Rosa como segundo nome?

em 17/09/19


Há anos que acho que devíamos dar mais atenção ao nome Rosa mas, ao longo dos últimos dez anos, o número de registos tem-se mantido estável, com um mínimo de 25 registos em 2011 e um máximo de 44 registos em 2017. Rosa foi um nome muitíssimo popular em Portugal até à década de 70 e, por isso, está numa espécie de limbo que poderá fazer com que o achemos fantástico ou demodé, um pouco à semelhança do que se passa com Joaquim
A meu ver, Rosa é um dos nomes que também poderiam ser equacionados no seguimento da popularidade de Matilde, Alice e Olívia mas, se ainda não estamos preparados para o regresso de Rosa como primeiro nome, deixem-me então que apele ao seu uso na qualidade de segundo nome, resgatando uma prática que agradava muito aos portugueses de outros séculos e que hoje faz imenso sentido aos meus ouvidos! Já aqui fiz um post com sugestões de nomes compostos com Rosa e acho que o segredo está mesmo em aliar Rosa a um nome mais contemporâneo. 
Continuamos a ver muitas meninas com nomes compostos com Maria que não são tratadas pelo primeiro nome e pergunto-me se esta solução não poderá cativar alguns pais que gostam de compostos tradicionais mas que têm vontade de se afastar um pouco da tendência vigente. 
Já vos perguntei O que pensam de Rosa?, se acham Rosa - OK ou KO? e a pergunta que se segue é se se imaginam a utilizar Rosa como segundo nome e se há alguma combinação que vos agrade em particular!  

Vamos lá para a escola...

em 12/09/19


Ao longo dos últimos três anos, fizemos, em conjunto com os meus pais, um esforço familiar para poder ter a Frederica connosco a tempo inteiro. Em determinados momentos, duvidei da nossa decisão e, apesar de reconhecer que trazia muitos benefícios, perguntei-me inúmeras vezes se ela não estaria melhor na creche... Agora que chegou a hora de a entregar ao cuidado de terceiros, sinto-me, como milhares de pais na mesma situação, tão entusiasmada quanto apreensiva! Mais apreensiva, se calhar... E nervosa. E angustiada. 
Mas para enxotar pensamentos maléficos, vamos lá falar sobre os nomes existentes na turminha. Em 24 crianças, há apenas cinco nomes fora do top 30 e o único nome que está fora do top 100 é Suria. Ainda assim, só há um nome repetido, Inês, mas uma das meninas é a nossa Maria Inês, que  é tratada pelo composto! E por falar em compostos, apenas sete crianças têm dois nomes. Não há outra Frederica em toda a escola, mas na turminha há uma menina chamada Francisca, pelo que já estou a antecipar muitas trocas de nomes e uma possível colisão de diminutivos...
E desse lado, houve algum nome a chamar a vossa atenção na turma dos vossos filhos? 

Filhos dos famosos - Inaya


  • Lourenço, filho de Ana Sofia Cardoso
  • Inaya, filha do futebolista Haris Seferovic
  • José, Emily & Murilo, filhos de Marcelo de Nóbrega, que já era pai de Dalila e Milana
  • Maverick Nicolas, filho de Michael Phelps [na foto], que já era pai de Boomer Robert e Beckett Richard












Emily | Inaya | Milana | Michael | Nicolas | Richard | Robert

Anos-luz: Manuel & Emanuel

em 11/09/19


Há umas semanas, escrevi que considerava Manuel como o clássico dos clássicos dos nomes portugueses. É um nome muito comum na nossa sociedade, transversal e que tanto pode ser encarado como um nome muito simples, como um nome muito distinto. Manuel é tão apelativo para nós, que até Manel se tem imposto como nome próprio e encaro Manoel com alguma expectativa. 
Nos últimos 50 anos, algum do fascínio de Manuel estendeu-se até Emanuel, nome com uma enorme carga religiosa, que esteve no top 50 até 1997 e que só desceu da marca dos cem registos anuais em 2005. Os nomes são extremamente semelhantes, mas aquele E faz muita diferença. Atendendo à diferença do número de registos de hoje [550 de Manuel, contra 43 de Emanuel], diria que, para a maioria das pessoas, a letra E é prejudicial. Para mim, embeleza o nome, que passa a soar de forma muito mais delicada. Porém, não o prefiro a Manuel, precisamente porque o que me atrai nos nomes não se esgota no seu som ou no grafismo e o significado social de Manuel está muito para lá da sua beleza.
Apesar de considerar que se encontram a anos-luz um do outro, acho que caminhamos para uma fase em que Emanuel pode voltar a ser uma opção interessante. E já que falamos em opções interessantes, acham mais cativante Emanuel ou Manuela?

