Carminho - OK ou KO?

24.2.12


A cantora Carminho conquistou portugueses e espanhóis ao cantar Perdonáme, com Pablo Alborán. Não só a portuguesa canta bem, como tem uma imagem muito forte, o que não deixa de contrastar com a delicadeza do diminutivo, já que ela se chama, na verdade, Carmo. 
Em Portugal, o hipocorístico Carminho é um nome admitido, tal como Cármen, Carmélia, e ainda o masculino Carmim. Curiosamente, Carmen em latim significa "canção". No entanto, Carmo tem origem em Carmel ou Carmelo, que era um monte da Palestina e cujo significado remete para "monte fértil" ou "jardim". Assim, Maria do Carmo é uma invocação a Nossa Senhora.
Eu não sou muito apreciadora de Carmo e ainda menos de Maria do Carmo, mas esta súbita popularidade do dueto fez-me perceber que o nome Carminho tem potencial e houve doze pessoas que perceberam isso mesmo, durante o ano de 2011 e atribuíram esse nome às suas bebés. 

Atualização: um ano depois de ter escrito este texto, o nome Carminho entrou para o top 100 de nomes femininos mais registados em Portugal, directamente para a 77.ª posição. O número de registos não era muito elevado - 73 - mas, em 2014, já foram registadas 107 meninas com este primeiro nome, e já ocupa a 62.ª posição.

Carminho... OK ou KO?

16 comentários :

  1. Carminho como nome próprio KO
    não gosto de nome que parecem diminutivos, nem é não gostar, é achar que volta e meia vai ser chamada por Carmo...

    Mas já agora gosto de Carmo, sem Maria, e aí diria OK a Carminho como diminutivo ;)

    ResponderEliminar
  2. Não gosto de Carminho. Como já sabem diminutivos não são comigo e Carminho e Rosarinho só me faz lembrar o jet set.

    Maria do Carmo é o nome da melhor amiga da minha mãe e além de continuar a achá-lo deslocado num bebé, acho um nome bonito e clássico.

    ResponderEliminar
  3. KO, diminutivos serem admitidos como nomes próprios, achi ridículo. Dar o nome a uma menina Maria do Carmo e dpois chamá-la Carminho, tudo bem, até gosto.
    Será que qualquer dia também serão aceites como nomes próprioos outros diminutivos como Mariazinha, Luisinha, Aninha? Secalhar deviam, eu não gosto, mas por uuma questão de justiça... Afinal porque raio uns diminutivos são aceites e outros não?

    ResponderEliminar
  4. E eu voto em OK! A minha avó materna chamava-se Gracinha (que parece que agora não admitem). Não era Graça, era mesmo Gracinha. Sempre adorei quando entrávamos em algum lado e diziam: «Dona Gracinha isto, Dona Gracinha aquilo...». Acho amoroso numa criança, doce numa idosa e, numa adulta, acho o máximo. Digam lá se uma Carminho toda business woman, tubarão dos negócios, não seria uma coisa fantástica? Poderia ser até levada menos a sério, o que faria com que surpreendesse as pessoas ainda mais! Eu, por mim, adorava que os meus pais tivessem tido a originalidade de me colocarem o nome de Joaninha! Se um dia tiver uma outra filha, é mesmo esse o nome que tenho escolhido (convencer o marido, next step), por isso, este post é para mim todinho, meninas. Se todos gostássemos do amarelo, o que seria do azul ;D

    ResponderEliminar
  5. Estou com a J.! (: Concordo inteiramente. Para mim é daqueles "primeiro estranha-se, depois entranha-se". Sim, iria ter de estar sempre a dizer "Carminho e não Carmo", mas não me afecta.

