Leitura Recomendada: "You have two names"

9.2.12

Texto interessantíssimo, como habitualmente, da Laura Wattenberg, que aborda a questão da grafia escolhida e das diferentes formas de pronunciação de um nome. 

3 comentários :

  1. Muitíssimo interessante, Filipa. Esta noite estive a discutir este tópico com a minha filha, devido à cantora Ke$ha. Quando percebi que se pronunciava Késha e não Kisha, saiu-me logo um: «Pois, para se parecer com cash.» O que só reforça a minha teoria de que essa cantora não representa nada de interesse, na minha óptica.

    ResponderEliminar
  2. Também achei muito interessante, acho que em Portugal, normalmente esta questão não se põe muito... Mas depois lembrei-me de quando a Sophie disse que a família dela diz Éma e eu digo Êma...

    Não fazia ideia de quem era essa tal de Kesha, mas pelos vistos o nome dela é mesmo esse... Mas percebo o que a J. diz, o nome com $ e a fonia parecida com Cash, faz realmente torcer o nariz...

    ResponderEliminar
  3. Que interessante, também não fazia ideia.. Eu achava que se dizia Kisha, como a Keesha do "Say Yes to the Dress" do TLC x)

    Quanto ao texto achei bastante piada. Quantas vezes não falámos já disso por aqui..? O facto de eu por cá conhecer dos Gui's e nós dizermos Gúi enquanto todos me dizia que pronunciavam Gui. Ou o caso da Ema da Sophie que a Sónia referiu. Ou as Andrêas/Andreas (:

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)