Filhos dos famosos - Santiago & Maria Francisca

em 06/12/19



  • Santiago, filho de Frederico Varandas [na foto]
  • Maria Francisca, filha de Francisca Felgueiras
  • Avery, filho de Johnny Galecki


Helena & Artur

em 05/12/19


O BabyCenter Brasil revelou a lista de nomes mais escolhidos pelas usuárias ao longo do ano que está prestes a acabar e os nomes mais repetidos são Helena e Miguel. Gosto muito de ver estas listas porque sei que, inevitavelmente, vamos sentir o seu impacto na nossa lista e acho que este ano devemos observar sobretudo o comportamento de Helena & Artur, o segundo classificado da lista masculina do BC Brasil. 
As listas brasileiras têm vários nomes em comum com as portuguesas, mas gosto mais de olhar para as diferenças. Por lá, já se renderam a Aurora, Elisa e Cecília [e tantos outros nomes terminados em -ia, como Sophia, Júlia, Olívia, Alícia, Lavínia, Lívia, Letícia...]. Usam nomes que nós ignoramos, como Amanda, Rebeca, Agatha e Clarice. Na lista masculina, destaco as boas posições de Heitor, Benício e Gael, que a nós ainda nos dizem pouco, tal como também não aderimos a Théo, Murilo, Bento ou Caleb. 
E se comecei  o post com  os nomes mais populares, termino com as tendências: o que acham do par Aurora & Valentim? Eu adoro! 

Greta

em 03/12/19


Fiz o meu percurso escolar em escolas públicas e se é verdade que podia apontar vários problemas, não posso deixar de louvar o esforço e empenho que era colocado nas acções sensibilização para os grandes temas da década de 90. Houve alturas em que achei que devia ser inevitável que eu e todos os meus colegas de escola nos tornássemos toxicodependentes, porque parecia que estávamos em alerta máximo. Realisticamente, não éramos de todo uma população de risco, tanto que, durante uma dramatização ao som da High and dry dos Radiohead, fiquei muito confusa quando me deram uma colher e farinha, para interpretar uma drogada. Juro que não sabia o que é que aquilo tinha a ver com droga, mas entrei no espírito da coisa e dei o meu melhor... 
Mais tarde, foi a SIDA. Foram horas e horas a falar do tema e, uma vez mais, achei que seria praticamente impossível chegar aos quinze anos sem uma gravidez indesejada pelo meio. Creio que foi nessas aulas de educação sexual que comecei a sentir alguma empatia face aos professores, porque aquilo era muito, mas muito embaraçoso. 
E se falamos em grandes temas, não dá para escapar à Poluição e Reciclagem, certo? Pois é, foi o tema de projectos de área-escola, fizemos workshops, visitas de estudo, cartazes, baldes de separação, vimos documentários atrás de documentários e a coisa era de tal forma negra que uma vez mais achei que o fim da espécie estava para breve. 
Não sei qual é a realidade das escolas agora nem que estratégias utilizarão agora para trabalhar este tipo de conteúdos mas penso que deve ser muito mais difícil captar a atenção dos miúdos, tamanha é a quantidade de informação a que estão expostos desde muito cedo! Acredito, por isso, que activistas como a Greta Thunberg possam ser um óptimo ponto de partida para motivar os jovens, para os sensibilizar e mobilizar para as consequências das alterações climáticas, mesmo com o discurso inflamado e com todo o exagero que se lhe possa apontar. Até porque nós, adultos, não somos estranhos ao exagero, certo?

E porque isto é um blog de nomes e porque o nome do dia hoje em Portugal tem de ser Greta, vamos lá olhar um pouco para ele. Greta é um diminutivo de Margareta, que, por sua vez, está relacionado com o meu querido e amado Margarida. Encontrámo-lo há dias no top 10 italiano, sendo bem mais popular lá do que Margherita, e também está no top 100 sueco. Apesar de não constar na lista oficial do IRN, o nome foi registado em 2018 e, como tal, se e quando houver uma atualização, ele deverá aparecer. Aliás, Greta aparecia na lista anterior, por isso é quase garantido que é aceite. No entanto, não acredito que seja muito apelativo para a generalidade dos portugueses, por se tratar também de um substantivo pouco atraente, um pouco em linha com o que acontece com Frida e com Gema! 

