Filipe

5.1.13


O título deste post seria bem mais interessante se fosse qualquer coisa como "Oferece-se recompensa a quem encontrar um português que não conheça nenhum Filipe" e desconfio que não haveria muitos candidatos ao prémio.  
Em 2011, Filipe foi apenas 42.º do ranking, com 335 registos; nos rankings que vimos há pouco tempo, nunca aparece no top 10, mas eu acho que estes dados são um bocadinho enganadores, porque não contabilizam o número de vezes que foi registado na segunda posição do nome. Reparem: clicando na Convocatória para o dia da Defesa que dá acesso aos cidadãos nascidos em Portugal em 1994, aparecem mais de 7 mil Filipes (sem distinção entre primeiro ou segundo nome), enquanto que Tiago, 3.º do ranking em 1990 e 4.º no ano 2000, gera "apenas" cerca de 3 mil resultados. Espantoso, não acham? Infelizmente, acho que este fenómeno de popularidade como segundo nome acabou por empobrecer um nome bonito, muito à semelhança do que vem acontecendo com Filipa, para minha enormíssima tristeza. 
Filipe deriva do grego Phíllipos e significa "amigo dos cavalos" ou "o que ama os cavalos". Foi o nome de vários santos, de um dos apóstolos, de reis europeus, nomeadamente de alguns portugueses mas, como a Brites bem dizia há uns dias, a Dinastia Filipina não será a mais popular entre nós, por causa da forte ligação a Espanha, onde o nome, que em 2011 estava fora do top 100, se grafa como Felipe, que é a versão mais popular no Brasil. E por falar em versões, por cá Felipe não é permitido, mas é possível registar Filipo
Honestamente, desaconselho o uso de Filipe como segundo nome. Já não gosto de ouvir porque me parece um pouco demodé e essa ideia acaba por influenciar a opinião geral que faço no nome, ainda que me pareça uma leitura bastante injusta!
Em 2014, Filipe foi registado em 248 meninos portugueses, ocupando a 40.ª posição do ranking. Longe estão os mais de mil registos alcançados no início da década de 90! No Estado de S. Paulo, no Brasil, Felipe foi o 15.º nome mais registado do ano. 

13 comentários :

  1. Gosto tanto de Felipe, assim como Rafael sempre acho uma boa escolha para as mamães, mas tenho traumas desse nome, sempre os Felipes são mto danados, rs...

    Prefiro tbm como nome único, mas tenho dois alunos com nomes compostos, Maurício Felipe e Felipe Gabriel que me agradam, acho q acostumei.

    ResponderEliminar
  2. Gosto de Filipe. Sobretudo porque todos os Filipes que conheço são excelentes pessoas! :) Acho que não me lembro de nenhum outro nome que seja tão "positivo" para mim...

    ResponderEliminar
  3. Quando comecei a ler pensei, também não conheço assim tantos, talvez 2... depois quando li segundo nome, ai sim conheço a perder de vista... concordo que o uso abusivo de Filipe como segundo nome veio prejudicar a minha ideia sobre o nome... Mas há uns anos tb só via Miguel como segundo nome e agora que conheço Migueis pequenitos já me estou a acostumar a Miguel independente, pode ser que aconteça o mesmo com Filipe.

    Mas já agora sempre conheci bastantes Filipas como primeiro nome ou nome único. Gosto mais da versão feminina que da masculina, mas prefiro Filipe a Filipo (err não gosto).

    ResponderEliminar
  4. Gosto bastante de Filipe. Como nome único.

    ResponderEliminar
  5. Atravessou-se no meu caminho um dia um Filipe, e não guardo muito boas recordações. Portanto, Filipe, não obrigada;)

    ResponderEliminar
  6. Felipe é o nome do meu irmão. Não tem como não amar!!! Rs... Por aqui é mais comum sozinho do que num nome composto. Adoro Filipa, mas só conheci uma: Hannah Phillipa. Era um doce e chegou a namorar o meu irmão! Rs... Não gosto de Filipo, mas Filipe me agrada também. Miguel e Rafael são belas escolhas e também conheço muitos

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de Filipe, sempre como nome único. Conheci apenas 2 ou 3, mas muitíssimos como segundo nome. Gosto até mais da versão masculina do que da feminina.

    ResponderEliminar
  8. Filipe está no meu top 10. Acho o diminutivo Pipo tão fofo!

    ResponderEliminar
  9. O meu segundo nome também é Filipe. Quando era mais pequeno, na sala ainda existiam outros tantos com Filipe como 2.º nome. Nasci em 92. Não tenho grande opinião acerca do nome, pois nunca ninguém me trata por ele e até me esqueço que o tenho... Não sei. É engraçado pensar que qualquer Ana ou Maria trato pelo segundo nome, o que no fundo corresponderia a chamarem-me Filipe! Sei lá, não tenho opinião sobre ele, é um nome neutro, mas não é mau. Antes Filipe que Manuel, António, José, João... :)

    ResponderEliminar
  10. O meu filho tem 5 meses e chama-se Filipe, só Filipe.
    A minha filha tem 5 anos e chama-se Sofia, só Sofia.
    Engraçado que o meu marido e eu gostamos muito dos dois nomes e sempre achamos que eram um desperdício como 2º nome. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Alia! Coloquei o nome do meu bebe de Filipe e ele esta com 2 meses. Ainda fico pensando nas minhas duas outras opcoes Miguel e Lorenzo que me acompanharam ate o dia do parto .Ate pensei estes dias em pedir para mudar para Miguel ou colocar Filipe Miguel. Ainda nao estou convencida de ter feito a escolha certa...

      Eliminar
  11. Meu marido quer colocar Filipe se um dia tivermos um menino...como nao é um nome q me desagrade, concordei. Ele queria Rui Filipe, mas aí ja disse que não. Entretanto queria que tivesse um dos nomes do meu pai (q é José Carlos)...mas nao gosto de carlos filipe e filipe carlos soa-me mt mal!! no entanto josé filipe ou filipe josé tb nao me parecem melhores opçoes! lol Mas so filipe nao gosto tb, sempre me lembra um menino mimado (pq será meu deus???)

    ResponderEliminar
  12. Filipe é um nome que sempre achei pouco másculo, prefiro Felipe com é, e para além de mais o diminutivo fifi não lembra a ninguém.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)