Valentina - OK ou KO?

em 19/06/19


Quem vai acompanhando a realidade brasileira sabe que Valentina foi um enorme fenómeno de popularidade, a ponto de se ter tornado alvo de forte sátira. Neste caso, não estava em causa a beleza do nome, mas sim a previsibilidade, já que parecia ser o nome escolhido para todas as meninas que iam nascendo. É, claro, um exagero, mas como foi algo que aconteceu em relativamente pouco tempo, e tratando-se de um nome tão imponente, começou a gerar bastante antipatia. Penso que podemos estabelecer um paralelismo com o que se passou por cá com Santiago...

Em Portugal, Valentina também foi subindo posições no ranking de forma impressionante. E se em 2011 foram registadas apenas 12, o número de registos de 2018 ultrapassa os 240, estando agora no top 50. Ainda assim, noto que é um nome que divide opiniões, que vão, incrivelmente, do delicado ao grosseiro. Qual é a vossa opinião sobre Valentina? OK ou KO?

8 comentários:

  1. Com o nome Valentina sinto o mesmo que sinto com o nome que referiu, Santiago... Não gosto.

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito de Valentina. Acho bonito e romântico. Mas prefiro a versão masculina, Valentim.

    ResponderEliminar
  3. Ok! Gosto e tenho vindo a gostar cada vez mais. Vejo-o delicado, mas com aquela “força” que gosto num nome. Com a vantagem de não estar ainda muito disseminado. Mas confesso que não gosto que remeta (ainda que ligeiramente) para um nome mais “abrasileirado”

    ResponderEliminar
  4. Essa pergunta é bem interessante pois nos remete à possibilidade de outros resgates de nomes que ficaram nas esquinas do passado. Valentina foi resgatado e acho um nome muito bonito, muito charmoso com uma trajetória no Brasil até os anos 2000 bem modesta e a partir de 2000 um fenômeno de popularidade como bem dissestes. Fica a expectativa de outros resgates como aconteceu recentemente com Cecília e Helena também. Certamente Cecília será uma provável Valentina aqui no Brasil nesses próximos anos. Nesse embalo, gostaria que vocês portugueses resgatassem Sancha e Aldara (duas preciosidades) e tantos nomes raros que Filipa garimpa e divulga aqui no blog. Aqui no Brasil, chegasse a vez de Eulália, Carina, Edgar, Conrado, Angelina, Humberto, Abigail, Olga, etc

    ResponderEliminar
  5. Ah sim, sim gosto e muito, mas aqui no Brasil se popularizou muito e virou até piada então não seria uma boa opção. Conquanto prefiro Valentim.

    ResponderEliminar
  6. OK. Gosto do nome, nem me incomoda a ideia da popularidade. Não está neu top 10, mas gosto.

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de Valentina é um nome forte e que fica na memória, mas ao mesmo tempo é "delicado" e suave, gosto de Valentim pelas mesmas razões.
    A comparação que faz com Santiago faz todo o sentido, pois são nomes algo semelhantes, são nomes longos, intemporais e ficam na "cabeça" quando se ouvem, além de não levantarem dúvidas quanto à forma como se pronunciam e escrevem.
    Penso que Valentina pode subir ainda mais no ranking em Portugal, no caso de Valentim acho que vai ser mais difícil, pois há um preconceito social com os nomes que são vistos como mais delicados, a preferência é por nomes mais "fortes/masculinos".

    ResponderEliminar
  8. para mim o maior encanto de Valentina era mesmo aquele anúncio de um perfume com uma rapariga cheia de personalidade e irreverência q.b. :D (e lembro-me da Filipa falar dele também!) será que havia semelhante anúncio no Brasil?

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)