Infantas de Portugal - parte 1

22.3.11


Hoje debruço-me sobre os nomes das Infantas de Portugal, baseando-me nessa muy nobre e fidedigna fonte de informação que é a Wikipédia. Foi lá, aliás, que li o seguinte:
"A atribuição dos nomes aos infantes era feita de forma criteriosa. O usual era que se o primogénito fosse um rapaz recebesse o nome do avó paterno, enquanto que se fosse rapariga, receberia o da avó. Com os segundos filhos o critério era o mesmo, apenas com a diferença de serem os nomes dos avós maternos".
Nas primeiras dinastias, os reis andavam muito ocupados a conquistar mais terrenos para o Condado Portucalense e não podiam perder muito tempo com o nome das filhas. Vai daí, escolhia-se só um nome para as pequenitas (e alguns davam-se ao luxo de repetir os nomes, especialmente se as infantas forem fruto de casamentos diferentes... D. Afonso Henriques, por exemplo, teve duas Urracas (!) e duas Teresas).

Vejamos:


D. Afonso Henriques: 
  • Mafalda
  • Urraca 
  • Sancha
  • Teresa (ou Terásia; depois do casamento passou a ser conhecida como Matilde e Mafalda)


D. Sancho I
  • Teresa (x2)
  • Sancha
  • Constança (x2)
  • Branca
  • Berengária (ou Berenguela)
  • Mafalda
  • Urraca

D. Afonso II
  • Leonor

D. Afonso III
  • Branca
  • Sancha
  • Maria
  • Constança
  • Urraca (x2)
  • Leonor (x2)

D. Dinis I
  • Constança
  • Maria

D. Afonso IV 
  • Maria (x2)
  • Isabel
  • Leonor

D. Pedro I
  • Maria
  • Beatriz (ou Brites)

D. Fernando I:
  • Isabel
  • Beatriz

D. Leonor
  • Beatriz

D. João I 
  • Branca (x2)
  • Isabel
  • Beatriz 

D. Duarte I
  • Filipa
  • Maria
  • Leonor
  • Catarina
  • Joana

D. Afonso V
  • Joana

D. Manuel I
  • Isabel
  • Beatriz
  • Maria (x2)

D. João III
  • Maria Manuela
  • Isabel
  • Beatriz 

Com a chegada da dinastia filipina, os reis começaram a arriscar um segundo nome para a criançada... Ousados, estes espanholitos!

D. Filipe I
  • Isabel Clara Eugénia
  • Catarina Micaela
  • Maria

D. Filipe II
  • Ana Maria Maurícia
  • Maria
  • Maria Ana
  • Margarida

D. Filipe III:
  • Maria Margarida
  • Margarida
  • Maria Eugénia
  • Isabel
  • Maria Ana Antónia
  • Maria Teresa (x2)
  • Margarida Teresa
  • Maria Ambrósia da Conceição

D. João IV
  • Ana
  • Joana 
  • Catarina Henriqueta (reparem no som: Cata Queta)

D. Pedro II
  • Isabel Luísa Josefa
  • Teresa Maria Francisca Xavier Josefa Leonor
  • Francisca Josefa

D. João V
  • Maria Madalena Bárbara Xavier Leonor Teresa Antónia Josefa (conhecida por Maria Bárbara)

O rei D. José era muito dado à onomástica, e devia conhecer uma vasta lista de nomes próprios; ora vejamos o nome das filhas: 

  • Maria Francisca Isabel Josefa Antónia Gertrudes Rita Joana
  • Maria Ana Francisca Josefa
  • Maria Francisca Doroteia
  • Maria Francisca Benedita

Pois bem, esta postura do pai teve reflexos na filha; a infanta Maria Francisca Isabel Josefa Antónia Gertrudes Rita Joana tornou-se na Rainha D. Maria I e eis os nomes da criançada:

  • Maria Ana Vitória Josefa Francisca Xavier de Paula Antonieta Joana Domingas Gabriela (filha: Maria Carlota)
  • Maria Clementina Francisca Xavier de Paula Ana Josefa Antónia Domingas Feliciana Joana Michaela Júlia
  • Maria Isabel (já tinha usado todos os nomes preferidos nas filhas anteriores)

D. João VI
  • Maria Teresa Francisca de Assis Antónia Carlota Joana Josefa Xavier de Paula Miguela Rafaela Isabel 
  • Maria Isabel Francisca d'Assis Antónia Carlota Joanna Josefa Xavier de Paula Michaela Raphaela Isabel  
  • Maria Francisca d'Assis da Maternidade Xavier de Paula e d'Alcántara Antónia Joaquina Gonzaga Carlota Mónica Senhorinha
  • Isabel Maria da Conceição Joana Gualberta Ana Francisca de Assis Xavier de Paula de Alcântara Antónia Rafaela Micaela Gabriela Joaquina 
  • Maria da Assunção Ana Joana Josefa Luísa Gonzaga Francisca de Assis Xavier de Paula Joaquina Antónia de S. Tiago
  • Ana de Jesus Maria

D. Pedro IV:
  • Maria da Glória Joana Carlota Leopoldina da Cruz Francisca Xavier de Paula Isidora Micaela Gabriela Rafaela (D. Maria II)
  • Januária Maria Joana Carlota Leopoldina Cândida Francisca Xavier de Paula Micaela Gabriela Rafaela
  • Paula Mariana Joana Carlota
  • Francisca Carolina Joana Leopoldina Romana Xavier de Paula Micaela Rafaela Gabriela
  • Maria Amélia Augusta Eugénia Josefina Luísa Teodolinda Heloísa Francisca Xavier de Paula Micaela Gabriela Rafaela 
  • Isabel Maria
  • Maria Isabel

D. Maria II:
  • Maria
  • Maria Ana
  • Maria da Glória

D. Miguel I
  • Maria das Neves
  • Maria Teresa
  • Maria José
  • Aldegundes de Jesus Maria Francisca de Assis e de Paula Adelaide Eulália Leopoldina Carolina Micaela Rafaela Gabriela Gonzaga Inês Isabel Avelina Ana Estanislau Sofia Bernardina de Bragança 
  • Maria Ana do Carmo 
  • Maria Antónia Adelaide Camila Carolina Eulália Leopoldina Sofia Inês Francisca de Assis e de Paula Micaela Rafaela Gabriela Gonzaga Gregória Bernardina Benedita Andrea  

D. Carlos
  • Maria Ana

É muita infanta para tão pouca variedade de nomes, não é? Amanhã publico a contabilização dos nomes individualmente. E peço perdão pelos comentários que fui escrevendo, mas as horas já íam longas e precisava de desanuviar... 

    4 comentários :

    1. Um título que me apelou tanto... mas depois os nossos reis desiludiram-me. Mas que falta de originalidade mesmo!

      Os comentários ainda são a melhor parte! ;)

      ResponderEliminar
    2. As melhores escolhas:
      1 filha - D. Afonso V
      mais do que 1 filha - D. Duarte I

      ResponderEliminar
    3. E eu a achar que o nome da minha avó paterna era comprido: Maria Francisca Teresa Manuela :)

      ResponderEliminar
    4. Aldegundes? Acho que esse ganha o prémio de pior da lista...que nome esquisito coitada da infanta. Espero que não lhe chamassem isso.

      ResponderEliminar

    Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)