Duelo de nomes - José vs Simão

16.11.18


Há dias, um jornal publicou uma notícia a dar conta da súbita popularidade de José e, apesar de eu continuar a achar que aqueles dados não estão correctos, percebi que muita gente ficou agradada com a ideia. Não me espanta, já que vai ao encontro da teoria que tenho partilhado convosco de que há um interesse cada vez maior por aquilo que resolvi chamar de nomes simples
Os nomes simples de que vos tenho falado estão num patamar de popularidade menos elevado do que José, que em 2008 ainda ficava acima dos mil registos anuais mas que agora já ronda os 700. Falo-vos de nomes menos populares, porque também sei que a busca pela simplicidade também se cruza com a vontade de escolher nomes menos ouvidos no dia-a-dia, mas pensando nos nomes que já estão nos nossos radares, acho mesmo que José é o nome que melhor encaixa no perfil. E o mesmo se passa com Simão, quem em 2010 também ultrapassou os mil registos anuais, mas que em 2017 também já foi escolhido para 700 meninos. 
O que acham destes dois nomes? Qual é o vosso preferido?

Resultado da sondagem















Siga-nos no Instagram

24 comentários :

  1. Acho que ainda não percebi completamente o que são os nomes simples... Pelo que vi nos posts etiquetados com nomes simples aqui no blog parece que tendem a ser nomes curtos. Tenho algumas dúvidas sobre o que é considerado simples ou, pelo contrário, aristocrático. Nicolau seria simples? E Bartolomeu? E Teodoro? Será que pode esclarecer-me, Filipa?

    Quanto à inclusão de José nesta categoria, não sei se concordo... Em primeiro lugar porque os nomes simples parecem ser nomes “totais”, “completos”. Ou seja, nomes que são usados eles-mesmos, sem necessidade de diminutivos. Claro que podem ter diminutivos, mas acaba por depender mais do gosto de cada um. José não é assim... Não conheço nenhum José que não seja chamado Zé. Para além disto, há ainda outra razão por que acho que José não será um destes nomes simples: penso que é muito usado como primeiro nome em nomes compostos, acabando por ser um nome “básico” ao qual depois de acrescenta um “topping”, à semelhança de Maria e João. Contudo, Maria e João já seriam melhores candidatos a nomes simples, por não terem normalmente diminutivos (quando usados sozinhos).

    Bem, é uma questão interessante, bom post! Em relação ao duelo, voto Simão porque não considero José um nome muito interessante, também pelas razões por que não o considero um nome simples. Gosto de Simão, acho um nome divertido e leve.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão dos diminutivos davam um excelente post, Filipa!

      Contudo, não concordo totalmente, Anónimo. Conheço Josés a quem não chamam de "Zé", por vontade do próprio. Enquanto outros Josés quase que insistem em serem chamados de Zé. Penso que os nomes mais compridos tendem a ser mais propícios a diminutivos. Por exemplo: António. É o nome do meu avô materno (sem segundo nome). Frequentemente os Antónios são chamados de Tó, ou pior Tonito ou Tony. Ao meu avô nunca alguém o chamou por estes diminutivos porque ele não quer e nem gosta. No meu caso, já me tentaram chamar de "Lena" ou "Leninha" e não deixo que pegue.

      A popularidade destes diminutivos mais corriqueiros também vai das próprias pessoas que têm determinado nome e que preferem ser chamadas assim. Geralmente porque não gostam do nome que têm. Maria não tem diminutivo? Já conheci Marias que eram chamadas de "Mári".

      Eliminar
    2. Ainda não tinha pensado nos nomes simples como nomes curtos, mas se pensarmos que, por norma, as pessoas tendem a achar que os nomes mais longos são "fortes" e/ou "pesados", então sim, acho que podemos dizer que os nomes simples são, tendencialmente, curtos.
      E refiro-me a eles como simples porque são nomes que não se enquadram nas duas grandes tendências do momento - a dos nomes aristocráticos e a dos nomes modernos.
      Quanto aos nomes aristocráticos, parecem-me fáceis de identificar: nomes populares na corte portuguesa e/ou famílias brasonadas e que - excepto nestas famílias - passaram praticamente ao lado dos portugueses no séc. XX, voltando em grande no séc. XXI.
      Pessoalmente, não incluiria Teodoro e Bartolomeu em nenhuma destas três categorias mas também vejo Nicolau como um nome "simples"!
      Não sei se me fiz entender :D

      Eliminar
    3. Obrigada pela resposta, Filipa!

