Nomes femininos com duas grafias aceites em Portugal

2.12.11


Os nomes que se seguem são ideais para quem se queixa dos limites impostos à nossa criatividade na hora de escolher um nome. Não é muito, mas já é alguma coisa...

  • Alice - Alix
  • Ália - Hália
  • Andrea - Andreia
  • Brásia - Brázia
  • Carol - Carole
  • Cheila - Sheila
  • Djamila - Jamila
  • Edite - Edith
  • Élia - Hélia
  • Eliana - Heliana
  • Elisabete - Elisabeth
  • Eloisa - Heloísa
  • Érica - Erika
  • Estela - Stela
  • Eda - Heda
  • Elda - Helda
  • Elena - Helena
  • Georgina - Jorgina
  • Iara - Yara
  • Ignez - Inês
  • Janete - Jeanete
  • Leanor - Lianor
  • Lea - Lia
  • Leena - Lina
  • Letícia - Letízia
  • Lis - Liz
  • Neli - Nely
  • Nice - Nise
  • Sara - Sarah
  • Tirsa - Tirza
  • Vanusa - Vanuza
  • Victória - Vitória
  • Zahra - Zara


Escolhi estes nomes porque, apesar da diferença na grafia, lêem-se e pronunciam-se da mesma forma (a menos que alguém decida prolongar a letra H para além dos limites da expiração). Há dois anos atrás, era provável que eu escrevesse qualquer coisa como: "entre Edite e Edith, opte por Edite porque terá sempre de soletrar o nome". Hoje, a minha perspectiva já não é a mesma; continuo a achar que é um problema, mas já não é um problema tão grave... 

13 comentários :

  1. A irmã do meu namorado chama-se Andrea mas toda a família a trata por Andreia na minha maneira de ver o nome é o mesmo e não muda a prenuncia mas fora da família prenunciam de forma diferente sem o "i" e ela diz que assim é que esta correcto, já Edith, Sheila, Djamila gosto mais desta escrita talvez por ter pessoas muito próximas com esta grafia no nome.
    Só uma curiosidade se é que me permite, a Ana Filipa já veio para a Póvoa?

    ResponderEliminar
  2. Relativamente ao comentário da Fabíola, tenho uma prima Andrea, e na família há quem diga de uma forma e há quem diga de outra, de tal modo que durante muitos anos achei que ela era Andreia, mas que algumas pessoas "comiam" o i...

    De qualquer modo, a minha tia quando escolheu o nome foi com o propósito de dizer Andrea como se diz em italiano... e aí não se diz o i... logo agora chamo-a sempre de Andrea (sem i) e calculo que assim é que está correcto, porque a verdade é que o i não está lá...

    Mas também já ouvi uma Andrea dizer que o nome dela se diz Ândria... o que para mim não faz qualquer sentido, porque acho Ândria um nome completamente distinto de Andrea ou Andreia...

    ResponderEliminar
  3. Eu conheço uma Andria mesmo....

    ResponderEliminar
  4. Atenção: admito que possa estar absolutamente errada porque me baseei apenas na minha experiência com Andreas e todas se auto-proclamam "Andreias" :(
    Concordo que Ândria tem uma pronúncia diferente que se deve, evidentemente, à acentuação e à força do "i" sozinho...

    ResponderEliminar
  5. Pois, se calhar não é estar certo ou errado, acho que isto é como tudo... mas minha prima faz questão de referir que é Andrea (sem i), embora não obrigue as pessoas com quem tem pouca lidação a tirarem o i...

    Eu especificamente gosto de pensar que existe uma diferença entre os nomes, embora ache que no dia a dia, essa diferença muitas vezes seja quase imperceptível quando chamamos a pessoa ;)

    ResponderEliminar
  6. Já respondi no facebook, mas tenho uma colega que é Andréa(o nome dela tem acento, não sei se todos terão) e nós dizemos como se fosse André, só "acrescentando" o A no final. Há uma professora que lhe chama Ândria e ela detesta, bem como quem lhe chama Andreia.

    ResponderEliminar
  7. Ter de soletrar uma letra ou outra não acho grave, todos os nomes " se percebem" independentemente de alguma nuance (conheço Andreias, Andreas e uma Andria que sobreviveram bem às explicações). Torna-se mais complicado quando o nome é pouco conhecido, se não der para perceber o género, etc... Por exemplo Noa ou Noah a complicação não é explicar que tem um h no fim, mas num bebé perceber se é menino ou menina... (já perceberam a minha irritação com o Noah ;))

    ResponderEliminar
  8. Alguns nomes não se dizem da mesma maneira.
    Stela não se diz Estela...diz-se mesmo Stela é o nome da minha afilhada..
    Lianor obviamente que também se diz diferente de Leonor...
    E Nice e Nise idem... Nise diz-se Nize e Nice diz-se Nisse!

    ResponderEliminar
  9. Fabíola, já estou a viver na Póvoa! Já consegui passear pelas ruas do centro da cidade e já domino o Continente :)
    Já que falamos nisso, onde é que fica o tal restaurante com as francesinhas deliciosas? :)

    Anónimo, repare que comparei Lianor a Leanor e não a Leonor. Quanto às diferenças que refere em relação a Stela e Nise, são muito pequenas :)

    ResponderEliminar
  10. Eu conheço uma Andrea e toda a gente a trata por Ândria e não Andréa ;)
    Isto é sempre muito subjectivo, depende como as pessoas (principalmente os pais) começam a dizer o nome (: É como o caso que eu conheço de pai e filho chamados Gui, que todos dizemos Gúi mas que pelas minhas visitas aqui ao blogue percebi que a grande maioria das pessoas diz Guí! Se eu agora fosse p'ra ilha falar no Guí ninguém associaria a eles ;)

    ResponderEliminar
  11. Para mim as melhores francesinhas são as do Guarda Sol , fica na avenida dos banhos ou passeio alegre ao lado da biblioteca da praia Diana Bar, se tiver de costas para o casino lado direito acho que não tem erro. Espero que esteja a gostar de cá viver e o domínio do Continente é fundamental :)
    Concordo com o que foi dito sobre Andreia e Andrea também acho que Andrea não se prenuncia Ândria, se do que "reclamam" é do (i) para que que o prenunciam .

    ResponderEliminar
  12. Admito que se calhar faz mais sentido dizer Andréa, mas é coisa que ninguém pensa porque sempre a conheceram por Ândria ;)

    ResponderEliminar
  13. Olá, eu chamo-me Erica sem acento e sou muito teimosa em relação a isso, detesto que metam acento no meu nome, e sim, foi uma escolha propositada dos meus pais não ter acento :)

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)