10.8.11

Regras para criar nomes compostos

É difícil criar nomes compostos harmoniosos. Ai se é! Muitos pais que querem um nome composto optam pelos nomes mais tradicionais, como Ana e Maria para as meninas, e João e Manuel para os meninos. Alguns arriscam com Alexandre/Alexandra, Sofia ou Filipe mas, de certa forma, estes segundos nomes remetem-me imediatamente para os anos 70 e 80.  A pergunta de hoje é esta: quais as regras de ouro a seguir aquando da criação de um nome composto? Eu deixo já uma...
  • Não juntar dois nomes com a mesma terminação, como Gabriel Rafael...

E vocês, o que sugerem? 

21 comentários:

Anónimo disse...

Pior do que nomes compostos às vezes, é quando o nome próprio é parecido com o apelido, como por exemplo,ontem ao verificar as listas de alunos da pré-escola, constava lá Rodrigo Rodrigues e Henrique Henriques acho que fica péssimo...

maria disse...

Não sei se serão regras, ou gosto pessoal mas...

Não juntar se o 1º nome acabar em S e o 2º começar em S, tipo "Tomás Salvador" "Íris Sofia"
Pois para muita gente vai ficar estranho ao se dizer "Tomáxalvador" "Irixofia"

Tambem acho que fica mal quando o 1º nome termina da forma que o 2º começa. Ex. "Tiago Gonçalo" "Ana Nádia"... gogo e nana e fica uma trapalhada .

Nada de nomes compridos compostos. Um curto e um comprido tipo "José Ricardo", "Mariana Lua".
Nada de "Lourenço Ricardo" ou "Constança Valentina"

Sophie disse...

nem de nomes que começam igual:
"Marisa Marina" "raina rafaela" ect...


Mas Maria, eu gostei do Lourenço Ricardo :D

Anónimo disse...

Eu sempre fui de acordo com os nomes compostos, até porque tem a sua vantagem, se a pessoa não gosta de um nome, sem terá a hipótese de gostar do outro nome.

Mas também um dia ouvi uma pessoa dizer que não gostava dos seus 2 nomes... Enfim é preciso ter azar...

Anónimo disse...

sempre terá a hipótese de gostar do outro nome...

Anónimo disse...

Ah agora lembrei-me... ontem esqueci de dizer sobre as listas dos alunos da pré-escola, vi algumas Lara Fabiana, deve ser em homenagem à cantora LARA FABIAN...

Anónimo disse...

Nomes começados com a mesma Inicial não gosto, como por exemplo, Maria Marília, Sara Sofia...

Anónimo disse...

Li agora na VIP que o filho do actor Rodrigo Menezes é Afonso, mas sempre pensei que era João Pedro...

Patrícia disse...

Eu só gosto de nome composto qndo dá pra chamar pelos dois; Luiz Felipe, Pedro Henrique, Maria Eduarda, Ana Letícia, Maria Fernanda... todos são crianças que eu conheço e chamo pelos dois nomes.
Se não combina eu não vejo finalidade do segundo nome.

C* disse...

Na minha opinião, acho que um nome deve ser curto(3/4/5 letras) e o outro comprido. Acho que essa é uma das razões para a qual os nomes compostos com Ana/Maria são tão comuns, porque quase todos os nomes ligam bem. E ter um 2º nome que começa com a última letra do 1ºnome não dá grande resultado. Tive uma colega que era Brígida Ana e eu não gostava nada :s

Dora disse...

1. A escolher um segundo nome é de evitar rimas, tanto entre os primeiros nomes como com o apelido.

2.Para não ser um nome monótono, nome mais pequeno + nome para comprido.

3. Evitar sobreposição de nomes, quando um deles ou ambos são compostos. As combinações ficam mais difíceis/penosas. Por exemplo Mariana já é Maria+Ana, é composto por dois nomes. Marisa é a junção de Maria+Luísa, é o meu segundo nome que eu sempre detestei (pois não faz sentido com o meu primeiro nome) Santiago é Santo+Tiago...

