Filhos da Blogosfera II

18.9.12



Há uns tempos, ouvi o comentário de uma mamã que dizia que não conseguia encontrar o nome perfeito para o seu bebé e que os sites que tinha visitado não ajudavam nada, porque só tinham nomes estranhos. De certa forma, a carapuça serviu-me, porque sei que às vezes é possível apanhar um susto com a sucessão de posts publicados aqui. Garanto-vos que não é propositado, até porque também sei que, quanto mais populares são os nomes que abordo, maior é o número de visitas e maior o número de comentários, mas admito que por vezes o primeiro post do blog pode ser suficiente para desincentivar uma leitura mais aprofundada...
Não é de espantar, portanto, que eu ache maravilhoso encontrar crianças reais, com nomes que abordamos aqui. E quando essa descoberta vem em dose tripla, deslumbro-me! Foi o que aconteceu quando li o blog “O amor é a minha cor preferida”, escrito pela mãe da Ana Flor (6), da Cloe (4) e do Gustavo (3).
Pareceram-me escolhas absolutamente perfeitas. Conseguiram acompanhar as tendências, dando sempre um passo à frente: Ana Flor, quando seria "previsível" Maria Leonor; o internacional e curto Cloe, quando as outras grávidas optavam pelos também internacionais e curtos Clara, Alice, Eva, Ema. No caso do menino, apesar de ser um nome mais comum em Portugal, não é demasiado popular. A curiosidade levou-me a contactar a Quicas que, muito pacientemente, me contou um pouco mais sobre estas escolhas:

“Em Junho de 2005 soubemos que estava grávida. Um teste de farmácia negativo associado a uma sensação de "está qualquer coisa errada!" fez-me ir ao médico e descobrir, naquele ecrã, um feijão com 8 semanas. Guilherme se for rapaz! Flor, Violeta ou Pérola [não admitido] se for rapariga! Em Setembro, quando soubemos que se tratava de uma rapariga, soubemos igualmente que seria a Flor. Entretanto alguém nos falou da Lista de Nomes Admitidos, e soubemos lá que o nome Flor tinha que ser o 2º elemento - o que hoje já não acontece. Ana Flor ficou. Dias depois apareceu a novela da Floribella, e acabei tendo muitas pessoas a achar que a Flor se chamava, realmente, Floribella como a personagem, e que o seu nome tinha sido inspirado na novela.
Tinha a Flor 16 meses quando engravidámos. Aí já fizemos diferente: fomos à lista dos nomes admitidos e cada um escolheu os seus preferidos. Juntámos e comparámos listas e vimos os que estavam em comum, e a partir daí a escolha foi entre Cloe, Emília e Aurora. Amélia, Lídia, Benedita eram também alguns dos preferidos. Para rapaz a escolha era entre Nuno, Duarte, Bernardo, Joaquim. Curiosamente, o nome Gustavo não era uma das opções.
Em Abril de 2009, na véspera do meu aniversário, um teste de farmácia positivo e uma ida ao hospital à hora do almoço, revelou o inesperado: um rapaz com 18 semanas! "Mas eu... estou grávida?", perguntava. "Sim, de um rapaz que já vai nascer em Setembro!". Aqui já não houve o escolher nomes para rapaz/rapariga, nem aquele tempo de espera entre a escolha e o saber efectivamente se era rapaz/rapariga. Quando anunciámos a notícia da gravidez, esta já veio com um "é rapaz e vai-se chamar Gustavo!". Simples, certo? O nome surgiu do nada e gostámos da sonoridade e da possibilidade de ter um diminutivo. O Gugu acabou nascendo no dia em que a Cloe fez 18 meses”.

Tanto a Quicas como o marido trabalham na área da Educação e definem-se como um casal que gosta de ser diferente. No caso dos nomes, a diferença mais acentuada é, sem dúvida, Cloe, um nome que já tem causado confusão “tanto na escrita como verbalmente” mas que é sempre bem recebido por quem o ouve.
Como apreciadora de nomes, só posso dar os parabéns a esta família, que ilustra bem aquilo que tanto defendo: é possível escolher nomes menos populares, sem ter de escolher nomes feios!

13 comentários :

  1. Oh Filipa, mas será possível começar a escolher blogs que eu ainda não conheça, de maneira aos conjuntos serem surpresa para mim?! =P

    Gosto muito do conjunto dos 3. Aliás, já lhe tinha falado do nome das meninas no post sobre Cloe. Só não referi o Gustavo e o pormenor da Ana porque não tinha bem a certeza ;)
    Concordo absolutamente com a última frase. Ser diferente ou não-tão-óbvio, não significa necessariamente que tenha de ser feio e piroso! (:

    ResponderEliminar
  2. Alexa, entretanto reli o post sobre Cloe e percebi de imediato que seria o mesmo blog :D
    Se souber de mais alguns conjuntos assim giros, é só avisar, porque tenho gostado muito desta interacção!!