    ResponderEliminar
  6. Acho péssimo, nomear uma pessoa com um diminutivo.
    Não entendo, até. Podem chamar Carmo, e depois enquanto criança chamar Carminho , e quando chegar a adulta ela lá decide.Eu odiaria ter um diminutivo como nome para o resto da vida.
    Para mim Carminho, Joaninha, Rosarinho, remetem-me logo para o jet-set, aí sim há imensas Carminhos e Rosarinhos, porque eles praticamente tratam-se todos assim sempre com mimimimimis tenham diminutivos como nome ou não.


    KO!!

    ResponderEliminar
  7. KO

    Eu não sei em Portugal mas aqui no Brasil é nome masculino.

    Este é um motivo para mim não gostar segundo motivo uma novela brasileira que tem uma certa carminha.

    Muito parecido não!

    E como eu já estou farta de ouvir esse nome e ambos são parecidos então isto me faz odiar carminho.

    ResponderEliminar
  8. Maria do Carmo é muito tradicional para o meu gosto. Para mim é KO.
    Nomes que gosto seguidos de "do Carmo", até está OK: Joana do Carmo, Rita do Carmo, Teresa do Carmo, etc.
    Porque é que há diminutivos permitidos e há diminutivos não permitidos? Há uns tempos, Ritinha era permitido, mas, felizmente, ganharam cabeça e agora é proibido. Infelizmente, Guida e Carminho é permitido.

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente, acho bem pior as pessoas que colocam determinado nome para poderem chamar o diminutivo.

    ResponderEliminar
  10. Eu adoro Maria do Carmo, é o nome da minha filha e muitas vezes trato-a por Carminho, eu e muita gente. :)

    ResponderEliminar
  11. Eu gosto de Carminho. Não conheci uma única Carmo ou Maria do Carmo que fosse chamada por outra coisa. Tinha uma Carmo na minha turma na escola e até os professores lhe chamavam Carminho. Nunca ninguém lhe chamou outra coisa. Para mim já que lhe vão chamar isso a vida toda mais vale ter logo esse nome...Vai ser Carminho, em bebé, na escola, no trabalho e não vejo problema em imaginar um patrão a pedir à assistente "Carminho vá buscar-me o café por favor" ou um "É para já, Carminho" vindo de um subalterno. E quando for idosa vai ser a D. Carminho que eu acho adorável. Para mim é um OK. Mas em caso de dúvida o melhor é mesmo por Carmo e depois deixá-la decidir =)

    ResponderEliminar
  12. Definitivamente é o nome que vou por quando tiver uma filha!! adoro o nome

    ResponderEliminar
  13. Concordo com um pouco do que foi dito (escrito) até agora. Apesar de gostar de Carminho como diminutivo, acho que Carmo ou Maria do Carmo é preferível como nome próprio, depois quem quiser chamar a pessoa de Carminho, isso é secundário. Apesar de gostar de outras combinações com "do Carmo", a que prefiro é mesmo Maria do Carmo :)

    O mesmo se aplica a Rosarinho: como nome próprio acho desnecessário, por motivos já apresentados. Rosário e Maria do Rosário, por mim tudo bem :)

    Resumindo e concluindo: Carminho e Rosarinho é KO... Carmo e Rosário, com e sem "Maria do", é OK :)

    ResponderEliminar
  14. Carmo, do hebraico Karmel, "vinha de Deus" ou "jardim de Deus". Por ser um nome de origem religiosa, Nossa Senhora do Carmo, aqui no Brasil só conheço mulheres com este nome: Maria do Carmo. Diminutivo: Carminho. Forma familiar: Carminha.
    Já o nome Cármen se origina do latim Carmen, "poema". Diminutivos: Carmencita, Carminha. No Brasil acredito não ter registro do diminutivo Carminho. Acrescento que tanto Maria do Carmo quanto Cármen, embora se tratem de nomes distintos, atendem por Carminha. Gosto apenas do nome Cármen.

    ResponderEliminar
  15. Ó Rita, desde quando é que Guida é um diminutivo? Eu tenho uma prima chamada Guida e ela odeia que as pessoas pensem que Guida é um diminutivo. É um nome como qualquer outro.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)