Duelo de nomes - Dalila vs Penélope

em 06/09/19


Enquanto preparava a resposta a um pedido de pares perfeitos para Frederica, encontrei a lista final de nomes que eu tinha para a minha filhota e que, apesar de não servir de muita ajuda para a leitora,  tinha lá um par que eu considero perfeito: Dalila & Penélope. Durante semanas, a minha filha chamou-se Dalila e, noutras tantas, foi Penélope mas, durante esse tempo, ninguém nos levava a sério. Pois acreditem que era seríssimo e eu continuo a adorar nomes fortes e cheios de personalidade. A maioria não quer um nome delicado para um menino, mas assusta-se perante a possibilidade de um nome tão imponente para uma menina! 
E vocês, o que acham de Penélope e de Dalila? Qual é o vosso preferido? Não se esqueçam de votar! 

Os nomes mais bonitos VII

em 05/09/19


Qual é o vosso preferido: Theo, Mateo ou Teodoro?

E por que não Flora?

em 03/09/19



Quando comecei este blog, havia um nome feminino na cabeça dos pais portugueses e o ponto de partida para as minhas sugestões era "se gostam de Matilde, também poderão gostar de...". Entretanto, passou-se uma década e o nome que agora lidera este meu pensamento é Alice. E que portas nos abriu Alice? A meu ver, fez com que também olhássemos com mais detalhe para nomes como Julieta, Amélia e Emília, que considero serem bons candidatos a nomes da próxima geração. No entanto, as minhas atenções estão todas voltadas para Olívia, pois acredito que será a grande tendência dos próximos anos. 
Partindo deste exercício de futurologia, irei trazer nomes que penso que se enquadram neste grupinho de nomes femininos que destaco na imagem e começo por Flora, um nome pelo qual ando a fazer campanha há muito tempo, sem sucesso. Estou consciente de que Flora é também o nome de uma margarina, mas vamos lá ver, não estou a recomendar que chamem Sonasol à criança, mas sim que escolham o nome da deusa das flores e da Primavera, que garantidamente terá servido de inspiração para o tal creme vegetal! A imagem visual que Flora me sugere é fortíssima e em nada se assemelha à arte de barrar o pão. 
Estamos apaixonados por Clara. Flor está novamente no top 100. Temos  vindo a valorizar cada vez mais os nomes ligados à natureza. Neste contexto, creio que Flora encaixa lindamente no esquadrão de nomes internacionais, delicados e de origem predominantemente latina. 

Ouvi por aí...

em 02/09/19


No sábado fomos a um evento infantil transfronteiriço, no domingo estivemos na praia do Cabedelo, em Viana, que também é muito frequentada por espanhóis, e fiquei com a sensação de que todos os meninos com menos de dois anos eram tratados por Sal ou Salva. Será efeito da Casa de Papel? Salvador não está sequer no top 100 espanhol mas talvez seja reflexo da influência portuguesa na Galiza...
Nas meninas, ficaram-me no ouvido Irene, Valéria, Candela, Vega e Nora, porque não os ouço por cá; mas também ouvi repetidamente Cláudia, que está no top 15 espanhol. Os portugueses também já foram apaixonados por Cláudia, e entre 1980 e 2000, foi dos mais escolhidos para meninas. Eu conheço várias e vocês? No entanto, nos últimos cinco anos, Cláudia foi-se afundando, rondando agora os 25 registos anuais. Apesar desta perda de popularidade, acho que Cláudia é um nome que, com o passar do tempo, vai voltar a ser usado, a par de outros como Liliana, Sílvia e Vanessa. Quando eu for velhinha, se calhar...
E por falar em Nora, em Portugal dificilmente será usável por causa do substantivo comum, mas eu, que não sou a maior fã de Nônô, acho que poderia funcionar como diminutivo de Leonor...