca conheci nenhum Mário, nem novo nem velho e talvez por isso não tenha nehuma impressão mais forte sobre o nome.

    ResponderEliminar
  6. Mário é o nome do meu pai e do meu avô paterno... Devo confessar que acho engraçado a personagem do super Mário, uma vez que é fisicamente muito parecido com o meu pai (moreno, bigode, baixo e olhos azuis)...

    Na faculdade tive um colega Mário e dois professores Mários, por isso conheço Mários para todos os tipos até o senhor da churrasqueira é Mário :P

    Mário é um nome muito comum em Itália. E uma vez, um dos meus professores contou-nos uma história que se passou com ele. Ele foi a um congresso na Alemanha e quando se apresentou aos colegas alemães, um deles começou a rir-se e disse-lhe que era a primeira vez que conhecia um Mário que não trabalhasse numa pizzaria... Um exemplo de preconceito puro, mas para portugueses que moram na Europa central e do Norte, não me parece que seja um nome bem visto :P

    ResponderEliminar
  7. Mário é um nome horrível é mesmo mau, pobre da criança que tiver esse nome.

    ResponderEliminar
  8. É o nome que escolhi para o meu lindo bebé ( é um dos 94 de 2012). É um nome com tradição na família e na história do país, sem ser um nome da moda ou um nome bem. É o único da creche e entre os amiguinhos mais próximos, o que evita estar sempre a usar o apelido! É forte, marcante e cheio de personalidade (mas eu sou suspeita, claro)

    ResponderEliminar
  9. No Brasil há uma brincadeira assim "Mário, aquele que saiu do armário?"
    Sair do armário - virou gay

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)