      Concordo que Nicolau é nome simples, mas estava à espera que Bartolomeu fosse aristocrático, isto porque associo sempre à história de Portugal. Quanto a Teodoro, também vejo um bocadinho como aristocrático porque o inglês Theodore soa-me muito "chique"/tradicional.

      Já vi que tem vários posts sobre nomes modernos femininos, mas não encontrei muito sobre nomes modernos masculinos. Já fez algum post sobre isso? E já fez algum post sobre nomes aristocráticos? Gostava de ver! E até um post sobre as duas tendências, lado a lado, seria interessante!

      Obrigada!

      Eliminar
  2. Votei em José.

    Para além de ser o nome do meu bisavô (José Afonso), é um dos meus nomes masculinos favoritos. É um eterno clássico, apesar de ser curto, acho que é suave e elegante. Conheço "Josés" dos 0 aos 100 anos, tanto como primeiro ou segundo nome. A única desvantagem que vejo no nome é o eterno "Zé" que persegue os Josés...

    Pessoalmente não sou fã de Simão. Não acho um nome feio, simplesmente não me cativa e não é um nome que daria a um filho meu.

    ResponderEliminar
  3. Gosto de ambos mas prefiro José! É um clássico que gosto de ver em qualquer idade. Conheço Josés dos 8 aos 80! Acho que é especialmente bom para pessoa que gostam de nomes compostos.
    Simão só conheço um mas é um nome que associo naturalmente com rebeldia (no bom sentido) e energia.

    ResponderEliminar
  4. Boa Noite!

    O meu filhote é José Miguel, fácil a escolha neste duelo masculino- José!

    Beijinhos e aproveitem o fim de semana,
    Rita Sá

    ResponderEliminar
  5. Olá!

    Votei em Simão :)

    Beijinhos, Inês Gonçalves

    ResponderEliminar
  6. Olá a todas.
    Achei o duelo muito interessante. Votei em José.

    Um beijinho, Alice Abreu

    ResponderEliminar
  7. Olá! Boa noite!
    Votei no nome Simão!

    Um grande beijinho para todas!

    Elisa Monteiro

    ResponderEliminar
  8. José é um clássico, embora não seja o meu preferido, acho-o elegante, com presença e ao mesmo tempo subtil.
    Já Simão nunca que cativou, no entanto, acho-o mais leve e jovial. Duelo interessante, Filipa!
    Voto em José.
    Beijinhos,
    Sofia.

    ResponderEliminar
  9. Olá!

    Apenas voto José porque o meu apelido termina em "ao" e depois acho que seria um som muito em rima =)

    Beijinhos,
    Marisa Paixão

    ResponderEliminar
  10. Simão

    José conheço imensos acima dos 30 anos, acho completamente sobrevalorizado e datado

    ResponderEliminar
  11. Conheço uma mulher que queria chamar ao filho Zé mas como não é possível registar assim,ficou José e ai de quem chame o rapaz de José frente a ela. É Zé e pronto.
    Dei este exemplo não por concordar com isto mas só para vos dizer que há pessoas para tudo.

    ResponderEliminar
  12. Votei em Simão.

    Um beijinho
    Patrícia Nunes

    ResponderEliminar
  13. Jose, simples, bonito,intemporal,saqueles que nunca cansa. Embora tambrm goste de Simao. Mas Jose esta na minha pequena lista de favoritos.

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde.

    Eu votei em Simão!

    Beijinhos,
    Fabiana

    ResponderEliminar
  15. Olá!

    Simão =)

    Beijinhos
    Carla Dias

    ResponderEliminar
  16. Olá! Escolhi José.

    Beijinhos, Nádia Ribeiro

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde, votei em José.

    Um beijinho e bom domingo
    Ivone Moreira

    ResponderEliminar
  18. Olá! Tenho um bebé chamado Salvador e acho que Simão combina muito bem =)
    É dos nomes que mais gosto! Por isso, votei Simão!

    Beijinhos
    Matilde Rocha

    ResponderEliminar
  19. Este duelo é mto fácil . Simão sem pestanejar!

    ResponderEliminar
  20. Hoje enquanto procurava nos registos paroquiais de 1896,pelo assento de nascimento do meu bisavó constatei que o no mesmo os nomes de rapazes eram quase na totalidade Manoel, José e António. José é um nome simples bonito e intemporal.

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)