    ResponderEliminar
  3. Violeta e Aurora são os meus nomes de eleição <3 seriam as minhas opções...
    Flor e Cloe também são bonitos.
    Mas Gustavo, apesar de bonito, acho que foge um bocadinho aos nomes das irmãs, sinceramente não acho que combine muito. Flor e Cloe tão delicados e Gustavo muito forte.
    Acho que o que mais combina é Nuno.

    Outras opções, que, na minha opinião combinava melhor:

    Flor, Cloe e Olivier
    Flor, Cloe e Noah
    Flor, Cloe e Lucas
    Flor, Cloe e Jaime
    Flor, Cloe e Leo

    ResponderEliminar
  4. Boa noite!
    Estou grávida e ando a sondar ideias de nomes para o meu bebé.
    Para a próxima semana vou saber se é menino ou menina, mas entretanto vou inevitavelmente pensando em nomes...
    O meu marido gosta de João e Maria.

    Aqui segue uma pequena lista de nomes que gosto e que não estão ainda ocupados por crianças próximas. Se quiserem manifestar a vossa opinião, talvez nos ajude a decidir...
    Aqui vai:

    Nomes Menina:
    Victória
    Cármen
    Amália
    Amélia
    Antónia
    Maria Victória
    Maria Chantal
    Maria Antonieta
    e, claro, o óbvio Leonor, que embora esteja "na moda", acho muito bonito...

    Menino:
    João Páris
    João Vicente
    João Valentim
    João Augusto

    Gostaria de escolher um nome clássico, elegante e com personalidade. Admito que me tenham escapado alguns nomes...

    Alguma sugestão?
    Adorei o blog!
    Obrigada

    ResponderEliminar
  5. Olha olha, as minhas Pulgas por aqui.
    kis :=)

    ResponderEliminar
  6. Para a Sara:

    Parabéns pelo bebé,em primeiro lugar!
    Quanto à opinião sobre os nomes que sugeriu, da sua lista escolheria Amélia ou João Vicente. Amélia é um dos nomes que mais gosto. João Vicente é o que gosto mais das suas hipóteses, mas confesso que João não seria a minha escolha porque não gostava que tivesse o nome do pai (João José) e do avô (João Augusto). Sem o João o meu favorito é Valentim. Mas se gostam mesmo de João, porque não João Gaspar, João Vasco, João Tomé ou mesmo João João??? Beijinhos e boa escolha!

    ResponderEliminar
  7. Gosto, mas de todos os referidos os meus preferidos são Violeta, Pérola, Aurora, Amélia e Bernardo. Adoro nomes fortes!
    E por falar nisso o Robbie Williams foi pai e a pequena chama-se Theodora Rose. Adoro!!

    ResponderEliminar
  8. Sara, parabéns pelo seu bebé e pela lista de potenciais nomes... Amei Maria Antonieta mas honestamente acho que Portugal ainda não está preparado para uma bebé com um nome tão marcante... :(
    O meu voto hoje vai para Amália & João Valentim!

    ResponderEliminar
  9. Muito obrigada pela vossa ajuda! Excelentes sugestões!
    Vou averiguar e depois digo-vos qual ficou (falta saber o sexo do rebento!!!)

    Mais uma vez parabéns pelo blog.

    ResponderEliminar
  10. Antes de mais, muitos parabéns pelo(a) bebé! Da lista apresentada (muito interessante!), a minha escolha hoje recai em Antónia & João Vicente. Tudo de Bom! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Os meus preferidos são Amélia (acho que é dos nomes mais doces e delicados que existem)
    E João Valentim (muito romântico!)

    ResponderEliminar
  12. A mamã deste blog tem uma menina chamada Maria Alecrim:

    http://amo-temilmilhoes.blogspot.pt/2011/12/historia-volta-do-teu-nome.html

    ResponderEliminar
  13. Mary, obrigada pela partilha, já enviei email à autora do blog, porque tenho alguma curiosidade em saber se, tal como Jasmim, Alecrim é um nome à disposição de qualquer cidadão de nacionalidade portuguesa...
    Honestamente, adorei! Nunca tinha pensado em Alecrim como nome próprio, mas acho muito interessante!

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)