Anónimo disse...

Não colocar em 2º nome aquele que quer que o seu filho seja tratado!
Confesso que não percebo esta ideia, até percebo com Ana ou com José mas por exemplo conheço uma que pôs Francisco João ao filho mas só o chama por João.
Eu já acho desnecessário dar um 2º nome se depois não vai chamar por esse nome, quanto mais dar um 2º nome para ser tratado por esse não dar uso ao 1º


Não sei se sabem mas o filho da Fernanda Serrano e do Pedro Miguel Ramos tem 3 nomes próprios: Pedro Manuel Santiago.
Pedro como o pai, Manuel como o avô e Santiago pelo qual é tratado.
Pra mim é o cumulo. Não entendo a ideia destes pais.

Anónimo disse...

Sem falar que depois têm duas filhas e uma só tem um nome (Laura) e a outra tem dois (Maria Luisa)
É outra coisa que me causa confusão, acho que se se dá um nome a um filho, dá-se um aos restantes, se se dá dois, dá-se dois a todos...isto até pode ser já mania minha mas penso assim .

Anónimo disse...

Os filhos da Fernanda Serrano a meu ver tem nomes muito bonitos, Santiago, Laura e Luísa.

Cara Dora vê são nomes que "não são personagens de um livro ou filme" como você diz, ou até poderão ser quem sabe, mas não são tão vulgares como os da santíssima trindade como diz a autora Matilde, Leonor e Beatriz. Amém...

Isso já diria que é ser original porque fugiu à vulgaridade actual...

Sophie disse...

nao sabia que o 1ºfilho da F.S tinha 3 nomes. tudo bem que servem para homenagear mas tb penso que os outros filhos tb deviam ser igual

Sónia disse...

Que estranho, o filho da Fernanda Serrano tem 3 nomes próprios? Mas pelo que andei a ler da lei da escolha de nome, em Portugal só de pode por no máximos 2 nomes próprios e 4 apelidos... Aliás, mesmo em casos que tenha dupla nacionalidade, se uma for a portuguesa, a lei continua igual... A criança não nasceu cá?

Nomes e mais nomes disse...

Não conhecia os três nomes do filho da Fernanda Serrano, mas se a Caras diz, é porque deve ser verdade.

http://aeiou.caras.pt/fernanda-serrano-e-pedro-miguel-ramos-uma-vida-marcada-por-emocoes-fortes=f21998

Só me ocorre que Santiago seja um apelido de família e, dessa forma, pode ser utilizado...

maria disse...

Pois é mais um mistério, já sabia disso do filho da FS.
Santiago não é de familia eu lembro-me dela contar a história da escolha do nome nas revistas, pouco depois dele nascer, e dizer que Pedro era homenagem ao pai, Manuel ao avo e Santiago foi o nome que os dois escolheram porque gostavam..
Ou mentiram ou há 6 anos as coisas eram diferentes, ou...famosos tudo conseguem...

Dora disse...

Eu tenho 3 nomes próprios, por isso é possível. O meu terceiro nome não é nome de rapariga, por isso deve ter passado como nome de família :)Como no caso do Pedro Manuel Santiago, o meu terceiro nome é de homenagem e não nunca o revelo a ninguém.

Alexandra ML disse...

Eu conheço duas irmão em que uma é Maria e a outra Maria Teresa. Umas vezes é chamada de Maria Teresa e outras só de Teresa, mas ainda assim não consigo perceber a ideia de dar o MESMO nome a duas filhas..
Ok que na geração da minha mãe era tudo corrido a Maria-qualquercoisa, mas neste casa uma delas é só Maria. Não consigo entender (nem gostar).

Ana disse...

Isso dos 3 nomes é possível pk tenho uma prima que se chama Maria José de Fátima...e nasceu em Portugal, filha de pais portugueses...
Qto aos nomes compostos sempre me fez impressão o nome de uma colega, Lúcia Patricia...