Top dos nomes escolhidos em 2008

10.7.09


A notícia já tem uns dias mas enche-me de alegria, já que sustenta aquilo que tenho escrito: os bebés portugueses do século XXI têm quase todos o mesmo nome, denotando uma tendência "monárquica", escondida no conceito de "tradicional" ou "clássico". Aqui reproduzo alguns excertos da notícia publicada no dia 5 de Julho deste ano, no Jornal "Público", cuja autora foi a jornalista Natália Faria.

"Maria foi o nome mais dado às meninas nascidas no ano passado, segundo o Instituto dos Registos e do Notariado (IRN). Do lado dos rapazes, João encabeça a lista dos nomes próprios mais escolhidos. Seguem-se nomes igualmente tradicionalistas como Rodrigo, Martim, Diogo, Tomás e Afonso. De volta às raparigas, a seguir ao Maria - que nos últimos anos se laicizou, deixando cair complementos como da Piedade, de Fátima ou da Luz - surgem Beatriz, Ana, Leonor, Mariana e Matilde".

"Para Ivo Castro [o especialista em onomástica que nos últimos dez anos tem trabalhado com o IRN] , os portugueses até são tradicionalistas nos nomes que adoptam. "Não são muito de modas, o que não quer dizer que não haja modas pontuais de culto da personalidade que levam muitos pais a escolher o nome de uma personagem de telenovela ou de um jogador de futebol".

Discordo um pouquinho desta afirmação do especialista Ivo Castro, quando ele diz que os portugueses são tradicionais. É verdade que sim, mas Matilde, Leonor e Beatriz são nomes da moda, que há muito que tinham caído em desuso e que hoje são utilizados até pelas classes mais baixas (há pouco tempo li na revista Maria, na secção dos bebés, uma Leonor Alexandra. Isto não é classe, não é tradição, é moda!). Para os curiosos na matéria, aconselho a leitura dos comentários deixados pelos leitores na página desta notícia.

Para finalizar, deixo um pequeno - mas muito bem vindo - ranking publicado pelo jornal relativo aos nomes mais escolhidos em 2008:


Meninas

  • Maria - 4497 registos
  • Beatriz - 2897
  • Ana - 2897
  • Leonor - 2374
  • Mariana - 2374
  • Matilde - 2131


Meninos

  • João - 3189 registos
  • Rodrigo - 3074
  • Martim - 2443
  • Diogo - 2128
  • Tiago - 2088
  • Tomás - 2043


(Universo de 105 mil bebés)

Notas:

a) Num universo de 105 mil bebés, há 26.864 repartidos por 12 nomes. Nas meninas, há 11.899 divididas por seis nomes, e nos meninos, 14.965. Pode parecer irrelevante, mas no meu entender, revela muita coisa sobre a sociedade de hoje.

b) O lead da notícia começa com a seguinte frase: "O tempo das Kátias Vanessas parece definitivamente encerrado". Creio que Kátia nunca seria aceite pelo IRN... (atualização: nunca digas nunca, porque na versão de 31-12-2009, Kátia surge com aprovado, revogando um despacho de 27-10-1969).

2 comentários :

  1. Concordo contigo. João, José, Ana, Maria e Isabel são nomes tradicionais. As Beas, Leonores, Matildes, Martims, Rodrigo's etc...que nasceram nos últimos 5 anos são, na minha experiência, os filhos das Tânias e Marlenes e Nelsons que querem que os filhos escapem aos estigmas sociais associados aos nomes dos pais. Este fenómeno ocorre por toda a parte, ou seja, as faixas etárias mais baixas procuram nomes associados à influência e ao lucro, por isso vão às revistas procurar inspiração, e nomes associados às classes altas/celebridades. Mal estas classes altas apercebem-se deste seguimento fiel, mudam de rumo, e o ciclo repete-se.

    ResponderEliminar
  2. Qual a opiniao sobre o nome Maria Ana?

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)