Filhos dos famosos - Caetana

em 02/12/19



  • Caetana, filha de Cláudia Vieira [na foto], que já era mãe de Maria. Gosto muito de Caetana e fico a torcer para que não suba muito de popularidade depois da escolha da Cláudia! 
  • Maria da Graça, filha de Isaurinha Jardim
  • Uri, filho de Letícia Colin

Duelo de nomes - Gabriel vs Lucas

em 29/11/19


Ao analisar a lista de vinte nomes nomes mais populares da década, é fácil identificar um grupo de nomes que ainda tem margem de manobra para continuar em ascensão. Nesse lote, incluo Santiago, Lourenço, Salvador, Duarte, Dinis e, sem dúvida, Lucas & Gabriel, que hoje coloco frente a frente. 
De certa forma, olho para eles como a dupla de sucesso do futuro, seguindo os passos Tiago & Diogo e Pedro & Miguel. Estes são os novos nomes modernos, sem o ser na verdade, e isso é uma receita de sucesso. Todos conhecemos estes nomes, têm o carimbo de qualidade do Novo Testamento mas não são demasiado religiosos e praticamente não se ouvem em adultos. Lá está, não são modernos, mas parecem. E são internacionais, o que é sempre um bónus. A meu ver, têm tudo, mas mesmo tudo, para serem usados extensivamente nos próximos anos, contando ainda com a ajuda da comunidade brasileira! 
Posto isto, resta referir que estes nomes já conquistaram os portugueses há algum tempo, que Gabriel está no top 10 e que não ficaria nada surpreendida se Lucas lhe seguisse as pisadas já este ano. 
Qual é o vosso preferido?  Não se esqueçam de votar - e se o estiverem a fazer através da versão mobile, encontram a sondagem no fim da página! 

Os nomes masculinos da década

em 27/11/19


Sem surpresas, João foi o nome mais registado ao longo da década que agora se aproxima do fim mas, a meu ver, os nomes que marcam os últimos dez anos são Rodrigo, Martim e Santiago. E para que não restem dúvidas, até ao momento, a diferença entre o número total de registos de João e de Rodrigo é de cerca de 700 registos, o que nem é assim tanto, se tivermos em conta o estatuto intocável de João. 
O auge de Rodrigo ocorreu entre 2006 e 2009, quando chegou a ser alvo de mais de 3 mil registos anuais, mas continuou a capitalizar essa popularidade no início da década, ficando quatro anos consecutivos no topo da tabela. Por essa altura, Martim ocupava a 3.ª posição do ranking e chegou mesmo ao segundo lugar em 2015, numa altura em que já podíamos perceber que as dinâmicas começavam a mudar. Em pouco tempo, Santiago começou a recolher a preferência dos pais portugueses, ficando em primeiro lugar em 2016 e 2017. Nesse período, Rodrigo e Martim começam a afastar-de do top 5, de onde saíram em 2018. 
Os números não deixam margem para dúvida e podem ser comprovados por qualquer pessoa que tenha convivido com crianças nos últimos dez anos. A presença de Rodrigo e Martim era constante e, em certa medida, tal como aconteceu com Leonor e Matilde, parecia avassaladora. Mas o que mais recordarei desta época foi a força destes nomes medievais. Sei que há quem não seja fã do conceito de Pares Perfeitos mas, para mim, é cada vez mais claro que nos vamos movendo por temáticas. Creio que não nos afastaremos desta tendência no imediato, mas reparem que, entretanto, temos concentrado as atenções em Santiago & Benedita, que apesar de não saírem dessa linha, nos mostram outra trajectória paralela. 

Nomes populares em Itália em 2018

em 26/11/19


Estamos a chegar ao fim do ano e é um bom momento para louvar o trabalho feito pelos Institutos de Estatística de vários países que, ao longo do ano, nos vão dando conta, de forma gratuita, dos nomes mais registados por essa Europa fora, e não só. Agora, é a vez de conhecermos os dados divulgados pelo Istat - Istituto Nazionale di Statistica - que, no âmbito de um relatório sobre Natalidade e Fecundidade da população residente, indicam que os nomes mais populares em Itália ao longo do ano de 2018 foram Leonardo & Sofia. O nome Leonardo chega ao primeiro lugar do pódio, acabando assim com um longo reinado de Francesco! O resto da lista fica distribuída da seguinte forma: 

Duelo de nomes - Alice vs Benedita

em 22/11/19


Creio que ninguém tem dúvidas de que os nomes femininos do momento em Portugal são Alice e Benedita e a minha única incerteza é se chegarão já este ano aos mil registos anuais. Na minha opinião, são dois nomes bem diferentes e fazendo a ponte com post de ontem a respeito dos Nomes femininos da Década, diria que Benedita segue as pisadas de Leonor e Alice está mais próximo de Matilde. E vocês, o que acham destes dois nomes? Sei que estes dois nomes faziam parte dos preferidos das leitoras do Nomes e mais Nomes quando ainda andavam na top 50. O aumento da popularidade alterou a forma como olham para eles? Qual é o vosso preferido?  

Resultado da sondagem: